Construindo as Pirâmides

Construindo as Pirâmides


Referências e leituras adicionais

AERA. & quotA cidade perdida. & quot AERA. Ancient Egypt Research Associates, 13 de novembro de 2010. Web. 29 de abril de 2021. & lthttp: //www.aeraweb.org/projects/lost-city/>

Lehner, M. As Pirâmides Completas: Resolvendo os Antigos Mistérios. Londres: Thames & amp Hudson Ltd., 1997.

Lehner, M., Hawass, Z. Gizé e as pirâmides: a história definitiva. Chicago: University of Chicago Press, 2017.

Morishima, K., et. al. & quotDescoberta de um grande vazio na pirâmide de Khufu pela observação de múons de raios cósmicos. & quot Natureza. 2 de novembro de 2017, edição 552: 386-390.

Stille, A. & quotO papiro mais antigo do mundo e o que ele pode nos dizer sobre as grandes pirâmides. & Quot Smithsonian Magazine. Smithsonian Institution, 1 de outubro de 2015. Web. 29 de abril de 2021. & lthttps: //www.smithsonianmag.com/history/ancient-egypt-shipping-mining-farming-economy-pyramids-180956619/>

Tallet, P. Les papyrus de la Mer Rouge I, Le Journal de Merer, (papiro Jarf A e B). Cairo: MIFAO, 2017. 160.

Copyright & copy2021 Skeptoid Media, Inc. Todos os direitos reservados. Direitos e reutilização de informações

o Céptico O podcast semanal de ciências é um serviço público gratuito da Skeptoid Media, uma organização sem fins lucrativos 501 (c) (3) educacional.

Este show é possível graças ao apoio financeiro de ouvintes como você. Se você gosta desta programação, por favor, torne-se um membro.


O início do período dinástico (3.100 aC- 2.686 aC)

O início do período dinástico começou após a unificação do Alto Egito e do Baixo Egito por volta de 3.100 aC e incluiu a Primeira e a Segunda Dinastia. Esta foi uma época em que o Reino do Egito se estabeleceu como um centro cultural e econômico do mundo antigo. As pessoas ricas da sociedade conduziam funerais de alto perfil que consistiam na construção de grandes tumbas de tijolo com telhado plano conhecidas como mastabas. Esses mastabas foram os precursores das pirâmides. O último Faraó deste período, o Faraó Khasekhemwy teve um grande mastaba construído no século 27 aC, que ainda se mantém até hoje.


Construindo as Pirâmides - HISTÓRIA

Relatos históricos da Grande Pirâmide.

As estruturas de Gizé sofreram erosão natural, desfiguração, pilhagem, acréscimos e alterações, o que nos reduziu à interpretação para visualizar o complexo em sua condição original. Para compensar a falta de referências egípcias originais, vale a pena explorar primeiro os relatos dos primeiros exploradores, cujas observações parecem os frames de um filme.

  • O 'Inventory Stela'.
  • Papiro do Reino Médio em Leiden.
  • O 'Dream Stela'. (1.420 a.C.)
  • Restauração de Ramasses II. (1.287 a.C.)
  • Heródoto. (c.450-435 aC)
  • Manetho (de Sebennytos). (c. 280-270 aC)
  • Josefo.
  • Diodorus Siculus. (c. 56-60 AC)
  • O relato de Strabo. (24 AC)
  • O relato de Plínio. (20 DC)
  • Solinus. (250 DC)
  • Dionísio de Telmahre.
  • Al-Mamuns Entry. (820 DC)
  • Masoudi (falecido em 956 DC)
  • Ibn al-Nadim.
  • Abdallah Muhammed bin Abd ar-Rahim al Kaisi.
  • Edresi. (1236-45 DC)
  • Sir John Mandeville (1340 DC)
  • Prof. John Greaves (1637/8 DC)
  • Benoit de Maillet (1735 DC)
  • Nathaniel Davison (1763 DC)
  • Conta de Napoleão (1798/9 DC)
  • Capitão Giovanni Battista Caviglia (1817 DC)
  • Giovanni Batista Belzoni (1818 DC)
  • Coronel Howard Vyse e J. Perring (1837 DC)
  • John Taylor (1859 DC)
  • Charles PiazziSmyth (1865 DC)
  • Waynman Dixon e D. R. Grant (1872 DC)
  • Sir William Mathew Flinders Petrie (1880 DC)
  • Os irmãos Edgar (1909 DC)
  • Rudolf Gantenbrink (1992 DC)

(Outros relatos europeus das pirâmides incluem :)

Cyriacus, AD 1440 Breydenbach, 1486 Bellonius, 1553 Johannes Alfricus, 1585, Lawrence Aldersey, 1586 Jeane Palerma, 1531 Prosper Alpinus, 1591 Baumgarton, 1594 Sandys, 1610 Pietro Della Vale, 1666 De Villamont, 1618 Rabi Benjamin 1638, a maioria dos quais eles próprios visitou a pirâmide '. E então, seguindo o relato de Greaves 1646, 'De Monconys, 1647 Thevenot, 1655: Melton, 1661 Vausleb, 1664 Kircher' 1666 Lebrun, 167 Maillet, 1692-1708 De Careri, 1693Lucas, 1699 Veryard, 1701 Quartremere, 1701 Egmont, 1709 Perizonius , 1711 Pere Sicard, 1715 Shaw, 1721 Morden, 1737 Pococke, 1743 Dr. Perry, 1743 Fourmount, 1755 Niebuhr, 1761 '. (15)

1730-1575 aC - Os primeiros relatos de Gizé registram que era um local de peregrinação para os adoradores de estrelas 'Sabian' de Haran.

Encontrado em Gizé por Auguste Mariette na década de 1850, nas ruínas do 'Templo de Ísis' (10). Afirma razoavelmente claramente que Khufu restaurou a Esfinge. É o seguinte:

'Viva o Rei do Alto e Baixo Egito, Khufu, dada a vida.

Ele encontrou a casa de Ísis, Senhora da Pirâmide, ao lado do vale de Hwran (A esfinge).

E ele construiu sua pirâmide ao lado do templo desta deusa e ele construiu uma pirâmide para a filha do rei Henutsen ao lado deste templo.

O local de Hwran Horemakhet fica no lado sul da Casa de Ísis, Senhora da Pirâmide.

Ele restaurou a estátua, toda revestida de pintura do guardião da atmosfera, que guia os ventos com seu olhar.

Ele substituiu a parte de trás do adorno de cabeça de Nemes, que faltava, por uma pedra dourada.

A figura deste deus, talhada na pedra, é sólida e durará eternamente, mantendo o rosto sempre voltado para o Oriente '.

Este texto sugere fortemente que a Esfinge (e um templo para Ísis) existiam antes Khufu.

O egiptólogo francês e diretor-geral de escavações e antiguidades do governo egípcio, Gaston Maspero, que pesquisou a Esfinge na década de 1920 afirmou que:

“A estela da Esfinge mostra, na linha treze, a cártula de Quéfren. Acredito que para indicar uma escavação realizada por aquele príncipe, após a qual, o prova quase certa que a Esfinge já estava enterrada na areia na época de Quéfren e de seus predecessores. (8)

Papiro do Reino Médio em Leiden (Ref: 5 pp. 58).

'o relato contemporâneo de 'Ipu-wer', é uma longa lista de lamentos, revelando um estado de turbulência e revolta. “Tudo está em ruínas”, disse ele, “Um homem mata seu irmão. O sangue está em toda parte. Algumas leis do tribunal são lançadas. Funcionários são assassinados e seus registros são retirados. Os segredos dos reis do Alto e Baixo Egito são divulgados. O que a pirâmide escondeu ficou vazio e o palácio foi destruído '.

Sugere-se que este texto seja uma referência à 'reabertura' das pirâmides.

Pergunta: Quando a Grande pirâmide foi reintroduzida pela primeira vez?

Não é incomum ler que Al-Mamoun (veja abaixo) foi a primeira pessoa a obter acesso às partes superiores da Grande Pirâmide desde seu fechamento original. No entanto, a fim de explicar certas características do 'Poço', agora é geralmente aceito que a pirâmide já havia sido inserida antes É hora de Al-Mamoun.

A evidência de 'trabalho de reparo' na 'câmara do Rei e nas câmaras de alívio levou à sugestão de que as partes inferiores do Poço podem ter sido cortadas por uma equipe de reparadores após as partes superiores terem sido seladas.

Quem quer que cortou a passagem que leva da Grande galeria para a câmara de alívio inferior, agora chamada de 'câmara de Davison', deixou uma passagem limpa e quadrada. Eles também rebocaram as rachaduras nos blocos de granito acima da câmara do rei. Este trabalho, pelo menos, certamente parece ser o de uma 'equipe de reparos'. No entanto, a última seção grosseira do poço não mostra tal precisão, o mesmo pode ser dito para a entrada na Grande galeria, a câmara das Rainhas, o sistema de 'ponte levadiça' e o Coffer, todos os quais mostram evidência de uma entrada mais 'forçada'.

Trecho de Petrie: Quando, então, a pirâmide foi violada pela primeira vez? Provavelmente pelas mesmas mãos que destruíram implacavelmente as estátuas e templos de Khafra e as pirâmides de Abu Roash, Abusir e Sakkara. Ou seja, provavelmente durante as guerras civis da sétima à décima dinastias.

É provável então que, embora o trabalho de reparo possa ter sido executado dentro da pirâmide em algum momento, também haja evidência de que a pirâmide foi forçada a entrar e 'despojada' de seus bens logo após sua conclusão. A precisão da escavação do poço e o conhecimento aparente de todas as suas câmaras superiores são apoiados pelo papiro de Leiden (acima), e embora a evidência ainda seja circunstancial, é uma possibilidade distinta de que o documento poderia explicar uma série de inexplicáveis entradas forçadas 'precisas nas primeiras pirâmides da dinastia, especialmente Mastaba 17, por exemplo.

Tutmose IV. (1.420 a.C.) - O Estela 'Dream':

Registra que a Esfinge foi limpa de areia por Tutmés IV após um sonho.

A evidência da campanha de Tutmosis IV é preservada na chamada Estela dos sonhos que ele ergueu entre as duas patas da Esfinge em ca. 1400 AC. Segundo a história inscrita na Stella, a Esfinge falou com ele em sonho e pediu ao príncipe que o libertasse da areia. A Esfinge (Hor-em-Akht) ofereceu em troca a coroa do Alto e Baixo Egito. Muitas vezes é citado como associando a esfinge a Khafre.

