Great Meadows

Great Meadows


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Great Meadows é o local do primeiro confronto da Guerra Francesa e Indiana. George Washington era o comandante inglês. Os Great Meadows estão localizados a cerca de 18 milhas a leste da atual Uniontown, Pensilvânia. Depois que Washington, de 22 anos, retornou de sua missão ao Fort LeBoeuf francês no início de 1754, ele recebeu uma comissão como tenente-coronel e foi nomeado o segundo no comando de uma expedição enviada pelo governador Dinwiddie da Virgínia para erguer um forte em Forks of the Ohio (local da atual Pittsburgh). Quando Washington chegou a Wills Creek (o local onde hoje fica Cumberland, Maryland), ele soube que os franceses já haviam se apoderado da localização estratégica e iniciado a construção do Forte Duquesne. Joshua Fry. Em Great Meadows, o bando de cerca de 150 homens de Washington surpreendeu um pequeno destacamento francês, matando 10 incluindo o comandante Jumonville e fazendo 21 prisioneiros. Este combate, travado em 28 de maio de 1754, foi a abertura da luta final pelo controle da América do Norte. Washington construiu o que chamou de Fort Necessity at the Great Meadows. Após cerca de nove horas, a munição de Washington acabou e ele foi forçado a se render. Pelos termos da rendição, Washington prometeu que a Virgínia não construiria outro forte no Ohio por um ano.


Great Meadows - História

Recentemente, um amigo de Great Meadows (e meu), Rev. Kevin Crispell, foi repentinamente e inesperadamente chamado para estar com Deus. Além de ser um seguidor de Cristo, Kevin era um observador de pássaros ávido. Semanalmente, ele publicou um boletim informativo por e-mail que combinava observações sobre observação de pássaros, vida e fé, muitas vezes inspiradas por suas frequentes visitas ao refúgio.

Nós nos conhecemos em Great Meadows NWR. Eu estava lá com frequência como fotógrafo, Kevin como observador de pássaros. Ambos nos tornamos participantes regulares do levantamento semanal de aves. Embora o objetivo principal da pesquisa seja identificar e contar as várias espécies de aves presentes, é também um momento de conversas, histórias, partilha de vida e risos onde as amizades crescem.

Muitos não sabem, mas Kevin era um pescador ávido. Seu estilo era & # 8220 pegar e soltar & # 8221. A isca era a história intrigante. Para os desavisados, a história iria lentamente atraí-lo. Uma vez que o anzol fosse colocado, ele o puxaria para dentro, até que fosse a hora da linha de PUNch e da percepção de que, mais uma vez, você tinha sido atingido. Conversar com Kevin sempre manteve você atento. Você teve que ouvir com atenção. Você nunca sabia quando ele estava compartilhando algo importante ou se você estava sendo enganado novamente.

Eu estava ansioso para receber e-mails semanais de Kevin & # 8217s. Eles eram como Kevin, não lisos e polidos, mas simples e pé-no-chão, mas com grande substância. Ele usou sua apreciação da natureza e dos pássaros em particular para ajudar o leitor a desacelerar e apreciar o mundo ao seu redor. Kevin também ofereceu observações sobre a vida, a beleza e como a natureza conectou você ao seu criador.



Como a mulher-viva, arrebatada de um rio pelo Osprey, Kevin foi arrebatado de nós repentina e inesperadamente. Todos nós desejamos poder passar mais alguns momentos com ele, para lhe dizer o que ele significou para nós, para sermos pegos por outra de suas histórias, ou apenas para desfrutarmos juntos da beleza da criação de Deus.



Muitas vezes, quando Kevin não conseguia comparecer a uma pesquisa, era porque estava realizando um funeral. Nos últimos dias, eu me perguntei quais palavras de conforto e sabedoria Kevin gostaria de fornecer em um último boletim informativo para aqueles que permanecem.

Tenho certeza de que ele nos lembraria que para o cristão a morte não é o fim, mas o início de algo maior. Como o apóstolo Paulo disse & # 8220Para mim, viver é Cristo e morrer é ganho. & # 8221

Para aqueles que permanecem e sofrem, ele gostaria de compartilhar os Salmos, & # 8220Ele o cobrirá com suas penas, e sob suas asas você encontrará refúgio, sua fidelidade será seu escudo e muralha. & # 8221


Batalha de Great Meadows (3 de julho de 1754)

A Batalha dos Grandes Prados, também conhecida como Batalha do Forte da Necessidade, foi uma batalha da Guerra da França e da Índia travada em 3 de julho de 1754 no atual condado de Fayette, na Pensilvânia. Junto com a Batalha de Jumonville Glen, são considerados os primeiros planos da Guerra Francesa e Indígena que se espalhou para o Velho Mundo e se tornou a Guerra dos Sete Anos. Foi a única vez que George Washington se rendeu no campo de batalha.

A batalha foi o culminar de anos de disputas de fronteira entre os impérios britânico e francês na América do Norte. O principal entre os territórios em disputa era o país de Ohio, uma área que inclui partes dos atuais estados americanos da Pensilvânia, Ohio e Virgínia Ocidental.

Na primavera de 1754, o tenente governador da Virgínia, Robert Dinwiddie, ordenou que o oficial da milícia George Washington e 159 homens ajudassem um grupo de construção enviado para construir um forte em Forks of the Ohio River (atual Pittsburgh), mas o grupo foi cercado e forçado a volte para a Virgínia antes que Washington chegue. Os franceses então construíram o Fort Duquesne nas bifurcações do Ohio.

Washington recebeu novas ordens para construir uma estrada de vagões de Wills Creek (atual Cumberland, Maryland) para o país de Ohio e aguardar reforços. Em 24 de maio de 1754, o grupo de Washington chegou a uma clareira pantanosa na junção de dois riachos no que hoje é o condado de Wharton Township Fayette, na Pensilvânia, chamado de Great Meadows. Eles montaram acampamento no local e exploraram possíveis rotas de água para Forks of the Ohio enquanto aguardavam reforços.

No final da noite de 27 de maio, chegou ao acampamento a notícia de que um grupo de aferição francês fora avistado perto de Great Meadows. Half King, um chefe sêneca aliado dos britânicos, insistiu que o grupo era um grande grupo de guerra francês enviado para emboscar a guarnição britânica. Ele convenceu Washington a chamar um destacamento de tropas para emboscar os franceses. Depois de uma marcha noturna durante uma tempestade, os homens de Washington chegaram ao acampamento francês em um vale estreito no início da manhã. Em um incidente agora conhecido como Batalha de Jumonville Glen, o acampamento francês foi atacado. Dez soldados franceses foram mortos e o comandante do partido, o alferes Joseph Coulon de Jumonville, foi feito prisioneiro junto com outros 21. Enquanto Washington interrogava Jumonville, Half King inesperadamente caminhou até Jumonville e o matou.