Quando a estela do Sonho foi descoberta, no entanto, as linhas do texto estavam incompletas, referindo-se apenas a um Khaf, e não ao Khafra completo. A sílaba ausente ra foi adicionada posteriormente para completar a tradução por Thomas Young, no suposição de que o texto se referia a Khafra. A interpretação de Young foi baseada em um fac-símile anterior em que a tradução é a seguinte:

. que trazemos para ele: bois. e todos os legumes novos e daremos louvores a Wenofer. Khaf. a estátua feita para Atum-Hor-em-Akhet.

Desta história, pelo menos sabemos que a Esfinge foi enterrada até o pescoço novamente em 1400 AC.

Pochan (16), nota uma inscrição esculpida na rocha em frente à pirâmide de Kephren. Ele registra uma 'restauração' das duas grandes pirâmides de Gizé pelo ministro do Trabalho de Ramasses II, 'Mai, & quotgrandee of the temple de Maat, & quot e Seankh-Pa, superintendente de construção do templo de Amon em Tebas'. Pochan também menciona a semelhança com um símbolo 'esculpido profundamente na rocha, o mesmo que o símbolo misterioso que está esculpido no teto da câmara subterrânea da grande pirâmide'.

O registro de Heródoto continua sendo o primeiro relato histórico conhecido do complexo. Ele escreveu que 'Quéops' construiu a grande pirâmide (mas foi desprezado por ela). Ele disse que as pedras do invólucro tinham 'inscrições de caracteres estranhos' e foi informado de que levou 100.000 homens 20 anos para ser concluída (a Grande pirâmide), que o ferro foi usado na construção e que eles usaram 'máquinas' feitas de ' tábuas curtas de madeira para levantar os blocos.

Pochan (16), cita Heródoto sobre os dez anos de trabalho preparatório na pirâmide de Khufu da seguinte forma:

'. Então, os dez anos foram para isso (a ponte), e também para as câmaras subterrâneas na colina onde se erguem as pirâmides, que ele fez como uma tumba para si mesmo em uma ilha, trazendo um canal do Nilo.. ', e no que diz respeito à pirâmide de Khafre' pois não há câmaras sob a terra abaixo dela, nem um canal vem do Nilo para dentro dela, como aquele que flui para o outro através de um conduto de alvenaria e circunda uma ilha interna, onde o próprio Quéops é dito estar..'

Pergunta - A pirâmide estava completa na época do relatório de Heródoto?

Parece que as pedras do invólucro estavam presentes no momento de sua visita. No entanto, ele não menciona se existe um top ou não. Isso leva à ideia de que ele estava lá, como seria de se esperar que o fato fosse notado se estivesse faltando (ou ouro). Na verdade, ele dá medidas das duas pirâmides, de forma clara (e razoavelmente correta), afirmando que a pirâmide de Khafre é 40 pés mais baixo', sem mencionar o topo.

Embora os relatórios de Heródoto sejam todos claramente importantes, neste caso, não é pelos detalhes que ele inclui (ou seja, o conto da fênix, o meio pelo qual a esposa de Khufu compra os blocos para sua pirâmide, uma inscrição sobre o preço dos vegetais e 'maquinas'feito de pequenas tábuas), mas mais pelos detalhes que ele negligencia em incluir. Já foi notado, por exemplo, que o topo não é mencionado como ausente ou de alguma forma diferente do resto da pirâmide neste relatório ele não faz menção a nenhuma entrada, nem mesmo à esfinge, nem mesmo à sua cabeça (estranho? ) Há pouca sensação de admiração ou admiração natural que se esperaria de um visitante de Ghiza e, embora ele nos diga que suas informações vieram de "sacerdotes", seu relatório carece de uma série de fatos significativos ao elaborar sobre trivialidades. Vale a pena considerar o quão extensivamente ele visitou o site.

Manetho (de Sebennytos) - (c. 280-270 a.C.) - O sumo sacerdote egípcio que disse:

& quotVieram do Oriente, de maneira estranha, homens de uma raça ignóbil, que tiveram a confiança de invadir nosso país e subjugá-lo facilmente sem batalha. Toda esta nação invasora foi estilizada Hyksos, isto é Shepherd Kings & quot. (14)

O seguinte extrato pretende ser uma conversa entre Heródoto e Maneto:

Extrato de Miracle of Ages - 'No decorrer do seu questionamento ele (Heródoto) encontrou um Manetho, um sumo sacerdote egípcio, erudito e historiador, com quem conversou longamente por intermédio de um intérprete. Manetho informou ao seu distinto convidado que o arquiteto da enorme massa de pedra era um & quotPhilition & quot, ou & quotSuphis & quot, de um povo conhecido como & quotHyksos & quot, que é & quotShepherd Kings & quot. De acordo com Manetho, os Reis Pastores eram & quotidianos de raça ignóbil & quot que vieram de alguma terra desconhecida no Oriente; eles eram um bando nômade que não contava com menos de 280.000 almas; eles trouxeram com eles suas famílias e todos os bens móveis, incluindo grandes rebanhos de ovelhas e rebanhos de gado e eles "tiveram a confiança para invadir o Egito e subjugá-lo sem uma batalha". este mesmo povo, disse Manetho, derrubou a dinastia então reinante, erradicou a idolatria e se esforçou para estabelecer firmemente no lugar a adoração do Único Deus verdadeiro que completou a Grande pirâmide, migrou para o leste para a terra posteriormente conhecida como Judéia e fundou ali a cidade de Salém, que mais tarde se tornou Jerusalém, a cidade sagrada. ' Ele também fala de 'Suphis ' naquela 'Ele era arrogante com os deuses e escreveu o livro sagrado, que é considerado pelos egípcios como uma obra de grande importância ' . (7)

Pochan diz que de acordo com Manetho, ' a construção da grande pirâmide é atribuída ao reinado de Quéops (Khnum-Khufu, 4829-4766 aC), o segundo rei da Quarta Dinastia e o vigésimo oitavo rei do Egito, começando com Menes.'. Também que em seu epítome, transmitido por Sincelo, as pirâmides mais antigas mencionadas são as de Kochme (Cho, na versão armênia de Eusébio), obra de Uenephes, o quarto rei da Primeira dinastia. Ele diz que Suphis (segundo rei da quarta dinastia) construiu a grande pirâmide (nem Quéops nem Khufu?), E que a rainha Nitocris (sexto governante da sexta dinastia) construiu a terceira pirâmide. (16)

Seiss (15), acrescenta que 'Manetho é citado por Josefo e outros, como dizendo & quotTínhamos anteriormente um rei cujo nome era Timeu. Em seu tempo aconteceu, não sei como, que a divindade ficou descontente conosco e eles vieram do leste e quando tiveram nossos governantes em suas mãos, eles demoliram os templos dos deuses & quot (ver fragmentos de coreys, p 257). Timeu de Maneto é sem dúvida a mesma pessoa que o Chemes de Diodorus, os Ceops de Heródoto e o Chufu ou Suphis dos monumentos.. E essa & muitos dizem que eram árabes & quot, que deixaram Egito em grande número e foi para "Aquele país agora chamado Judéia, e lá construiu uma cidade e chamou-a Jerusalém".

(Nota: verifique o texto de Manetho em 'Fragments' de Isaac Preston Cory, Cambridge. 1832).

Josephus. - Extrato de Seiss (15)

'Josefo, o escriba erudito, apresenta como fato histórico que Seth e seus descendentes imediatos “foram os inventores daquele tipo peculiar de sabedoria que se refere aos corpos celestes e sua ordem. E suas invenções não poderiam ser perdidas antes de serem suficientemente conhecidas, após a predição de Adão de que o mundo seria destruído, eles fizeram dois pilares ( Nota: associação maçônica), uma de tijolo, outra de pedra. Eles inscreveram suas descobertas em ambos, que caso o pilar de tijolo fosse destruído pelo dilúvio, o pilar de pedra poderia permanecer e exibir essas descobertas para a humanidade. ”Ele também disse:“ Agora este (pilar) permanece na terra de Siriad (Egito) até os dias de hoje. & quot (Antiguidades Judaicas, I, 2).

Diodorus Siculus. (c. 56-60 AC) - (Livro I, 63,4-64,14).

Ele nos diz que em sua época, a Pirâmide existia 'completo e sem a menor degradação, e ainda faltou sua pedra de vértice ' .

Diodorus também afirma que os restos mortais de Quéops nunca foram enterrados ali. (7).

Extrato de Petrie: Diodorus Siculus declara a distância das pirâmides do Nilo com grande precisão. A base da Grande Pirâmide ele dá como 7 plethra, ou 700 pés gregos, contra 747 pés na realidade, portanto, ele tem precisão de menos de meio pletron. A altura, diz ele, é mais de 6 plethra e a altura de arris é, na verdade, pouco mais de 7 plethra, quando completa. Ele menciona a boa preservação da pedra, e que a junta original não foi danificada pelo tempo, mostrando que as juntas finas chamaram sua atenção. A Segunda Pirâmide ele apenas descreve aproximadamente como um estádio largo, mas isso não está muito errado, pois é 7/6 estádios. A Terceira Pirâmide ele subestima como 300 pés de comprimento, enquanto que tem 340 pés Gregos se, entretanto, ele escreveu originalmente 3 plethra, ele estaria correto em menos de meio pletron, já que ele está no tamanho da Grande Pirâmide. É notável que ele subestima ligeiramente todas as pirâmides, sendo suas afirmações, respectivamente, 0,94, 0,87 e 0,88 da verdade. Ele afirma que os lados até o 15º curso eram de pedra preta na verdade parece provável que o granito vermelho escuro terminasse no 16º curso: e ele diz que a parte superior foi revestida com a mesma pedra das outras Pirâmides, o que é claro verdadeiro para qualquer um que veja os fragmentos angulares espalhados ao redor dele. Embora Vyse tenha ficado desapontado por não encontrar o nome de Menkaura inscrito na porta, Diodoro apenas diz que estava do lado N. da pirâmide, portanto, provavelmente estava no calcário fino acima do granito.