Washington retirou-se de Jumonville Glen de volta aos Great Meadows e preparou-se para um contra-ataque francês. Vários franceses escaparam de Jumonville Glen e voltaram para Fort Duquesne informando a guarnição do incidente. Em 29 de maio, Washington ordenou a construção de uma paliçada de toras em Great Meadows, que chamou de Fort Necessity. Washington acreditava que o local proporcionaria aos britânicos uma vantagem tática devido aos espaços abertos em torno do forte. No entanto, Washington não levou em consideração que o forte foi construído em uma depressão e ele superestimou a distância da linha das árvores às paredes de toras.

A chegada de 100 reforços britânicos sob o capitão James Mackay em 14 de junho trouxe mais problemas do que alívio. Mackay e Washington imediatamente começaram a discutir sobre quem estava no comando. Embora Mackay fosse apenas um capitão, sua comissão como oficial do exército britânico tecnicamente tinha precedência sobre o posto de milícia de Washington de tenente-coronel. Os dois finalmente concordaram com um estranho acordo de compartilhamento de poder que prejudicou o comando e controle britânico durante a batalha.

Em 28 de junho, um grupo de 600 franceses e 100 tribos nativas aliadas da França deixou Fort Duquesne para atacar o partido britânico. Na época, a maior parte da guarnição britânica havia sido enviada para a plantação de Gist (atual Brownsville, Pensilvânia) no rio Monongahela. Washington decidiu que este posto avançado era indefensável e reuniu todas as forças restantes em Fort Necessity. Em 1º de julho, toda a guarnição retornou aos Great Meadows e começou a construção de trincheiras e outras fortificações. Vários bandos de nativos aliados, incluindo o grupo de Half King, argumentaram que Fort Necessity também era indefensável e abandonou Washington. Washington considerou brevemente abandonar o Forte Necessity, mas decidiu que seus homens estavam muito cansados ​​e as forças francesas muito próximas para fazer uma retirada segura e ordeira.

A expedição francesa contra o Forte Necessidade foi liderada pelo capitão Louis Coulon de Villier, que era irmão do alferes morto Joseph Coulon de Jumonville. O capitão de Villier ficou indignado com a morte de seu irmão, que considerou um assassinato a sangue frio. Ele ficou ainda mais furioso quando passou por Jumonville Glen e descobriu que os britânicos não haviam enterrado os corpos dos soldados franceses mortos.

Por volta das 11h do dia 3 de julho, a coluna francesa chegou a Great Meadows e imediatamente iniciou um ataque vigoroso. O julgamento equivocado de Washington sobre o site de Great Meadows rapidamente se revelou desastroso. Os franceses conseguiram se esconder na cobertura da linha das árvores e atirar no forte de uma posição elevada. Os britânicos no forte foram expostos nas trincheiras rasas e as paredes de toras da paliçada forneciam pouca cobertura. Os mal abastecidos britânicos rapidamente começaram a ficar sem munição. Para agravar os problemas dos britânicos, algumas horas depois começou a chover forte enchendo suas trincheiras com água.

À noite, Washington percebeu o desespero de sua situação. Por volta das 20:00, ele pediu aos franceses os termos de rendição. As negociações foram lentas e difíceis. Nenhum dos oficiais britânicos falava francês e nenhum dos oficiais franceses falava inglês. Um colonial de ascendência holandesa falava inglês e francês o suficiente para fornecer comunicação básica. No documento de rendição, Washington inadvertidamente admitiu ter & quotassassinando & quot Jumonville.

O forte foi entregue em 4 de julho e os britânicos foram autorizados a retornar a Maryland com honra. Os franceses arrasaram o forte e retornaram ao Fort Duquesne.


American Pickers In Great Meadows 20/08/20

Os American Pickers fizeram uma parada em Great Meadows hoje para filmar um segmento no posto de gasolina Genes na Rota 46.

Aqui está uma foto dos colhedores em Great Meadows hoje. Eles estão com o dono Gene.

Muito legal! Eu amo esse show. Eu sei que eles estiveram em Branchville alguns anos atrás.

eles devem parar na OSA Electronics na rua principal de Hacketstown

Eu amo esses caras. Eu sempre procuro a van deles e aqui estão eles a 1 milha da minha casa e eu sinto falta deles.

Onde fica o posto de gasolina Genes? O da escola central?

Gene's fica mais a oeste do que a escola, talvez a um terço de um quilômetro depois da escola. À direita, depois de passar pela ponte que passa sobre os antigos trilhos RR, você entra em Great Meadows. Há um lote maior que tem muitos caminhões e um prédio. Genes é o próximo edifício depois disso.

Parece um posto de gasolina dos velhos tempos perto da estrada, ele costumava ter muitos carros velhos na frente que foram embora lentamente com o tempo.

Eu acredito que ele ainda tem seu negócio de conserto de automóveis. Com todo o material que ele tem atrás do prédio, atrás das cercas, eu ficaria curioso para ver o que há lá atrás quando o show for ao ar.

Eu os vi carregando uma velha bomba de gasolina em um caminhão Ryder.

Obrigado, rima animal. Se estou pensando no lote certo, é aquele prédio com telhado em balanço, certo? Parece um antigo posto de gasolina perto da estrada, como você mencionou.

Para nós, mais velhos, a estação era de Mike Billick antes de Gene comprá-la. Chão em madeira na zona de escritórios. Um verdadeiro retrocesso no tempo.

Eu me lembro quando eu estava crescendo, meus pais eram bons amigos dos proprietários anteriores, Bill e Brenda e seu filho Mikey! Eu costumava ir lá o tempo todo! Foi muito legal dentro da estação! A Brenda tinha até um gambá com quem brincávamos! Os bons tempos! Obrigado pelas memórias ♥ ️

Em 1945, meu tio Joe Sidor morou lá com sua família e dirigia o posto de gasolina. Seu filho Joseph tem um grande cartaz que diz “Joe's Auto Repair“ Eu ainda tenho muitas lembranças de estar lá com meus primos. Pena que eu não sabia que eles estariam lá.