Observação - Diodoro menciona um degrau esculpido na face da segunda pirâmide (Khafre).

O relato de Strabo. (24 AC) - ('Geographica').

Estrabão, um geógrafo / historiador greco / romano, chegou no século I DC. Ele gravou uma entrada no Sul (Na verdade o norte) rosto que tinha uma porta 'escondida' -

& quot A maior (pirâmide), um pouco acima de um lado, tem uma pedra que pode ser retirada, ( exairesimon, exemptilem) que sendo levantado (arqentoV, sublato) há uma passagem inclinada para as fundações . & quot

Extrato de Petrie: O relato de Strabo é menos cuidadoso nas dimensões, meramente dando aproximadamente um estádio para a altura e base de cada uma das pirâmides maiores, e dizendo que uma é um pouco maior que a outra. Como essas dimensões variam de 0,85 a 1,25 estádios, ele é, pelo menos, tão preciso quanto afirma ser. Ele dá a descrição inestimável da porta da Grande Pirâmide, que. tão exatamente está de acordo com a única porta remanescente de uma pirâmide. Ele também menciona a Terceira Pirâmide sendo revestida quase até o meio com uma pedra preta de Etiópia.

Strabo também afirmou que essa entrada levava a uma passagem estreita e baixa, de cerca de 1,2 m por 1,2 m, que descia 374 m em uma cova úmida e infestada de vermes cavada na rocha a 150 pés abaixo da base da pirâmide.

O relato de Plínio. (20 DC) - (De 'História Natural ' : Livro 36).

Plínio cita Heródoto sobre o preço dos vegetais, mas, além disso, seu relato fornece novas informações. Ele escreveu isso 'No interior da maior pirâmide existe um poço, de oitenta e seis côvados de profundidade, que se comunica com o rio, pensa-se', e 'É afirmado pela maioria das pessoas que o único motivo para construí-los foi a determinação [pelos reis] de não deixar seus tesouros para seus sucessores. . . ou para evitar que as classes mais baixas fiquem desocupadas'. (Ref: história natural). .

Cálculo: De Petrie e Plínio: -

1 côvado egípcio = aproximadamente 20,541 polegadas:

86 X 20,541 = 1766,526 polegadas

1766,526 / 12 = aprox 147.21 pés (44,6 metros)

O Poço pode ser dividido em sete seções, com as três seções superiores passando por 60 pés de alvenaria de calcário e os segmentos inferiores sendo tunelados através de outros 150 pés de rocha natural.

Extrato de Petrie: Plínio dá uma medida mais exata do que qualquer outro autor antigo, afirmando que a base da Grande Pirâmide é de 883 pés. Isso exigiria um pé de 10,2705 polegadas e isso é apenas metade do côvado de 20,541, ou uma forma bastante curta do côvado egípcio. Tomando o côvado médio, não podemos tributá-lo com um erro maior do que 1/230 do todo, o que é tão próximo quanto algumas das medidas mais confiáveis ​​tomadas neste século.

Plínio disse que 360.000 homens eram necessários e que levou 78 anos e quatro meses para completar as três pirâmides. Como ele cita Heródoto em outro lugar, talvez esta seja apenas uma extensão de sua figura original. Ele apresenta alguns métodos de construção diferentes e diz que a terceira pirâmide foi construída por uma mulher chamada 'Rodopis', que já foi escrava cortesã de Esopo. Ele também observa que os habitantes locais 'tinham o hábito de subir neles'.

Plínio também disse 'Os autores que escreveram sobre eles são Heródoto, Euhemerus, Durius, Samius, Aristagoras, Dionysius, Artemedorus, Alexander, Polyhistor, Butorides, Autisthenes, Demetrius, Demoteles e Apion.' (15)

Comentário - Plínio faz apenas uma referência ao interior da pirâmide e termina com as palavras 'é pensamento'. Podemos supor que ele não entrou. Ele também não faz referência ao topo que falta. Suas informações sobre o poço são reveladoras. Quem disse a ele e como eles sabiam?

Al-Mamuns Entry . (820 DC).

A primeira 'entrada forçada' registrada pelo 7º califa abássida, Al-M am un de Bagdá, filho de Harun Al-Rashid dos 'cavaleiros árabes', califa do Cairo. É geralmente considerado que ele foi a primeira pessoa a entrar novamente nas partes superiores desde o fechamento das pirâmides. Infelizmente, como o coronel H. Vyse apontou “O único fato que parece ter sido estabelecido pelos autores orientais aos quais nos referimos agora (os árabes) é a abertura da Grande pirâmide por Al Mamoun e mesmo disso, não existe nenhum relato distinto ou racional.' (15).

De acordo com a maioria das versões, ele chegou à Pirâmide com um exército de estudiosos (operários, engenheiros, arquitetos e pedreiros). Durante dias, eles vasculharam a superfície em busca de uma entrada, mas não conseguiram nada. Ele aparentemente decidiu entrar pela força no 7º nível de alvenaria. (A entrada real é no 19º curso). Tendo cavado ou explodido seu caminho através de aproximadamente mais de 30 metros de alvenaria, eles aparentemente ouviram (a cerca de 24 pés de distância através de alvenaria sólida), o som de uma pedra caindo, em cujo ponto eles se viraram em direção ao ruído e eventualmente invadiram a passagem descendente . Nesse ponto, eles aparentemente perceberam que o bloco prismático caído havia ocultado anteriormente a boca da passagem ascendente e, assim, cavado ao redor dos blocos de granito.

Extrato do Milagre dos Séculos - 'Toda a passagem ascendente, para grande consternação deles, estava cheia de grandes pedras soltas. Quando um foi removido, o próximo, sob o peso dos outros acima, deslizou para o lugar do primeiro. Finalmente o último bloco foi removido. Eles entraram na Grande Galeria. Um ou dois pararam para examinar e olhar atentamente para dentro do poço. Na câmara da rainha, os homens forjaram para dentro da ante-câmara para onde iam. Ainda assim, as riquezas prometidas os iludiram. Por baixo das últimas pedras suspensas, eles rastejaram, saindo para a bela câmara do Rei. Infelizmente, o cofre estava vazio & quot. A conta continua 'Naquela noite, sob a cobertura da escuridão, enquanto seus homens cansados ​​dormiam profundamente, Mamoun, que era muito rico, carregou, com a ajuda de alguns oficiais de confiança, muitas moedas de ouro para um local adjacente à pirâmide e as enterrou com segurança. No dia seguinte, ele confrontou seus homens e com sua maneira grandiosa anunciou que em uma visão durante a noite Allah havia revelado a ele onde estava a riqueza que eles estavam procurando. O homem cavou no local dirigido pelo califa e logo descobriu o esconderijo de ouro '.

Existem problemas associados à história de Al-Mamun:

Várias pirâmides já haviam sido abertas, e as passagens polares descendentes seriam de conhecimento geral na época de Al-Mamun. A presença de uma entrada e de túneis internos na grande pirâmide foi registrada por Plínio, Estrabão, etc. Como sabemos que a pirâmide estava lacrada quando ele chegou, é preciso perguntar por que ele começou a cavar onde fez (fora do centro ), e por que ele continuou a cavar horizontaly na pirâmide por tanto tempo (mais de 30 metros), quando nenhuma outra pirâmide tem câmaras ou corredores superiores.

Sua passagem leva em uma linha quase (estranhamente) direta à junção da passagem ascendente e descendente. Embora Petrie afirme que o túnel foi cortado pela 7ª fiada de alvenaria, ele também mostra que ele passa pela 6ª fiada. Atualmente, é cortado em pelo menos dois (a altura de uma pessoa média). É curioso que a 6ª fiada de alvenaria seja também o nível superior da pedra de fundo que escondia os blocos de granito. Isso significa que eles teriam cavado apenas um nível acima da junção real das passagens descendentes e ascendentes. Enquanto o túnel certamente desce e sai, só o faz no final, após a passagem ascendente, e na ponta dos bujões e junção do granito.

É realmente possível ouvir / sentir uma queda de pedra a 4 pés, de trás de aproximadamente 24 pés de pedra sólida, e identificar sua direção exata, presumivelmente durante a escavação etc.

Pergunta - Al-Mamun estava tentando alcançar os 'plugues' de granito especificamente?

Resposta -Se a entrada norte original foi realmente perdida quando ele chegou, ele correu um risco incrível (quase tolo), cavando na pirâmide do jeito que fez. Como as passagens 'polares' nas pirâmides já eram bem conhecidas, é provável que ele tivesse mais informações disponíveis na época.

As mesmas conclusões foram alcançadas por Mark Foster e Ralph Ellis ('Visão em túnel, sobre a grande pirâmide'), que acreditam que o 'Passagens de teste'foram deixados como uma pista, que Al Mamun percebeu isso e a razão pela qual ele cavou um grande'saída'túnel era' tirar algo 'da pirâmide, e que ele tinha com ele a tampa do cofre - agora a K'aba de Meca. Uma teoria interessante.

A principal crítica a esta teoria é que as 'passagens de teste' não são as mesmas. Na verdade, eles apresentam diferenças distintas. (ou seja, por que eles não tentaram encontrar o túnel vertical acima dos plugues).

Uma laje de pedra (6ftx4ft), foi relatada por 'Maillet' na Antecâmara (veja abaixo)

O K'aba não deveria ser um meteorito?

Embora a maioria dos livros sobre a Grande Pirâmide fale sobre a primeira 'entrada forçada' de Al-Mamun, a seguinte citação de ' Egito - Deuses, mitos e religião ', cria uma versão totalmente diferente dos eventos. - Na verdade, é muito provável que os homens de Al-Mamuns tenham feito uso de uma passagem criada por ladrões antigos. Um homem chamado Denys de Telmahre, o patriarca jacobita de Antioquia, estava presente quando Al-Mamun entrou na pirâmide e afirma que a pirâmide já havia sido aberta antes da visita. A mesma, mas (embora domada) história foi registrada por Abu Szalt da Espanha. Em vez de um tesouro fabuloso, ele relata que os homens de Al-Mamun descobriram apenas um sarcófago com alguns ossos velhos dentro. . Se for o caso de ter sido inserido à força antes, então nos deparamos com um novo conjunto de questões (ou seja, quem e quando).