Gene's está do outro lado da pedra Wicki

Alguém, por favor, poste quando / se eles irão ao ar aquele episódio. Obrigado

Pela foto, parece que o irmão de Mike e Danielle estavam lá.
Não acho que eles enviem mais de dois de cada vez.

American Pickers é "Reality Television", o que não é particularmente
perto da realidade como o resto de nós a conhece. Programas como este parecem
ocupar a maior parte do tempo do History Channel nos dias de hoje. Elas
têm a vantagem de serem baratos e fáceis de produzir.

Existem muitas fontes para verificar o que é real e o que
não é sobre esses programas. É interessante olhar para a foto e
observe o camera man seguindo as pessoas de perto. Mas
quando virmos o episódio, todos estarão fingindo o
câmera (e o boom do som, e o diretor, etc.) não são
lá. Antes de os caras chegarem, terá sido em grande parte
determinou o que eles vão encontrar, e qual a final
o preço será. Pode muito bem ser que certas coisas sejam plantadas,
mas se for assim, todo mundo sabe disso com antecedência. Pode ser
alguém poderia falar com os caras daquele lugar e conseguir alguns
boas histórias sobre como o show foi feito. Eu espero isso
levará algum tempo antes que esse bit vá ao ar.

Eu sei que o show é um pouco falso, mas ocasionalmente
assista de qualquer maneira. Os dois caras são divertidos, e eles
mostre-nos algum lixo antigo fascinante. Eu também acho que é
engraçado que eles ocasionalmente quebrem a quarta parede e
dirigir-se ao público diretamente, embora a maioria dos
vez que eles fingem que o público não está lá.

Uma foto para o Sr. Pasko. O posto de gasolina Great Meadows onde os American Pickers pararam na semana passada. Esta foto é de 1940.

“Antes que os caras cheguem, já está determinado o que eles vão encontrar e qual será o preço final. Pode muito bem ser que certas coisas sejam plantadas. ”

Eu acho que é exatamente assim que este show "funciona". Nenhuma das negociações de preço na tela é real. Os produtores sabem com antecedência o que venderá, o que não venderá e qual o preço aceitável, então eles “fazem o roteiro” do resto para o drama de TV.

Você não acha que eles realmente enviariam todo o elenco e a equipe apenas para vasculhar caixas de lixo cobertas de cocô de rato sem saber de antemão que há uma motocicleta antiga ou algum outro item específico para comprar.

foto muito legal dos anos 1940 do posto de gasolina Texaco. (algumas coisas nunca mudam)

@James Beckman - As coisas comunicadas umas às outras [via TV, filmes, notícias, discursos, programas, etc.] devem ser sempre adaptados ou editados para ser um pensamento breve, conciso e destacado para informar, entreter ou fazer o que quer que seja ponto de vista que um quer passar para outro. no determinado intervalo de tempo e atenção, eles têm que fazer isso.

Então, você gostaria ou prefere ver todo o roteiro não editado, de 5 a 10 horas ou um rolo bruto nos dias que levaram para pesquisar o que está lá, examinar as coisas, ouvir e ver quais preços eles negociaram e o que é lixo não vale a pena mostrar?

Deixando isso de lado, estou apenas comentando ou expressando minha preocupação quando alguém usa a palavra "falsificado". Chamar algo de falso é mais definido como uma mentira (eles mentem / fornecem informações falsas) ou feito de ficção (atuam como atores / em um filme).

Nesse caso, eu teria que concordar com você que o show então "não é particularmente próximo da realidade". [Talvez aquelas coisas 'antigas' que eles encontram sejam imitações de plástico e / ou itens que eles encontraram ou compraram em outro lugar e plantaram no ferro-velho ou na garagem de outra pessoa]. Mas se não for e você estiver azedo porque Notícias, TV, Programas, Filmes, etc. não são links diretos ao vivo conforme as coisas acontecem, para entender ou ser comunicado ou informado sobre coisas que acontecem na vida, então você deve ter o seu própria verificação da realidade.

Ou, gentilmente, forneça-nos os canais, programas ou links que transmitem as coisas mais "perto da realidade como o resto de nós a conhece". Obrigado. [Se já sabemos, por que precisaríamos ver, de novo?]

Se você está preocupado ou inclinado a assistir aos 2 episódios mais recentes, 17/08 e 24. É uma espécie de melhor dos primeiros dias antes do show. Mike gravou ou pediu a alguém que o gravasse batendo em portas, escalando pilhas de lixo e etc., ele menciona que costumavam fazer ligações frias em lugares, mas agora não podem por causa da equipe de filmagem. Não foi mencionado, mas não acredito que seja um segredo que eles tenham alguém para explorar o local primeiro, até mesmo negociar os preços, mas duvido que seja para todos os itens. Agora, Pawn Stars, é uma história diferente.

"Agora, Pawn Stars, essa é uma história diferente."

E o Storage Wars é ainda pior.

Lembro-me dos dias em que o History Channel era novo,
e era principalmente sobre a história real. Eles tendiam a
concentre-se na segunda guerra mundial, e alguém o chamou de "Todos
Canal Hitler All the Time ".

Gosto de assistir American Pickers com meu marido. Tenho certeza de que eles examinam as coisas com antecedência e têm uma equipe de filmagem, mas é divertido ver o que encontram. Isso tudo é real. E também traz coisas para ambas as lojas, onde você pode comprar mercadorias online.

Antes de Gene, Mike Billick era dono da garagem e vendia gás Texico --- Costumava ter uma grande placa redonda alta do Texico na lateral

Parece que você pode ver que a Texaco assina nos zipps boa foto que ele anexou acima.

"Lembro-me dos dias em que o History Channel era novo e era principalmente sobre a história real"

O Science Channel parece estar seguindo um arco de carreira semelhante.

Lembre-se de quando você poderia aprender algo no The Learning Channel.

Bem, eles pertencem principalmente ao mesmo conglomerado, então eu acho, "como vai um, assim vai todos eles".

dcp escreveu:
Gosto de assistir American Pickers com meu marido. Tenho certeza de que eles examinam as coisas com antecedência e têm uma equipe de filmagem, mas é divertido ver o que encontram. Isso tudo é real. E também traz coisas para ambas as lojas, onde você pode comprar mercadorias online.
--------------------

O show em si também paga muito bem para os personagens principais.
As fontes variam um pouco, mas parece que Mike é pago
$ 500.000 por ano e Frank puxa para baixo $ 300.000. Dificilmente
importa se eles ganham algum dinheiro com seus achados de antiguidades.