Está registrado que após a entrada, Al-Mamun primeiro rastejou de volta para encontrar a entrada original, então desceu o corredor descendente para a câmara subterrânea, lá ele relatou marcas de tochas no teto da Câmara Subterrânea. Se for esse o caso, é curioso que a saída inferior do poço não tenha sido notada. Aparentemente, ele continuou subindo para a câmara da Rainha e ordenou que o buraco na parte de trás do 'nicho' fosse cavado. Ele continuou subindo, passando pela grande galeria até a câmara do rei, onde aparentemente não encontrou nada além do cofre já aberto. Isso é também acreditava que também era responsável pelas escavações sob o cofre e pelo grande furo no chão da parede norte. (10)

Comentário - A direção do buraco que Al-Mamun cavou está além do acaso. Devemos considerar a probabilidade de que ele fosse especificamente tentando para alcançar as partes superiores. É possível que, se assim fosse, as partes superiores já tivessem sido previamente rompidas.

Masoudi (morreu 956 DC) - (Extrai de 'Meadows of Gold e Mines of Gems ').

(Extrato: Masoudi - (Abu'l Hassan Ma'sudi) (345 A.H))

Ele (Surid) também ordenou que os sacerdotes depositassem sua sabedoria dentro deles (As pirâmides), relatos escritos de sua sabedoria e aquisições nas diferentes artes e ciências com os escritos dos sacerdotes contendo todos os tipos de sabedoria, os nomes e propriedades da medicina plantas, e as ciências da aritmética e geometria, para que permanecessem como registros, para o benefício daqueles que pudessem depois compreendê-las. Na pirâmide oriental (Grande pirâmide) foram inscritas as esferas celestes, e figuras representando as estrelas e planetas O rei , também, depositou as posições das estrelas e seus ciclos junto com a história e crônica do tempo passado, do que está por vir, e de todos os eventos futuros que aconteceriam no Egito' (2) .

'Quando questionado sobre a construção das pirâmides, ele disse, & quotEles eram os túmulos de reis. Quando um de seus reis morreu, seu corpo foi colocado em uma bacia de pedra, semelhante ao que é chamado de djaroun em Egito e Síria a tampa foi selada, então começaram a construir, tendo determinado a altura da pirâmide com antecedência. Eles colocaram o sarcófago no centro da estrutura e continuaram a elevar a abóbada até atingir o oito que você vê & quot

& quotA porta foi colocada sob a própria pirâmide, e alguém entrava por uma passagem subterrânea abobadada, que poderia ter 100 ou mais côvados de comprimento, cada pirâmide tinha tal porta e entrada & quot.

& quotMas, & quot ele perguntou, & quotComo as pirâmides lisas foram construídas? Como os trabalhadores poderiam subir e trabalhar? Com a ajuda de que maquinário eles conseguiram transportar essas enormes pedras, uma das quais não pode ser levantada agora sem um esforço incrível, se é que é? & quot

O copta respondeu & quotEles construíram as pirâmides em camadas sobrepostas, passo a passo, como uma escada, e então as poliram de cima para baixo. Este era o procedimento de trabalho dessas pessoas que combinavam força admirável e paciência com respeito religioso por seus reis.& quot.

Ele foi questionado por que as inscrições que cobrem as pirâmides e os templos eram indecifráveis. Ele respondeu: & quotUma vez que os homens eruditos e aqueles que usaram esta escrita desapareceram, e O Egito foi ocupado por uma sucessão de povos estrangeiros, o alfabeto grego e a escrita prevaleceram. À medida que os coptas se familiarizaram com esta escrita, eles a usaram e combinaram as letras com as de seu próprio alfabeto a partir de seu contato com os gregos, resultando em uma escrita relacionada tanto ao grego quanto ao copta antigo, e assim perderam a compreensão da escrita de seus ancestrais . & quot (16).

Este texto é um provável candidato à origem da teoria "profética" da pirâmide. É sugerido por Davidson que a origem das tradições coptas das quais os árabes registraram são, na verdade, referências errôneas aos 'textos da pirâmide', que se confundiram com fatos conhecidos da Grande Pirâmide.

Ibn al-Nadim - Extrato de ' O índice' (16)

“Esses monumentos - isto é, as pirâmides - têm um comprimento de 480 côvados hachemique e uma largura que também é 480 côvados. O edifício recua à medida que se ergue da base e, no cume, as dimensões são de apenas 40 côvados, isso foi feito intencionalmente e por projeto. No meio do planalto foi construída uma bela câmara, dentro da qual foi erguida uma espécie de mausoléu. No topo do túmulo estão dois magníficos blocos perfeitamente vestidos, encimados por duas estátuas de pedra que representam um homem e uma mulher frente a frente. O homem segura na mão uma tábua de pedra coberta com escrita e a mulher um espelho e uma tábua de ouro decorada com entalhes maravilhosos. Entre os dois pedestais está um vaso de pedra lacrado com uma tampa de ouro levantando a tampa, percebe-se uma espécie de resina seca inodora na qual foi colocada uma caixa de ouro contendo uma quantidade de sangue, que, ao ser exposta ao ar, mostra a coagulação peculiar ao sangue, então seca. Os túmulos são selados com tampas de pedra que, ao serem retiradas, revelam, em um dos túmulos, um homem deitado de costas, perfeitamente preservado e seco, sua carne, assim como seus cabelos, ainda é visível. No sarcófago vizinho está o corpo de uma mulher na mesma posição e condição do homem '.

'O pavimento é perfurado por uma passagem do tamanho de um homem que mergulha como um túnel, sua abóbada é feita de pedra, onde se encontram retratos e estátuas sentadas ou em pé, e uma quantidade de outras coisas, cujo significado não é conhecido'.

170 DC (falecido) - Abdallah Muhammed bin Abd ar-Rahim al Kaisi - (Extratos de 'Presente para o insight')

& quotAs pirâmides têm todos os quatro lados, enquanto cada lado é um triângulo. O número deles é 18. Oposto de Misr al-Fustat (Cairo) são três pirâmides. O maior deles tem uma circunferência de 2.000 ells, com 500 ells de cada lado e uma altura de 500 ells. Cada pedra tem 30 ells de largura e 10 ells de espessura e é preparada e adaptada ao que há de melhor. Perto da cidade do Faraó José há uma pirâmide muito maior do que esta. Sua circunferência é de 3.000 ells, sua altura é de 700 ells. Cada uma das pedras com que é construída tem 50 metros de comprimento. Perto da cidade do Faraó Moisés, há algumas pirâmides ainda maiores e mais poderosas, e uma pirâmide, chamada pirâmide de Maidum, é tão grande quanto uma montanha. Ela consiste em cinco camadas. Al-Mamun abriu a grande pirâmide oposta a al-Fustat. Entrei nele e vi uma grande câmara abobadada, que era quadrada no chão e redondo no início da cúpula. No meio desta câmara está um poço quadrado com 10 ells de profundidade. Se alguém descer lá, verá uma porta em qualquer um de seus quatro lados (depois uma descrição de algumas múmias). Na câmara abobadada há uma abertura que leva a uma passagem para o ponto mais alto da pirâmide, mas não há degraus nela. Tem 5 vãos de largura (cerca de 1 metro). Diz-se que no tempo de el-Mamun eles subiram lá e chegaram a uma pequena câmara abobadada onde o estátua de um homem foi encontrada & quot.

Uma possível conta de entrada se assumirmos que a 1ª câmara abobadada é a Galeria, e a 2ª câmara dos Reis. Difícil de explicar as características redondas da cúpula (Possivelmente a pirâmide de Menkaure).

1236-45 DC - Edresi:

Petrie diz sobre ele: - 'O relato claro e não exagerado das passagens da Grande Pirâmide dada por Edresi, merece destaque por sua superioridade sobre o maior número de relatos árabes'.

Existem alguns itens de informação em sua conta que podem ser dignos de nota. Em primeiro lugar, ele é citado por Vyse dizendo ' Para a direita dele, que sobe, é um bem situado entre as duas ruelas (passagem ascendente e Grande Galeria), e a porta já mencionada (passagem horizontal para Câmara da Rainha), mas abaixo do segundo beco '(5). A menção dos recessos cortados nas laterais da grande galeria dão crédito ao seu relato pessoal.

Ele também tem algumas coisas interessantes a dizer sobre a câmara das 'Rainhas'. O seguinte é um extrato de Petrie - '(ele) menciona um vaso vazio na Câmara da Rainha e que esta não era uma noção confusa do cofre agora conhecido, é provado por ele dizer que na Câmara do Rei "um vaso vazio é visto aqui semelhante ao anterior", se quaisquer fragmentos de um cofre permaneceram lá, entre a grande quantidade de pedra escavada do chão e do nicho, é quase impossível indagar, uma vez que aquele lixo agora está todo atirado para vários buracos e espaços. Caviglia, no entanto, não encontrou um cofre ao limpar a câmara, mas os fragmentos podem ter sido facilmente esquecidos '.

Além das implicações de outro cofre, Edresi também escreveu que 'No telhado da sala estão escritos os personagens mais antigos dos sacerdotes pagãos'. Lawton e Ogilvie-herald (5) acertadamente apontam que se a escrita fosse em árabe ou latim, Edresi teria entendido sua origem. A sugestão é que eles eram hieróglifos egípcios.


A Vida dos Trabalhadores da Pirâmide

Em 1990, vários túmulos humildes para trabalhadores da pirâmide foram encontrados a uma distância surpreendentemente curta dos túmulos dos faraós. Lá dentro, os arqueólogos descobriram todos os bens necessários que os trabalhadores da pirâmide precisariam para navegar na passagem para a vida após a morte - gentilezas básicas que dificilmente seriam concedidas aos escravos comuns.

Mas isso não é tudo. Os arqueólogos também passaram anos escavando um vasto complexo que se acredita ter sido uma casa em tempo parcial para milhares de trabalhadores.O local é chamado de Heit el-Ghurab e provavelmente também fazia parte de uma grande cidade portuária ao longo do rio Nilo, onde alimentos e suprimentos para os trabalhadores da pirâmide, bem como materiais de construção da pirâmide, eram importados de toda a região. Dentro dos escombros de Heit el-Ghurab, eles encontraram evidências de grandes barracões onde 1.600 ou mais trabalhadores poderiam ter dormido juntos. E os arqueólogos também descobriram extensos vestígios de muitas refeições que comeram, incluindo pão abundante e grandes quantidades de carne, como gado, cabra, ovelha e peixe.

Os grafites desses trabalhadores também podem ser encontrados em todos os edifícios que eles criaram. As marcas, escritas em egípcio, estavam escondidas em blocos dentro das pirâmides e nunca deveriam ser vistas. Eles registram os nomes de várias gangues de trabalho, incluindo “os bêbados de Menkaure” e “os seguidores da poderosa coroa branca de Khufu”. (Ambas as gangues receberam o nome dos respectivos faraós de sua época.) Outras marcas significam cidades e regiões do Egito. Alguns parecem funcionar como mascotes que representam uma divisão de trabalhadores e apresentam imagens de animais como íbis.

Juntos, esses hieróglifos fornecem aos arqueólogos dicas sobre a origem dos trabalhadores, como eram suas vidas e para quem trabalhavam. Em nenhum lugar os arqueólogos encontraram sinais de escravidão ou trabalhadores estrangeiros. Enquanto isso, há ampla evidência de arrecadação de impostos sobre o trabalho em todo o Egito antigo. Isso levou alguns pesquisadores a sugerir que os trabalhadores podem ter feito rodízio em turnês de construção, como uma forma de serviço nacional. No entanto, também não está claro se isso significa que os trabalhadores foram coagidos.


Como os egípcios construíram as pirâmides?

Khufu construiu a Pirâmide de Gizé em um período de 22 anos.
(Imagem: Lua Carlos Martins / Shutterstock)

Primeira Etapa: Construindo uma Base de Nível

Como os egípcios construíram as pirâmides? Primeiro, como sabemos, você não pode construir uma pirâmide na areia. A areia é instável. Ele muda, se move. Então, eles limparam a rocha até o alicerce e, em seguida, nivelaram o alicerce. Agora, como nivelar uma área de 13,5 acres? A base da Grande Pirâmide & # 8217s tem 13,5 acres. A teoria prevalecente é que eles cavaram canais e os encheram de água. Onde quer que a água escorra, saberá que é mais baixa do que o resto da base.

Recentemente, foram feitas pesquisas muito cuidadosas sobre a base da Grande Pirâmide. E nunca varia mais do que cinco centímetros em 13,5 acres. Isso é precisão. É um ótimo acabamento, mas não é de alta tecnologia. Você não precisa de matemática avançada para construir uma pirâmide.

Construindo a Estrutura das Pirâmides

Agora que as fundações foram niveladas, como eles trouxeram todos aqueles blocos para o local? Em primeiro lugar, eles não precisavam trazer muitos deles para o site. As pedreiras ficavam bem ao redor da pirâmide. Pode-se, até hoje, caminhar ao redor da pirâmide e ver as pedreiras.

Portanto, muito do trabalho em pedra da pirâmide vem de seu entorno. O melhor calcário para o invólucro, para aquela superfície externa lisa, veio de mais longe, foi flutuado através do Nilo e então colocado no lugar.

Esta é uma transcrição da série de vídeos História do Egito Antigo. Assista agora, Wondrium.

O interior da Grande Pirâmide é uma maravilha. Na verdade, existem duas entradas. Uma das entradas é uma entrada de ladrões do século IX, que os turistas usam hoje. As pessoas não entram na entrada original. Isso é mais alto. Isso está selado. A entrada real da pirâmide foi coberta com o calcário branco. Ninguém sabia onde ficava essa entrada nos tempos antigos.

Uma das entradas bloqueadas da pirâmide de Gizé, fornecendo informações importantes sobre a construção das pirâmides. (Imagem: Olaf Tausch / CC BY 3.0 / Domínio público)

O enterro de Khufu foi acima do solo, bem no alto da pirâmide. Agora, como alguém chega tão alto? Existe uma passagem notável para chegar à câmara mortuária. Chama-se Grande Galeria. É uma sala que ainda está sendo debatida sobre para que foi usada. Tem 28 pés de altura. É estreito. Possui telhados consolados.

Tem 3 metros de largura e vai até o topo da pirâmide interna. Ninguém sabe exatamente por que foi construído. Algumas pessoas pensam que guardaram blocos naquela Grande Galeria que seriam deslizantes para selar a entrada.

Uma ilustração da Grande Galeria na Pirâmide de Gizé, fornecendo informações sobre como as pirâmides foram construídas. (Imagem: Pprevos / CC BY-SA 3.0)

Você sobe nesta Grande Galeria e, em seguida, chega à câmara mortuária. Existem alguns quebra-cabeças sobre a câmara mortuária. Um deles, dentro da câmara mortuária, é o sarcófago, o sarcófago de pedra de Khufu, a única coisa encontrada dentro da câmara mortuária. E isso é tudo o que existe. Ninguém foi encontrado, nenhuma inscrição na câmara mortuária. E este sarcófago é cerca de cinco centímetros mais largo do que a porta que leva à câmara mortuária. É um pedaço de pedra, o sarcófago, mas é cinco centímetros mais largo que a porta.

Agora, o que isso significa é que eles colocaram o sarcófago na câmara mortuária antes que a pirâmide estivesse completa. Provavelmente foi uma tentativa de evitar o roubo de túmulos, então os ladrões não conseguiram arrastar o sarcófago para fora. Eles o colocaram e então construíram a câmara ao redor dele.

Outra coisa interessante sobre a câmara mortuária é o teto. O pai de Khufu, Sneferu, já havia resolvido o problema do telhado. Como alguém constrói um telhado que não racha com o peso da pirâmide acima dele? Por adulteração - passos indo para dentro, para dentro, para dentro, até o topo do teto.

Mas quando você entra nesta câmara mortuária, não há nenhum cachorrinho. São grandes lajes de granito atravessando o topo. Por que eles não quebram? Tem todo o peso da pirâmide acima dela. Khufu encontrou uma solução interessante para esse problema. É câmaras de alívio.

Se você conseguir chegar acima da câmara mortuária, há uma pequena câmara chamada câmara de alívio. É muito pequeno. Você terá que engatinhar e se agachar. É uma câmara que tem cerca de, talvez, um metro de altura e isso tira um pouco da pressão do teto. Acima disso está outra câmara de alívio e, acima dela, outra câmara de alívio. E bem no topo, acima das câmaras de alívio, estão dois enormes blocos de pedra formando um triângulo, um triângulo invertido, como uma pirâmide.

Isso tira a pressão das câmaras de alívio, de modo que toda a força do peso da pirâmide é distribuída por toda a pirâmide, longe do teto. É um pouco como um teto com consolo, apenas suavizado na forma deste & # 8216V & # 8217 invertido, um triângulo.

Carregando pedras pesadas no topo da pirâmide

Existem algumas questões muito interessantes sobre a Grande Pirâmide. Como você leva as pedras até o topo? É muito íngreme para puxar uma pedra pesando até três toneladas? Existem duas teorias.

Uma das teorias é a teoria da rampa: você constrói uma rampa longa e as pedras são içadas pela rampa e, quando você termina a pirâmide, remove a rampa. Agora, para algo do tamanho da Grande Pirâmide, subindo 120 metros no ar, a rampa teria que ter mais de quatrocentos metros de comprimento. A rampa seria um grande projeto de engenharia. Mas sabemos que eles usaram rampas porque no Templo de Karnak contra uma das paredes há uma rampa de tijolos de barro que eles usaram para levantar blocos. Então, talvez eles tenham usado essa técnica.

A outra possibilidade é o que chamamos de switchback. É como, quando você sobe uma estrada na montanha, seu carro está girando pela estrada. Não sobe direto montanha. Ele gira e gira e gira. Essa é a técnica que eles podem ter usado para colocar os blocos no topo. Eles podem ter tido o equivalente a uma estrada em ziguezague subindo em espiral ao redor da pirâmide até você levantar os blocos e então começar a preencher. Essas são as duas teorias. Nós realmente não sabemos qual é o correto.

Mas não era necessária matemática avançada para fazer isso, era necessária uma medição cuidadosa. Por exemplo, outra medida cuidadosa foi que os lados da Grande Pirâmide estavam perfeitamente alinhados nos quatro pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste. Os egípcios sabiam fazer isso observando cuidadosamente as estrelas. Eles poderiam fazer isso com a Estrela do Norte, então alguém poderia fazer isso.

Isso exigia um ótimo acabamento, mas não coisas de alta tecnologia. Por exemplo, alguns dos blocos de revestimento de calcário ainda estão no lugar. Você não pode colocar um pedaço de papel entre eles, eles se encaixam perfeitamente. Isso é notável. É um artesanato maravilhoso, especialmente em algo tão grande. E pense nisso, tudo isso foi feito em 22 anos, o reinado de Khufu. Uma conquista notável.

Perguntas comuns sobre como os egípcios construíram as pirâmides

As pirâmides foram construídas com mão de obra pura e reunindo dezenas de milhares de trabalhadores. As pedras foram supostamente puxadas pelo deserto com cordas e trenós.

Os egípcios usaram diferentes ferramentas para construir as pirâmides, incluindo picaretas e cinzéis de cobre, martelos de granito, dolerita e outras ferramentas de pedra dura.

Tivemos que desenvolver ideias e teorias a respeito da construção de pirâmides, uma vez que os egípcios propositalmente não deixaram nenhum registro de como construíram suas pirâmides.

Heródoto foi informado pelos egípcios que levou vinte anos para uma força de 90.000 escravos oprimidos construir a pirâmide, mas agora sabemos que esses eram homens livres do Egito que construíram essas pirâmides.


Egito Antigo e a História das Pirâmides

A história por trás da construção de pirâmides foi de muito trabalho, resiliência e esforços. Mas as pirâmides não deram certo da primeira vez. As pirâmides do deserto muitas vezes desabaram enquanto estavam sendo construídas. E Sneferu, considerado o maior Faraó, suportou os desastres para descobrir como corrigi-los. Mas Sneferu fez mais do que isso: tornou o Egito uma potência internacional e estabeleceu padrões artísticos que durariam milhares de anos.