Ontem passei por aquele lugar na 46. Minha primeira reação é que
é terrivelmente pequeno para valer a pena para os Catadores visitarem. Mas
então eu vi que há vários semi reboques estacionados ao redor do
lugar, e quem sabe que tipo de material acumulado pode ser
nesses trailers? Eventualmente descobriremos, espero.

Amei este programa. Deve demorar muito para eles fazerem um episódio acontecendo.

Eu, uma vez, vi a van deles na Rt 80 vários anos atrás.

James, esses números parecem baixos para o programa de maior classificação da História. Tem certeza que não é 300k $ e $ 500k por episódio?

Uma rápida pesquisa no Google produziu o seguinte. Está online, DEVE ser verdade! lol

"De acordo com Looper, o salário dos membros do elenco é mais do que se possa imaginar. Wolfe recebe impressionantes US $ 500.000 por temporada do programa, enquanto seu parceiro Fritz ganha US $ 300.000 por temporada. Colby, que não é tão caracterizado como Wolfe e Fitz , recebe $ 15.000 por episódio. 9 de julho de 2020 "

Existem mais de 100 episódios. A meio milhão cada, teriam ganho $ 50 milhões. Fontes semelhantes citam seu trabalho líquido mais como um dígito de $ mill.

Se fosse por episódio, quais são as chances de ambos terem ultrapassado US $ 45 milhões e de alguém não ter feito disso uma história.

Passei por isso hoje a caminho de Washington, adoro olhar para o meu GPS que vê os antigos trilhos da ferrovia. toda esta área é tão rica em história ao que parece. Sempre me pergunto como era nos dias de aventura na ilha e mesmo antes de haver muita ação nos trens. Triste mais de 46 é uma bagunça com tanto potencial.

@GC, eu também estava pensando nisso. coçando minha cabeça.

onde $ 50 milhões é o nível de órbita a ser pago por um show [No entanto, Jay Leno estava ganhando $ 30 milhões por ano fazendo o Tonight Show. com 4-5 milhões de espectadores por noite, tendo / produzindo um novo programa a cada vez - sem repetições]

Então, depois de reler a declaração, está dizendo que [Wolfe & amp Fritz] estão recebendo $ 500.000 / $ 300.000 por * temporada *. Enquanto Colby recebe $ 15.000 por * episódio *.

Zipp, obrigado pela foto de 1940. Foi muito bom. Foi antes de meu tio Joe assumir a estação, eu tinha 6 anos em 1940. Isso trouxe de volta belas memórias da minha vida.

Ontem (9 de setembro), passei pelo local e notei que o Thunderbird antigo que sempre ficava coberto se foi. Também parece que alguns dos outros carros abandonados não estão mais lá. Então, talvez os catadores tenham enviado caminhões para levá-los embora. Deve ser divertido assistir sempre que finalmente aparecer.

O episódio da garagem do Gene começou na noite passada. (25/01/21) Muito interessante. Alguém está vendo?

Eu assisti esse episódio, ele foi ao ar na semana passada também. Se você fizer sob demanda, é S22, EP1.

Gene se saiu muito bem diante das câmeras, se deu bem. Eu teria adorado ver isso talvez 20 anos atrás, quando ele tinha muito mais carros atrás da propriedade, isso teria sido interessante.

Eu me pergunto se quando os Pickers apareceram pela primeira vez, e Gene estava na escada e fingiu não saber que eles estavam lá, foi uma cena encenada. Eu não posso acreditar que ele não teria nenhum aviso prévio deles chegando, sendo que foi filmado durante a pandemia do verão passado. Gostaria de saber se eles contaram a todos os envolvidos antes de filmarem para fazer um teste CoVid antes que os Pickers aparecessem.

Ele se saiu bem diante das câmeras e disse que pretendem vender o imóvel no futuro e que espera que quem o comprar não o demita.

Esperamos que ele consiga um bom preço no futuro de alguém que tenha alguma visão artística para deixar a integridade do edifício como está.

TRA, estou assistindo s22 ep1 agora. Estou na metade e acho que não estou assistindo o episódio certo. a primeira parada foi R66 In, eu acho que Texas. Estou ligando a TV sob demanda, então talvez seja diferente?

Comcast On Demand, S22 Ep1, Episode é denominado Pumps, Prints and Picks.

Na Sling TV, não tenho ideia de como você conseguiria, mas com as informações acima, deve ser capaz de encontrá-lo. Certifique-se de que está na estação certa.

Grande episódio repleto de muita história local e ótimas coisas. vale a pena assistir para aqueles que estão interessados.

Vi no site History Channel clicando em Xfinity como provedor de TV a cabo, infelizmente com a carga completa de comerciais. Está sendo transmitido ao vivo novamente no History Channel às 23h05 de segunda-feira à noite para aqueles que querem gravá-lo em DVR e FF através das partes irrelevantes.

Obrigado TRA. Encontrei no sling. Por alguma razão, é a temporada 22 ep 3 no estilingue. Ótimo episódio. Quando eles pararam o velho Gene parecia bastante irritado. Sempre achei que o show era 100% encenado, mas ele ficou bastante surpreso ao vê-los.

Alguma ideia do que aconteceu com aquele carro velho?

Está tudo configurado. As câmeras já estavam configuradas quando eles puxaram

Nathan e Gloria estão comprometidos apenas em esvaziar aquele prédio e lucrar.

Gene se casou com um unicórnio. A maioria das mulheres é esnobe para apreciar um homem como ele.

Claro que estava tudo preparado antes mesmo que a negociação fosse boba

Quando é o episódio que podemos assistir?

Será exibido novamente no dia 8/2 às 19h no History Channel

Não deixou ninguém louco que no início do episódio eles são mostrados dirigindo na Rt46 em Buttzville na direção OPOSTA de onde estavam indo?

Além disso, eles nunca conseguirão um preço decente por essa propriedade. O prédio parece prestes a desmoronar e tenho certeza que a EPA teria um dia de campo se testassem o solo. Ninguém vai comprar isso, a menos que uma correção completa seja feita.

Para quem está interessado e não viu o episódio, ele está sendo exibido hoje à noite às 20h no History Channel (canal 36 ou 875 na Comcast).

Assisti na semana passada. Gene não parecia nem um pouco preocupado com as câmeras e negociou muito por tudo que eles queriam. Foi interessante ouvir um pouco da história.

O episódio começa agora às 19h. Acabei de pegá-lo rolando pelos canais.

Acabei de assistir ao episódio um da 22ª temporada na AT & ampT, agora localizado na Flórida. Qual é o nome do episódio? Não eram bombas etc

Acho que foi Pumps, Prints and Picks.
S22 / E1.

No ComCast on demand, ele não mostra as bombas!

Acabei de verificar e está lá

Pressione o botão Xfinity
Mova a seta para "On Demand" e pressione Enter
Vá até "Novos episódios gratuitos - Adicionados recentemente",
Seta para a esquerda para destacar "Ver todos" e "Dias da semana" aparecerá abaixo dela, pressione Enter
Você pode clicar em "Ver todos" para encontrar "American Pickers" ou apenas usar a seta para a direita até chegar à última entrada, que é "American Pickers", e pressionar Enter.

Vai destacar "Play Next S22 Ep2"

A partir daí, você pode usar a seta para a direita e selecionar "Episódios" ou, ainda mais fácil, a seta para baixo, e você pode ver uma caixa à direita.

Dei instruções completas, caso os outros não tenham certeza de como navegar até aquele ponto.


Ainda mais rápido é apertar o botão do microfone e dizer "American Pickers 'S' 22"

Quando surgir, a seta para baixo para os episódios e a seta para a direita para S22 Ep1

Também disponível online depois de escolher o Xfinity ou quem quer que seja seu provedor, desde que tenham o Canal de História.

Tentamos encontrar o episódio que assistimos episódio 1, não era esse. Tentamos 2, que brilhou com o top dourado no centenário, mas também não foi esse o episódio. Estamos perdendo alguma coisa?

Sim, você de alguma forma perdeu algo. O episódio 2 tem um topo dourado mostrado em 1:16 no episódio, mas NÃO é a cúpula da Universidade Centenário. É um no sul de New Hampshire, como você pode ver na seção inferior esquerda da tela, antes que a cúpula apareça na tela.

É o Episódio 1, que começa como pequenos clipes do show, em seguida, mostra Mike se encontrando com "Jersey Jon" em Barnegat por volta de 1:35. Eles o mostram na loja de "Jersey Jon", onde ele estava trabalhando em uma bicicleta motorizada para eles. Seu irmão Robbie e Danielle são os que mostram neste pescoço do bosque um pouco mais tarde, por volta das 4h30. Eles mostram o segmento onde eles param na estação começando por volta das 10:35, onde os mostra no norte de NJ.

Talvez você tenha tirado o simples "S22" para S22, episódio 1? Aquele (simples S22) é uma compilação de clipes "humorísticos".

Acabei de verificar agora para obter os tempos que coloquei como marcadores, para que estejam lá e disponíveis gratuitamente!

Oi Phil D. Obrigado pela informação, mas minha caixa nem lista a temporada 22 ainda. Reclamei com a Comcast sobre meu serviço, sem sucesso. Acho que preciso tirar a caixa e entregá-la a eles.

Você já tentou resetar a caixa, além de reiniciar, é claro? Suponho que sim, especialmente porque isso é o que eles diriam para você fazer também. Talvez deixá-lo desconectado por um longo período de tempo antes de reconectá-lo pode ajudar, digamos, vários minutos.

Além disso, eu verificaria os horários em que você deve receber atualizações. O meu normalmente recebe atualizações às 3h30 ou mais ou menos, quando não é muito provável que eu esteja assistindo. Talvez você precise verificar suas configurações para garantir que isso seja feito. Se nada disso funcionar, talvez você possa trocá-lo diretamente no escritório. Eu sei que quando tive problemas no ano passado que estavam piorando, o escritório não estava aberto para fazer isso e eles tiveram que agendar uma consulta de serviço para mim.

A caixa da Samsung deve ter sofrido uma sobrecarga de energia, já que meu filtro de linha mostrou que uma havia ocorrido (provavelmente através da parte da linha do cabo, já que eu não tinha aquela linha protegida, e simplesmente não estava mais "certa"). nunca entrei, mas verifiquei tudo em linha do lado de fora, então me deu uma nova caixa para colocar e devolver a velha quando eu terminasse, cerca de 5 minutos depois.

A nova caixa da marca "Xfinity" é mais barulhenta, mas não teve nenhum problema até agora. Boa sorte!

Obrigado por todos os comentários e percepções pessoal! Alguém sabe se o imóvel está à venda, ou se Gene vende itens para o público que está passando? Obrigado e Sempre Fi! - RAD


Crítica de livros de história americana: Blooding at Great Meadows

George Washington já foi chamado de pai do nosso país, fundador e patriarca, frases que evocam a imagem de um homem estóico, nobre e sagaz. Nós o vemos todos os dias em nossa denominação de moeda mais comum, e suas características são esculpidas no granito do famoso Monte Rushmore de nossa nação. Para quase todos os americanos, George Washington é o proverbial Marble Man, constante e imutável.

Para entender a verdadeira Washington, no entanto, devemos remover o verniz de granito com um cinzel, não para expor pés de argila, mas para reconhecer carne e sangue. Devemos tentar imaginar um jovem tempestuoso, cheio de entusiasmo e ambição sem limites, um homem que teve de se esforçar constantemente para controlar um temperamento furioso e que não queria nada mais do que ser aceito e reconhecido por seus pares. Este é o George Washington que os leitores encontram no livro de Alan Axelrod Sangramento em Great Meadows, um olhar rápido e convincente sobre o serviço do jovem virginiano durante as primeiras fases das guerras francesa e indiana.

O Washington de Axelrod nem sempre é deliberado e prudente. Em maio de 1754, durante uma missão no Vale do Ohio que foi reivindicada tanto pela Inglaterra quanto pela França, o jovem comandante precipitadamente ataca e derrota um pequeno grupo de batedores franceses, precipitando assim uma guerra que acabaria envolvendo o mundo inteiro. Só depois que a fumaça da batalha se dissipar é que Washington fica sabendo que o comandante francês morto na luta carrega uma bolsa diplomática. Sua vitória inicial é rapidamente seguida por uma derrota humilhante nas mãos dos franceses em Fort Necessity, no atual oeste da Pensilvânia. Como o autor mostra claramente, a vitória e a derrota - os suportes para livros da guerra - forjaram o caráter de George Washington e forneceram-lhe as habilidades de liderança que se tornaram cruciais durante a Revolução Americana.

Originalmente publicado na edição de dezembro de 2007 de História americana. Para se inscrever, clique aqui.