As pirâmides de degraus do Egito

A construção da pirâmide de degraus foi uma progressão arquitetônica. Inicialmente, havia sepultamentos nas caixas de areia que não funcionaram. As pessoas foram enterradas em tumbas escavadas na rocha no solo para que a areia não fosse levada ou levada pelo vento. Então, a próxima ideia veio para enterrar os mortos em uma cova de pedra ou uma estrutura semelhante a um banco chamada mastaba, onde as pessoas poderiam ir prestar suas homenagens. Imhotep, o arquiteto da pirâmide de degraus, finalmente teve a ideia de colocar um mastaba para seu Faraó Zoser na Pirâmide Escalonada de Saqqara, o primeiro edifício em pedra na história do mundo.

A pirâmide de degraus, onde o faraó Zoser foi colocado no subsolo em uma cova de rocha, era o mesmo cemitério básico, mas uma fantasia mastaba. Essa não era uma pirâmide verdadeira com lados lisos. Foi Sneferu quem lhes mostrou como fazer isso.

Quem foi Sneferu?

Apenas alguns retratos de Sneferu estão disponíveis, com o queixo recuado, ele não se parece com um grande faraó forte. Havia um monumento incompleto dele, em estela, uma escultura de pedra de topo redondo, encontrado no Museu Egípcio no Cairo.

O rei Sneferu foi considerado um Faraó acessível em sua época. (Imagem: Juan R. Lazaro / CC BY (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)

Sneferu também foi o primeiro faraó a esculpir seu nome em uma cartela, uma forma oval que representava o domínio do rei sobre a terra. Ele foi um inovador que passou a fazer coisas novas, que incluíam tentar a primeira pirâmide verdadeira.

Primeira pirâmide de Sneferu

A primeira pirâmide construída por Sneferu foi chamada de Pirâmide Meidum. Parecia mais uma torre medieval do que uma forma de pirâmide, com areia na base, quase 50-100 pés de altura.

Sneferu construiu uma pirâmide de degraus como Zoser & # 8217s, mas também preencheu os degraus com uma bela pedra calcária branca para criar uma pirâmide verdadeira, que não funcionou. A pirâmide nunca foi usada porque o revestimento de calcário usado para envolvê-la estava escorregando, tornando toda a pirâmide instável. A Pirâmide Meidum foi a primeira tentativa de uma pirâmide verdadeira.

Inovações de Sneferu

Sneferu inovou coisas que foram usadas pelos próximos faraós. Havia uma passagem que levava a um vale, onde ele mandou construir um templo, chamado de templo do vale. Acreditava-se que o corpo do faraó foi mumificado neste templo do vale por uma cerimônia sagrada onde os sacerdotes carregavam seu corpo para a pirâmide através da passagem para o enterro.

Este templo foi chamado de templo mortuário, localizado ao lado da pirâmide. Era mais como um complexo usado pelo faraó para que os sacerdotes pudessem vir e fazer oferendas.

Adicionando Recursos à Pirâmide

Sneferu acrescentou inovações às pirâmides, incluindo o primeiro cemitério acima do solo, que estava muito à frente de seu tempo. Zoser, o construtor da pirâmide escalonada, foi enterrado no subsolo com apenas uma pirâmide escalonada acima dele. Em vez disso, Sneferu decidiu enterrar seu corpo acima do solo.

O corpo do faraó foi colocado dentro da pirâmide, com milhões de libras de pedras no teto da câmara mortuária. Para evitar rachaduras, um teto com consola foi feito na câmara mortuária onde as paredes de pedra foram construídas, cada camada movendo-se para dentro criando um teto com consola. Parecia um arco feito de degraus, entrando, até o topo tendo apenas uma ou duas polegadas para o último bloco. Todo o peso da pirâmide foi distribuído por toda a pirâmide.

Um teto com consola era uma maneira inteligente de distribuir o peso da pirâmide. O sepultamento de Sneferu & # 8217 se tornou o primeiro sepultamento acima do solo por causa do teto consolado.

Esta é uma transcrição da série de vídeos História do Egito Antigo. Observe agora, Wondrium.

The Bent Pyramid - The Inside Story

Depois de construir uma pirâmide não utilizada, Sneferu começou a construir a próxima em Dahshur, que foi chamada de Pirâmide Torta. Recebeu esse nome porque começou em um bom ângulo e, ao chegar ao topo, dobrou. Mas havia grandes problemas com essa pirâmide. Os cantos da Pirâmide Curvada foram construídos em terreno instável que começou a se mover.

As paredes tinham fendas enormes que começaram a se mover para dentro. Para impedi-los de mais colapsos, os cedros do Líbano foram usados ​​para separar as paredes. Uma dobra no topo foi feita porque exigia menos pedra e o acabamento era mais rápido. Mas essa pirâmide também foi abandonada. A Pirâmide Torta era quase tão grande quanto a Grande Pirâmide de Gizé.

Pirâmide Vermelha-Snefaru e Terceira Pirâmide # 8217s

Sneferu construiu uma terceira pirâmide, a Pirâmide Vermelha, que era assim chamada porque, quando costumava brilhar ao sol, parecia vermelha, e é onde Sneferu foi enterrado. A Pirâmide Vermelha foi a primeira pirâmide verdadeira da história do mundo. Sneferu, o faraó, mostrou ao mundo como construir pirâmides verdadeiras, apesar de encontrar vários problemas.

Perguntas comuns sobre a história das pirâmides

Sneferu construiu três pirâmides, a saber, Meidum, Bent e a Pirâmide Vermelha, que se acredita serem as mais proeminentes.

A pirâmide vermelha foi a primeira grande pirâmide verdadeira que foi construída pelo Faraó Sneferu e é onde ele foi enterrado.

Era chamada de Pirâmide Vermelha porque, quando o sol costumava brilhar sobre ela, parecia vermelha.

A Pirâmide Curvada começou em um bom ângulo e, ao chegar ao topo, dobrou-se, por isso é chamada de Pirâmide Curvada.


Pelo menos desde a época dos gregos antigos, tem havido um debate considerável sobre como exatamente os egípcios construíram a Grande Pirâmide do rei Khufu em Gizé.

A reconstrução de uma pedra de cinzelamento do trabalhador da pirâmide em uma pedreira © Poucos textos sobre métodos de engenharia egípcios sobreviveram aos séculos e, nos últimos anos, a arqueologia experimental tem sido o principal meio para descobrir os métodos usados ​​para construir a estrutura. Apesar disso, ainda existem muitas questões relativas à extração, preparação e transporte dos blocos de construção de pedra, sem falar dos métodos pelos quais eles foram colocados meticulosamente na posição. E ainda há perguntas sobre como o edifício gigantesco foi erguido em uma base totalmente horizontal e alinhado precisamente com as estrelas.


Pirâmides egípcias

o Pirâmides egípcias são antigas estruturas de alvenaria localizadas no Egito. Fontes citam pelo menos 118 pirâmides egípcias identificadas. [1] [2] A maioria foi construída como tumba para os faraós do país e seus consortes durante os períodos do Império Antigo e Médio. [3] [4] [5]

As primeiras pirâmides egípcias conhecidas são encontradas em Saqqara, a noroeste de Memphis, embora pelo menos uma estrutura semelhante a uma pirâmide tenha sido encontrada em Saqqara, datando da Primeira Dinastia: Mastaba 3808, que foi atribuída ao reinado do Faraó Anedjib, com inscrições e outros vestígios arqueológicos do período, sugerindo que pode ter havido outros. [6] O mais antigo entre estes é a Pirâmide de Djoser construída c. 2630–2610 AC durante a Terceira Dinastia. [7] Esta pirâmide e seu complexo circundante são geralmente considerados as estruturas monumentais mais antigas do mundo construídas com alvenaria revestida. [8]

As pirâmides egípcias mais famosas são as encontradas em Gizé, nos arredores do Cairo. Várias das pirâmides de Gizé estão entre as maiores estruturas já construídas. [9] A Pirâmide de Khufu é a maior pirâmide egípcia. É a única das Sete Maravilhas do Mundo Antigo ainda existente. [10]


Quem construiu as pirâmides egípcias & # 038 como eles fizeram isso ?: Novas evidências arqueológicas acabam com mitos antigos

Embora seja certamente mais plausível do que hipóteses como antigos alienígenas ou lagartos, a ideia de que escravos construíram as pirâmides egípcias não é mais verdadeira. Deriva de leituras criativas de histórias do Antigo Testamento e dos óculos em tecnicolor Cecil B. Demille, e foi um clássico sobre o que é usado pelos apologistas da escravidão. A noção "atormentou estudiosos egípcios durante séculos", escreve Eric Betz em Descobrir. Mas, ele acrescenta enfaticamente, “Os escravos não construíram as pirâmides”. Quem fez?

A evidência sugere que eles foram construídos por uma força de trabalhadores qualificados, como explica o vídeo da Veritasium acima. Esses eram quadros de trabalhadores de construção de elite que foram bem alimentados e alojados durante seu período. “Muitos egiptólogos”, incluindo o arqueólogo Mark Lehner, que escavou uma cidade de trabalhadores em Gizé, “concordam com a hipótese de que as pirâmides foram ... construídas por uma força de trabalho rotativa em um tipo de organização modular baseada em equipes”, Jonathan Shaw escreve na Harvard Magazine. Graffiti descoberto no local identifica nomes de equipes como “Amigos de Khufu” e “Bêbados de Menkaure”.

A escavação também revelou "enormes quantidades de ossos de gado, ovelhas e cabras, 'o suficiente para alimentar vários milhares de pessoas, mesmo que comessem carne todos os dias', acrescenta Lehner", sugerindo que os trabalhadores eram "alimentados como a realeza". Outra escavação do amigo de Lehner, Zahi Hawass, famoso arqueólogo egípcio e especialista na Grande Pirâmide, encontrou cemitérios de trabalhadores ao pé das pirâmides, o que significa que aqueles que morreram foram enterrados em um lugar de honra.Este foi um trabalho incrivelmente perigoso, e as pessoas que o realizaram foram celebradas e reconhecidas por suas realizações.