Rescaldo

Depois de várias horas de conversa, um documento de rendição foi produzido. In exchange for surrendering the fort, Washington and McKay were permitted to withdraw back to Wills Creek. One of the clauses of the document stated that Washington was responsible for the "assassination" of Jumonville. Denying this, he claimed the translation he had been given was not "assassination" but "death of" or "killing." Regardless, Washington's "admission" was used as propaganda by the French. After the British departed on July 4, the French burned the fort and marched to Fort Duquesne. Washington returned to Great Meadows the following year as part of the disastrous Braddock Expedition. Fort Duquesne would remain in French hands until 1758 when the site was captured by General John Forbes.


Historic Island Dragway in Great Meadows closes

GREAT MEADOWS — What was once a destination spot for New Jersey’s racing community, the 50-year-old Island Dragway has closed its gates, said Bob Lang, the division director of the National Hot Rod Association (NHRA).

With the closing of the Island Dragway, New Jersey now has only two drag strips remaining: the Atco Raceway in Waterford Township and Englishtown in Old Bridge.

Owner Kathy Demarcky notified the NHRA last month that the quarter mile drag strip would not be opening at the start of 2013. Lang said he was not at liberty to disclose the reason, though he said the dragway wasn’t “shut down by any authority,” despite rumors of EPA or state DEP involvement, which agency spokesmen confirmed.

The dragway was an NHRA member track, though it operated as an independent business "with all the problems of independent business" — including land ownership and state and federal regulations, Lang said.

The dragway’s closing, as far as Lang can tell, is not part of a trend within the drag racing community, though he described it as a “tough business to make a profit.”

The track, which held weekly racing events, included a 2,000 feet “shutdown area” where racers slowed after a race. Lang did not know the capacity of their grandstand seating.

Fans of the dragway have taken to a Facebook page, Help Keep Island Dragway. The page has nearly 1,500 likes.


Stewardship Activities

Also visit the Citizens for Lexington Conservation website for other events in the Lexington/Arlington/Winchester area.

Join our email list to receive up to the minute announcements.

Upland Meadow Restoration 2010-11
A proposal to restore upland meadow areas in Arlington s Great Meadows was presented at a public meeting on the evening of July 14th of 2009.
The Mass Audubon report about the proposed project was entitled Recommendations for Restoration of Meadows Habitat at Arlington s Great Meadows, Final Report, May 14, 2009 . Copies can be found aqui on the website.

The project then was implemented in 2010 and 2011 with the help of many volunteers. The open upland meadow you now see near the kiosk was once scrubby woodland.

Fire at AGM on Friday April 17, 2009
There was an extensive fire in AGM on the afternoon of April 17. Although the fire was mostly confined to the lower wetland areas, some upland areas especially in the northeast near Shelia Road were also damaged. Approximately 100 acres of a total of 183 acres were affected. Regrowth in the wetland areas is likely to be very rapid. Here is a map (2MB PDF) showing the general extent of the fire, although the burned areas were somewhat patchy even the the central meadow area, perhaps related to water levels. The fire was almost certainly of human origin, but there is no information about whether it was accidental or intentional. We also have a photo page of some after fire pictures. We welcome any photos of the fire that you might have to share. The wetland area is recovering quite rapidly after the fire although the situation is more mixed in the upland areas. More photos to come soon.

Fire at AGM on April 23 in 2008
Nine acres of upland forest near the nursing home were scorched by a fire on April 23. Read the Lexington Minuteman article: http://www.wickedlocal.com/lexington/news/x1041578027

FoAGM Contact Information:

To join the FoAGM email list, all you need to do is click on this link to send an email to [email protected] You will then receive news and updates about our events, including weather-related cancellations and reschedulings. This is a very low volume moderated list, and you can unsubscribe at any time. You can also visit our internet discussion group at http://groups.yahoo.com/group/FoAGM/

Email Contacts:
General information at [email protected]

General Resource Information

UMA Natural Resource Inventory and Stewardship Plan commissioned by Arlington's Conservation Commission, was completed in 2001 by Frances Clark of Carex Associates. Copies are available at the Arlington and Lexington Public libraries. It is available aqui on this web site.


Alfred J. Lindsay -- 1 of 12 Men Executed for Cattaraugus Murders

Bernice, 50, was there as secretary to the judge sentencing Harold, 46, on a carrying concealed weapon conviction. His rap sheet, dating back to 1914, reflected a pattern of getting into trouble with the law.

Yet she saw something in him -- perhaps in how he stood before the bench, in what he told her judge, in the manner of his speaking -- that prompted her to look beyond the record of his past. Instead, what she saw, what perhaps no one else had ever taken the time to see in him, prompted her to look to the possibilities of his future.

Did they exchange brief glances in the courtroom? Did they exchange some passing polite phrases during breaks in the proceedings? That isn't known. What is known is they began a correspondence that continued throughout his next several years in Great Meadow Prison as he served the sentence her judge had imposed.

The Bakers played key roles in the development of the New York State prison system and its fingerprint bureau.

Isaac V. Baker Sr., a New York railroad magnate and politician, had two sons, Isaac V. Baker, Jr. and Charles K. Baker.

Isaac, Jr. served in the Legislature until 1881, as an Assemblyman and then State Senator, also oversaw the family's railroad interests.

He then served as Superintendent of the NYS Department. of Prisons from 1882 through 1887.

His brother, Charles K., who had also served as an Assemblyman, was given the position of Prison Department chief clerk, a post he held about 30 years.

Back in the 1930s, the Southern Tier Expressway and other super highways and thruways did not exist. While New York had an extensive network of passenger railroads, a person seeking to travel from the western-most parts of the state to the eastern-most parts had to complete a time-consuming series of connections and stop-overs. In-state air travel, an industry still in its infancy, was not any more direct (if available at all in certain areas) and was a great deal more expensive.

So correspondence was Bernice and Harold's main means of maintaining contact. The prison mail censors must have smiled to themselves as the letters between the two progressed in tone from cautious interest to friendly rapport to fond regard to warm affection.

In his historical profile of Great Meadow Correctional Facility for the New York State Department of Correctional Services magazine DOCS Today May 2000 issue, NYCHS founding member Austin Clarke wrote:

In 1905, New York State purchased a 1,000-acre homestead from the family of railroad magnate Isaac V. Baker. The tract, east of Lake George in the village of Comstock, included tillable lands, pasture and woodlands. By all accounts, the family got the better deal. The state overpaid for the land, much of which could never be cultivated within a few years of the prison's opening, it was forced to lease 250 nearby acres of arable land to feed the inmates.

For nearly two miles, the grounds fronted the Barge Canal, with the main line of the Delaware & Hudson Railway but a quarter-mile away. . . .

The state [had] intended to build an insane asylum on the site . . . Instead, in 1909, the Legislature appropriated $350,000 for a prison. The new institution would expand the capacity of the evolving system of adult penal institutions, then consisting of three prisons (Auburn, Sing Sing, and Clinton), two men's reformatories (Elmira and Eastern), two women's reformatories (Albion and Bedford) and the asylums for insane criminals at Matteawan and Dannemora.

Of the four prisons, Great Meadow would be the only one to which prisoners were not sent directly by the courts. "Young and promising background first offenders" would be transferred there at the discretion of the superintendent of state prisons (the equivalent of today's commissioner), usually as a reward for good behavior. The "honor prison" would also differ from the established prisons in being set up as an educational institution, with a "School of Agriculture" and industrial training as well as academic instruction for illiterates (chiefly the foreign-born).

The name, too, was a break with tradition. Until then, New York was content with place-names. We don't know whether "Great Meadow" was a name used by the Bakers or if it was christened by a state official, but it was certainly inspired by the nearly level 300-acre field on which the prison would be built. . . .

The magnificent 1865 Baker mansion was used until the early 1970s as the warden's residence (it is now used for offices).

On February 11, 1911, 23 inmates from Sing Sing arrived at the partially completed prison and were housed in the north wing of the cellblock.

Thayer resigned a month into the job and was replaced by William J. Homer, who stayed until his death in 1919.

Homer, 50, was stricken at 11 p.m. Oct. 4th, 1919 with a "paralytic stroke" after making an address to Jewish inmates assembled to observe the feast of Yon Kippur. He died the following morning at 3 o'clock. Homer, a former Erie Railroad traveling passenger agent, had been appointed Great Meadow warden by Governor John Alden Dix in July 1911.

After Homer, Col. William J. Hunt was named to the warden post.

By the time, Harold Farnsworth arrived at Great Meadow to begin serving his weapon possession conviction sentence, the character of the prison had changed significantly from its original "honor system" plan. It was supposed to have been -- and for less than a decade and a half it was -- a prison without a wall around it. But due to (a) overcrowding elsewhere in the statewide system and (b) Great Meadow's underutilization because of the "first offenders only" rule on admissions, that restriction was eroded as second timers were introduced into the inmate population in 1916 during its Homer era and, not long afterward, third timers as well.

Even with some recidivists added to the prisoner mix, hundreds of cells remained unoccupied because of administrators' fears that filling them would result in a steady stream of escapes unless an outer wall was built.

If Harold had been permitted to stand atop the wall and look eastward with binoculars, he might have see some western parts of his native Green Mountain state, Vermont, such as Lake St. Catherine, only a relatively few miles away. Would he have harbored a hope to escape to it, except for the hope of another kind of escape that Bernice's letters held out to him -- the opportunity to break away from his criminal past, a chance to "go straight" and to make for them a life together?

When Farnsworth arrived at Great Meadow, Hunt was still warden but not for long. Highly regarded, he had been offered the warden post at Auburn Prison but turned it down in order to stay at Great Meadow. But that was not to be. In 1931, Hunt was tapped to head Attica, the system's fifth maximum security prison.

Known as Brooklyn's Last Irish Boss, Charles "Vannie" Higgins was one of only a handful of mobsters who knew how to fly a plane and had a valid pilot's license to prove it. Knowing that his boyhood buddy would be flying up for dinner with him June 17, 1932, Warden Wilson had inmates clear a nearby meadow so Vannie could land his plane.

The next night, Vannie was back in Brooklyn for his 7-year-old daughter's tap dance recital. About 11 o'clock as he left the Prospect Park hall with his daughter, Higgins was gunned down gangland-style, having protectively run from her toward his assailants so as to draw away from her their gunfire.

The bootlegger's violent death, coming little more than 24 hours after his Great Meadow visit, put into the public spotlight the Wilson-Higgins dinner and the use of inmate labor to clear a "landing field." Governor Franklin D. Roosevelt, running for President, made the appropriate public comments criticizing the warden's actions. But Wilson indicated there would be no apologies coming from him for his having welcomed "a social visit" by his old friend from their old neighborhood, a buddy whom he could never again see in this life.

Perhaps Farnsworth was among the inmates who cleaned the meadow to make a field for the warden's boyhood buddy to land his plane. But if not, Harold would surely have learned about it from the prison grapevine. For Farnsworth, another kind of buddy story started at Great Meadow. His cell mate was a New Rochelle burglar about 20 years his junior: Alfred J. Lindsay.

The younger convict must have been generally aware of, if not personally privy to the romance by correspondence between Harold and Bernice. That kind of thing would have been hard to conceal within the narrow confines of a prison cell, especially given the life-transforming effect that the long-distance relationship with her was having on Farnsworth. Her letters had led Harold to dare think, even to plan on making an honest living so that she and he could be together after his release. Harold may well have wanted someone with whom to talk about those plans, if only to make sure they didn't sound foolish at his age when spoken aloud. Lindsay was a handy listener.

Harold headed for Cattaraugus to demonstrate to Bernice that he really meant what he wrote her about making a new start in life and to ask her to share that life with him.

Lindsay headed in another direction.

Bernice accepted Harold's proposal and they were wed soon after he had arrived back in the county.

The Farnsworths took up farming in the Cold Spring near Randolph.

Their farm house was, according to the New York Times description, "on a little traveled dirt road in the Cattaraugus hills."

The farming community where they settled is situated in the southwestern part of the county and takes its name from nearby Cold Spring Creek that feeds into the Allegany River.

Today that region of Western New York has a significant Amish presence, but not so back when the Farnsworths were newlyweds. The Amish didn't begin settling there in noticeable numbers until the late 1940s and early 1950s.

Though Farnsworth and Lindsay had gone their separate ways after being released from prison together, they kept in touch. When Alfred informed Harold about having a hard time finding legitimate work, the older man offered to take him on as a farm hand.

Not that the job would pay much, if anything. The whole country was in the midst of the Great Depression. But at least the Farnsworths could share with him the food on their table, the roof over their heads and the logs burning in their fireplace. Bernice went along with Harold in opening their home to her husband's jobless former cell mate. After all, Alfred had made known his jobless situation around Christmastime 1934 so taking into their home someone in need seemed keeping with the spirit of the season.