Os trabalhadores também estavam trabalhando para cumprir uma obrigação, algo que todo egípcio devia a seus superiores e, em última análise, a seu faraó. Mas não era uma dívida monetária. Lehner descreve o que os antigos egípcios chamavam Bak, uma espécie de dever feudal. Enquanto lá estavam escravos no Egito, os construtores das pirâmides eram talvez mais parecidos com os amish, diz ele, realizando o mesmo tipo de trabalho comunitário obrigatório que a construção de um celeiro. Nesse contexto, quando olhamos para a Grande Pirâmide, "você tem que dizer‘ Este é um celeiro e tanto! ’’ ’

A evidência desenterrada por Lehner, Hawass e outros "desferiu um sério golpe na versão hollywoodiana de uma construção em pirâmide", escreve Shaw, "com Charlton Heston como Moisés entoando: 'Faraó, deixe meu povo ir!'" também desferiu um golpe nas explicações extraterrestres ou de viagem no tempo, que começam com a suposição de que os antigos egípcios não poderiam possuir o know-how e a habilidade para construir tais estruturas há mais de 4.000 anos. Não tão. Veritasium explica os incríveis feitos de mover as pedras externas sem rodas e transportar o núcleo de granito das pirâmides de 620 milhas de sua pedreira até Gizé.

Os antigos egípcios podiam traçar direções na bússola, embora não tivessem bússolas. Eles podiam fazer ângulos e níveis corretos e, portanto, tinham a tecnologia necessária para projetar as pirâmides. Que tal desenterrar os 2 milhões de blocos de calcário amarelo da Grande Pirâmide? Como sabemos, isso foi feito por uma força de trabalho qualificada, que extraiu uma "pedra no valor de uma piscina olímpica a cada oito dias" por 23 anos para construir a Grande Pirâmide, observa Joe Hanson no PBS Tudo bem ser inteligente vídeo acima. Eles fizeram isso usando o único metal disponível para eles, cobre.

Isso pode parecer incrível, mas experimentos modernos mostraram que essa quantidade de pedra poderia ser extraída e movida, usando a tecnologia disponível, por uma equipe de 1.200 a 1.500 trabalhadores, aproximadamente o mesmo número de pessoas que os arqueólogos acreditam ter estado no local durante construção. O calcário foi extraído diretamente no local (na verdade, a Esfinge foi principalmente extraída da terra, em vez de construída sobre ela). Como a pedra foi movida? Os egiptólogos da Universidade de Liverpool acham que podem ter encontrado a resposta, uma rampa com escadas e uma série de orifícios que podem ter sido usados ​​como sistema de roldanas.

Saiba mais sobre os mitos e as realidades dos construtores das pirâmides do Egito no Tudo bem ser inteligente “Quem construiu as pirâmides, parte 1 & # 8243 vídeo acima.

Conteúdo Relacionado:

Josh Jones é um escritor e músico que mora em Durham, NC. Siga-o em @jdmagness

Esperamos contar com nossos leitores leais em vez de anúncios erráticos. Para apoiar a missão da Cultura Aberta & # 8217s, considere fazer uma doação. Aceitamos Paypal, Venmo, Patreon e até Crypto! Para doar, clique aqui. Obrigado! />

Comentários (101)

É possível que os egípcios usassem óleos para untar as placas e torná-las mais fáceis de mover em uma rampa?

Eu simplesmente não acredito. As pedras são muito grandes para terem sido erguidas por meios primitivos. você pode me explicar indefinidamente e ainda não acredito que os antigos egípcios construíram essas estruturas.

Ainda não vi ninguém esculpir granito com um cinzel de cobre.

O granito tem uma dureza de 8-9, enquanto o cobre tem, no máximo, 2-3.

Simplesmente não funciona. Imagine tentar cortar aço-carbono com um batom.

Eu acredito que a construção da pirâmide foi completamente explicada no filme K2019 As Grandes Pirâmides. Não tão misterioso, mas intrigante e verossímil.

Eles e você sabem quem construiu os pryamids que eu e meu povo fizemos e até hoje você ainda não sabe como fizemos lol e vocês ainda estão tentando descobrir, mas aqui está minha pergunta se os negros são assim e então por que você ainda está tentando estudar minhas pirâmides, apenas uma pergunta para os brancos

Só sei uma coisa que os brancos não fazem agora, aposto que eles não podem afirmar que

Arqueólogos experimentais (cientista contra mitos, youtube) na Rússia fizeram furos em granito com uma broca de madeira equipada com uma broca de cobre e areia com os mesmos resultados encontrados no Egito, eles também cortaram granito com uma serra de cobre e areia, segundo eles , o corte e os furos são conseguidos através da abrasão e movimentação do implemento de cobre durante a perfuração e corte. Um vaso de diorito foi reproduzido com as mesmas técnicas, sem laser, raios mortais envolvidos aqui nem são alienígenas. Na medida em que os blocos de pedra perfeitamente alinhados (calcário, não granito) nas pirâmides, pode haver todas as respostas de que você precisa nas teorias de geopolímero (ver teorias do Prof. Joseph Davidovitz).

Por que você está anunciando isso como “novo em folha”? Há anos sabemos que eles eram trabalhadores qualificados e certamente não judeus, pois os judeus ainda não existiam na época da construção das pirâmides. A descoberta de que há vestígios de enormes sítios ou vilas mostrando cerâmica e ossos de gado que dão crédito à noção de pão e carne eram consumidos regularmente, bem como um tipo de hidromel que beirava a ser uma refeição em si e para o qual os trabalhadores tinham uma ração diária de mais de 10 litros é de conhecimento comum desde cerca de 1990 e a descoberta das tumbas de mais de 4.000 anos foram exibidas pela primeira vez por "Egypt Today" em janeiro de 2010.

Dê uma olhada neste artigo:

Você quer dizer com o método de carregamento chamado “Senor McLoadenstein?” Isso teria sido um método muito eficiente porque "é muy rapido".

Isso não é novidade. Nós sabemos disso há pelo menos 11 anos e certamente suspeitamos disso desde os anos 90 & # 8217, quando o primeiro trabalhador de mais de 4.000 anos foi descoberto ao redor do Cairo.

Os judeus construíram as pirâmides

O chefe do departamento de antiguidades egípcias. Na década de 90 & # 8217, admitiu que o que eles pensavam ser vigas de um navio antigo acabou sendo partes de um aparato de madeira que foi usado para construir as pirâmides. Um cara e sua equipe construíram um e usaram-no para colocar um bloco da pirâmide do solo para o próximo nível da pirâmide e foram necessários apenas dois caras para operá-lo. Eles também estavam levantando carros e vans. Há um vídeo em algum lugar, acredito que o nome do cara é Ron.

Eu acredito que a Grande Pirâmide foi construída 10500 aC por pessoas que fugiram da Atlântida. O Hall of Records, quando encontrado, irá provar isso. Não importa quantas pessoas você tenha, não poderia construir esta estrutura em aproximadamente 25 anos, especialmente com ferramentas de cobre.

A evidência nunca & # 8216bomba & # 8217 qualquer teoria, a prova o faz, e como você mede a plausibilidade em relação a tais incognoscíveis estritamente desconhecidos? Você não pode

Se um cara normal puxa / empurra 150 #, então 1000 caras devem ser capazes de puxar / empurrar 50tons. E o Egito escravizou milhões.
E essas pessoas trabalhavam isso todos os dias!

A data de 10.500 anos aC tem sido lançada por décadas e eu sempre acreditei que tivemos a ajuda de extraterrestres e fui chamado de tudo que você pode imaginar, mas nunca pensei que acreditar em Deus significa que os humanos são os únicos feitos como não posso ser tão pomposo assim, tenho 60 anos e nasci acreditando que todas aquelas estrelas no céu noturno poderiam ter vida e ainda não vi um alienígena, mas sei que existe a possibilidade de que eu vai antes de morrer!

Pare de ser um idiota racista ..

Eu acredito que a pirâmide foi feita para se parecer com uma estrela por causa da forma e do revestimento de camada branca. Com o luar, pode ter brilhado no escuro.

Talvez até se alinhe com uma certa estrela também

Fiquei tão desconcertado com o hábito do narrador de acenar com as mãos que tive que parar, pena porque parecia interessante, não há necessidade de todos os acenos e gestos, ele também precisa trabalhar em sua voz chorona.

Existem cinco vezes mais pirâmides no Sudão do Sul e são muito mais antigas, mas ninguém quer investigar porque a tribo negra ainda está lá. Um inglês foi lá e chegou à mesma conclusão. Esse cara sopke de Aswan..Aswan, Egyot (khmt), o Black-khmt e o povo núbio ainda estão lá ..

Tenha uma vida, seu POS racista! & # 8230e enquanto você & # 8217 está lendo a história precisa e pare de ouvir a retórica de Paul Mooney & # 8217s. Você é o que há de errado com este mundo.

Tenha uma vida, seu POS racista! ... e enquanto você está nisso, comece a ler a história precisa e pare de ouvir a retórica de Paul Mooney. Você é o que há de errado com este mundo.

Will, os antigos egípcios não eram “primitivos”, eles tinham muito conhecimento de engenharia e experimentos mostraram maneiras que mais de 1000 trabalhadores poderiam ter feito isso, reduzindo o atrito o suficiente. É melhor usarmos evidências e razões reais, em vez de apenas nossas próprias opiniões tendenciosas.

O que eles usavam em suas carruagens se não tinham rodas?

Os egípcios não construíram as pirâmides. Eles já estavam lá muito antes de os egípcios chegarem.
Quem os construiu tinha um conhecimento de tecnologia, astromonia, matemática, que não possuímos hoje. Sobre como foram construídas, há a história de uma tábua de pedra encontrada no Egito alguns anos atrás, sobre Alexandre, o Grande, na época do Egito. Seus conselheiros seniores vieram até ele com a história de uma pequena vila perto do Cairo, onde as pessoas tinham poderes mágicos. ALEX foi lá e descobriu que essas pessoas levantavam pedras do chão e as moviam com facilidade. Ales temia que seu exército pudesse ser derrotado jogando pedras, e que toda a vila fosse morta.

Seu povo? Você percebe que somos todos descendentes uns dos outros?
Se você quer ser assim, eles não são o seu povo como eu sou egípcio, então eles são o meu povo? Garanto que você é provavelmente a décima geração afro-americana e nem de longe tão descendente quanto eu.

Você está absolutamente certo: somos todos da mesma família. A verdade real é que a maioria das pessoas não quer admitir ou chegar a um acordo com ela. Porque seu coração não está certo com Deus e eles estão cegos por sua própria autojustiça e cosmovisões.

Talvez todo o planalto de Gizé tenha sido planejado desde o início. Um mapa estrutural do que seria colocado e construído naquela área.
Todas as pirâmides planejadas e construídas no mesmo tempo, mas iniciadas por 1 rei / faraó e os próximos faraós continuando a construção até serem concluídas.
O propósito para o qual foram construídos. Quem sabe. Como eles foram construídos por mãos humanas segundo um grande plano estabelecido por mestres pedreiros e engenheiros que teria mantido a força de trabalho bem alimentada, empregada e recompensadora na construção de monumentos que eles provavelmente nem sabiam para que estavam sendo construídos.
Talvez haja túmulos por todo o planalto de Gizé, inscritos com os nomes dos trabalhadores e provavelmente também de suas famílias. Por que não?
Melhor ao lado de um enorme monumento do que enterrado no deserto. Lista e esqueci. Com a chance de chacais e raposas desenterrando seus amados ancestrais e deixando seus restos mortais espalhados pelo deserto.

Alguém se lembra de um programa em que o cara do veratasium estava, onde afirmava ser arqueólogo? Acredito que também tenha a ver com pirâmides.

Claro que eles usaram rodas. Mas suas rodas eram squeres.

Como eles cortaram o granito para as rainhas e as câmaras dos reis onde eles cortaram o granito não destruíram a grande galeria. Ao redor da base das pirâmides você encontrará buracos na pedra que foram perfurados ou perfurados como eles fizeram isso

Ambos habilidosos (para a época), até engenheiros e artesãos brilhantes (e pagos) E numerosos escravos ou servos podiam ser empregados no mesmo projeto massivo. Estes não são mutuamente contraditórios. Testemunhe a capital dos EUA e outras magníficas estruturas dos EUA. Acredito que o mesmo se aplica à Rússia czarista e a muitas sociedades feudais e semifeudais.

Por favor, a academia moderna quer que você acredite na merda que eles lançam, apenas para que não percam seu financiamento. A verdade do edifício foi provada por outro arqueólogo que foi silenciado pela Academia. A prova está nas formas de moldagem que ainda estão presentes em alguns pontos da área. O calcário foi misturado e formado no local. O Arqueólogo em questão até reproduziu o evento usando exatamente as mesmas ferramentas e formas para mostrar como era fácil. Por favor, pare de controlar a história real por meio de um grupo que teme por seu próprio financiamento.

Os construtores não eram brancos nem negros. Eles usaram a corda e arranjaram maneiras de puxar a pedra pela rampa para colocar as pedras no lugar, tanto para cima quanto para baixo nas pirâmides

Sério mano? Isso não tem absolutamente nada a ver com raça. Você sabe como fazer o racismo cair ao mínimo? Pare de falar sobre isso e dar atenção a isso. Somos todos irmãos e irmãs & # 8217s e filhos de Deus e eu & # 8217 estou tão farto de pessoas transformando tudo em uma coisa racial. I & # 8217m italiano e francês principalmente. A cor da pele de alguém ou de onde ela é não tem absolutamente nada a ver com as pirâmides. Parece que você está procurando problemas e é exatamente isso que eles querem que você faça. Não se deixe enganar. A maioria do mundo não é racista, mas infelizmente aqueles que são racistas recebem mais atenção, então vemos na TV e pensamos que o racismo está em toda parte e a mídia faz isso propositalmente porque muitos liberais brancos querem que você pense que você está reprimido e precisa de seus ajuda e quando eles chegam ao cargo, eles deixam a comunidade negra em suspenso e fazendo você pensar que precisa do governo porque eles acham que você é estúpido demais para tomar decisões por conta própria e isso é o que me irrita. Todos eles falam um bom jogo, mas eles não se importam com nenhum de nós, eles apenas querem o poder e querem que você vote neles e você obtenha ajuda do governo e continue pobre. Acorde e preste atenção e eu digo tudo isso com um amor louco. Eu vivi no bairro por 6 anos no início dos anos 2000 em Baltimore e depois em Charlotte e vi exatamente o que estava acontecendo e isso partiu meu coração. Você quer saber por que a maioria das maternidades planejadas estão no bairro? Porque uma racista liberal branca chamada Margaret Sanger quer que as mulheres negras abortem seus bebês na esperança de matar a população negra. Não acredite na minha palavra, leia sobre isso. Quando morei nos projetos, tive muito amor e fiz amigos para toda a vida e algumas das melhores pessoas que já conheci vivem na vizinhança e vejo através do que o governo faz com vocês e precisamos parar de nos separar com base em nossa cor de pele e local de origem. A única coisa que importa é o que está dentro. Você não precisa do governo ou dos democratas para ajudá-lo. Você é livre para ser quem você deseja e ninguém pode impedi-lo e não deixe ninguém convencê-lo do contrário. Divulgue conhecimento e amor a todos e seja gentil e pare de ver tudo como uma questão de corrida porque é exatamente assim que o governo quer que você pense. Muito amor.

Eu só tenho que dizer, apenas uma pessoa racista pode olhar para as pirâmides e fazer isso sobre raça. É repugnante que não possamos mais ter uma conversa sem que alguém converta em uma discussão racial. É realmente uma pena. A maior parte do mundo não é racista, mas aqueles que o são recebem mais atenção e então as pessoas assistem ao noticiário e se alimentam dessa falsa narrativa de que tudo é racista. Você sabe como nos livramos disso? Pare de dar atenção a isso e pare de se separar um do outro com base na cor da pele e local de origem. Somos todos irmãos e irmãs. Eu nasci em 85 e não cresci com racismo. Todos nós saíamos e tínhamos todas as raças em nosso grupo e não julgávamos uns aos outros com base na raça, apenas sua atitude e intenções é o que importava, mas agora por causa de Após um punhado de incidentes causados ​​por alguns idiotas, os democratas mais uma vez usaram a tensão racial em seu benefício e, mais uma vez, muitos caíram nessa. Leia a história porque muitas pessoas não têm ideia de que já estivemos aqui antes e sabemos como isso termina. Eles querem que lutemos e que todos pensem que todos os que não são democratas são racistas quando isso não poderia estar mais longe da verdade. Os republicanos lutaram e venceram a guerra civil para libertar os escravos, mas ainda assim os democratas se tornaram maus e é por isso que mudei de partido porque é repugnante o que eles fazem e como eles ainda têm o poder de fazer lavagem cerebral na comunidade negra. Muitos mais acordaram para seus esquemas e eu adoro ver isso. Pare de dar atenção ao racismo e pare de segregar! Somos todos livres para ser o que devemos ser, mas do jeito que as coisas estão indo, isso pode não durar muito e então o governo controlará todos os aspectos de nossas vidas se as pessoas não acordarem. Eu digo tudo isso com um amor louco, mas só me estressa como você pode ler isso e olhar para esta bela maravilha do mundo e automaticamente transformar isso em uma coisa racial. Apenas pare! Somos todos irmãos e irmãs e apenas por causa de alguns racistas, os idiotas receberam toneladas de atenção e as vidas dos negros ganharam bilhões com o sofrimento da injustiça racial e não fizeram absolutamente nada para ajudar a comunidade negra. Eu poderia continuar por dias sobre isso, mas você entendeu & # 8230 Esperançosamente. Pelo menos a bunda louca de Trump & # 8217 teve boas políticas e construiu zonas de oportunidade em cidades do interior e teve o menor número de desemprego negro e teve a maior quantidade de votos negros porque as pessoas estão acordando para o que esses liberais se transformaram. Você não precisa do governo para ter sucesso e você não foi reprimido! Você tem as mesmas oportunidades que qualquer pessoa, você apenas tem que trabalhar duro para chegar lá como todo mundo faz! Pare de cair nas besteiras do governo e pare de pensar que tudo é sobre raça. Só uma pessoa racista olharia para as pirâmides e as transformaria em algo preto e branco quando nenhuma das raças tem nada a ver com isso. Comiam bem e eram extremamente espertos. Nikola Tessa estava olhando para as pirâmides e chegou à conclusão de que foi construída como uma espécie de usina de energia. Tem a ver com energia e as estrelas também. Eles estão descobrindo que nossos ancestrais eram altamente inteligentes e agora estamos apenas recuperando o atraso. Atualmente, estamos tão envolvidos e preocupados com bs sem sentido que nos emburrecemos e isso é triste. Em vez de aprender com o passado e aprender que os negros tinham escravos (assim como o avô de kamala harris e os irlandeses também foram escravizados, não era apenas uma coisa de brancos e negros, mas de qualquer maneira isso era passado e era assim que as coisas eram feitas, mas não há nada que possamos fazer sobre isso agora porque os republicanos salvaram os escravos e, no entanto, aqui estamos, mais de 150 anos depois, ainda falando sobre isso! É tão estúpido. Eu culpo os professores e os democratas de hoje e a mídia, mas é a cada um de nós para parar com essa porcaria e parar de se entregar a ela! Nós & # 8217 somos todos relacionados de uma forma ou de outra e isso precisa acabar !!

Cara, os antigos egípcios eram uma raça homogênea, composta de pessoas de pele escura e clara.

As torres de água eram necessárias & # 8230 Eles perfuraram as torres com água & # 8230 Eles flutuaram as pedras com plataformas como barcos. Eles trabalharam de forma inteligente, não difícil & # 8230 Mas ainda não foi um trabalho fácil & # 8230 O colado no fundo para deixar a água fluir para as pessoas .. Para que eles pudessem ser fortes e ter colheitas fortes .. Eles usaram de tudo e não desperdiçaram nada & # 8230 Você precisa alimentar a mente para ser forte .. Hoje em dia eles querem que a gente coma fast food para não ter noção e aproveite para fazer uma lavagem cerebral em nós para acreditar em tudo que você vê na TV & # 8230 Eu só queria que eles fossem bons .. Mas cada um com poder quer ser o dono do mundo .. Eu só tinha que dizer aos meus valentões & # 8230 Obrigado por deixar eu falo & # 8230 Seu irmão de outra mãe Shawn M Maddox & # 8230 Eu amo este lugar que chamo de lar .. Mas junk food é lixo ..

Existem muitas teorias e pensamentos sobre quem construiu as pirâmides. Sabemos que existiam hebreus na época da construção das pirâmides e que também eram escravos. Então, por que eles não poderiam, junto com os egípcios "subalternos", trabalhar lado a lado para construí-los?


Assista o vídeo: Nieodkryte komory piramid Pixel