But Alfred's much more negative attitude about life in general belied the "True Love" tattoo etched across the fingers of his left hand. The Farnsworths' evident happiness in their own true love could well have had a reverse effect on Lindsay, prompting a resentment in him having little to do with his work around their farm.

The degree of violence inflicted upon the couple by Alfred strongly suggests that more than a monetary motive was involved in the double murder. Harold had been shot three times in the head. Bernice had been hacked to death with a double-edged axe. Given that the Farnsworths were about the same likely age as Lindsay's parents, one wonders whether Alfred's relationship with his own mother and father figured into the fury of the attack.

The slayings at the Farnsworth farm happened Tuesday March 5th but three days elapsed before the crime became known. On Friday, March 8th, Harold was found at the bottom of a flight of stairs and Bernice's body was discovered in the cellar. Missing from the farm were the couple's few valuables, their car and Alfred.

Cattaraugus Sheriff Lester W. Carlson and his deputies learned from interviewing neighbors and others that the Farnsworths had taken on Lindsay as a farmhand about two months earlier but had severed his employment Monday, March 4, the day before the homicides.

Carlson disclosed to newspapers that Harold, originally from Montpelier, Vt., and Alfred, originally from New Rochelle, Westchester, had been inmate buddies at Great Meadow. The sheriff also outlined the story of Harold and Bernice -- their meeting in the Salamanca court, their years of correspondence during Farnsworth's imprisonment, and their marrying after his release the previous August.

Click either image to access the site.

Also worth checking out is The Hardtack Regiment, the informative site of 154th historian Mark H. Dunkelman whose interest in the 154th began during childhood when he learned his great-grandfather served with it.

He soon discovered that the 154th s legacy was neglected, a situation he decided to change.

During decades of research, he contacted more than 1,000 descendants of members of the regiment and gained access to more than 1,600 wartime letters, a score of diaries and accounts, 200 portraits, and other material he used to write several books and numerous articles on the 154th.

Links to a complete roster of the 154th NY appear on The Hardtack Regiment site.

Since 1986, descendants of the 154th New York have held annual reunions in Cattaraugus, New York, where the regiment was raised.

NYPD Detectives Walter Clancy and John Northeis of the West 13th St. Police Station spotted him in a restaurant at 6th Ave. and 49th St., Manhattan. His furtive behavior aroused their suspicions. Despite the March weather outside, his wearing gloves inside the warm eatery didn't seem appropriate. But when he took the glove off his left hand, they saw the letters on the back of the fingers. They spelled out the phrase "True Love." That fit a "wanted" sheet description of the suspect in the Western New York double-murder case.

Taken to the West 68th St. Stationhouse, Lindsay was questioned by Deputy Inspector Michael McDermott. Detectives said the fugitive admitted the killings but claimed self-defense, alleging he was attacked when he insisted on being paid back wages of $10 a month for the time he had worked on the farm.

Alfred had driven the Farnsworth car to his sister's home in New Rochelle for a change of clothes and then drove to Manhattan where he abandoned the vehicle at Columbus Avenue and 96th St. Police recovered it there after his arrest.

Accompanied by other law enforcement officers, Cattaraugus District Attorney A. Edward Krieger, armed with an arrest warrant charging first degree murder, departed Jamestown, N.Y., that evening to bring the suspect back to the county to face trial.

Exactly one month after the homicides, Lindsay heard judgment rendered: the penalty of death on the conviction of first degree murder. While legal processes were quicker in the 1930s, the single month between the March 5th crime and the April 5th trial court judgment still appears remarkably swift. Perhaps that reflected a determination by the law authorities in Cattaraugus to brook no delay in seeing speedy justice done in this particularly heinous case.

Key to the accelerated rate at which proceedings progressed was D.A. Krieger's decision to try Lindsay only for the savage slaying of 57-year-old Bernice Kenyon Farnsworth. Not that the district attorney credited the claim by Alfred that his killing Harold was an act of self defense. Rather, the prosecutor obviously reasoned that the self-defense claim, already straining credulity when advanced to justify shooting Farnsworth in the head three times, totally lacked the least bit of plausibility to explain away the vicious hacking to death of Mrs. Farnsworth.

In addition to being widely known in the county's legal circles because of her former work as a judge's secretary, her family name -- Kenyon -- had roots in Cattaraugus history tracing back to before the Civil War.

Winfield Scott Kenyon, who was born at New Albion Dec. 12, 1843, served in Company B of Western New York's 154th NY Volunteers Regiment. He died at Salamanca March 13, 1919.

Recruited from Chautauqua and Cattaraugus counties, the Hardtrack Regiment (as it became known) was organized at Jamestown, N. Y., mustering in there Sept. 24, 1862. The regiment's bloodiest battle took place at Chancellorsville but it also earned battlefield flag honors at Gettysburg, Lookout Valley, Chattanooga, Knoxville, Atlanta, Savannah, and in the Campaign of the Carolinas.

Cattaraugus County's Civil War veterans, like their former comrades in-arms around the country, had celebrity status within their home communities, being honored guests at annual patriotic events.

For many decades, one of the most poingnant moments during July 4th parades would be the line of march of those venerable old warriors, (fewer each year) stepping slowly but stubbornly forward along the route, some with the aid of canes. Winfield Scott Kenyon saw more than 50 July 4ths come and go before he passed away.

  • Dora G. Kenyon (born 1874, died 1940)
  • Morna G. Kenyon (born 1873, died 1962) and
  • Bernice Kenyon Farnsworth (born 1879, died 1935). Alongside her are her husband Harold's remains.

The Kenyon family roots in Cattaraugus and the regard for Bernice Kenyon in the county's legal community may have been among the several factors D.A. Krieger took into consideration in deciding on the unusual course of trying Lindsay for her murder, instead of both murders.

Lindsay was represented at the trial and on appeal by G. Sydney Shane, of Salamanca, and Cornelius J. McCarthy, of Olean. In the late 1930s and early 1930s, Shane would chair the Democratic Party in the county and in 1943 be a candidate for State Supreme Court Justice.

On July 11th, the state's highest appellate bench, the Court of Appeals -- headed by Chief Judge Frederick E. Crane -- affirmed Lindsay's conviction and sentence without issuing a written opinion (per curiam). Judges Crane, Irving Lehman, John F. O'Brien, Irving G. Hubbs, John T. Loughran, and Edward Ridley Finch all concurred. Judge Leonard Callendar Crouch did not sit in the case.

Gov. Herbert H. Lehman declined to commute Lindsay's death sentence to life imprisonment.

Twice elected with Franklin D. Roosevelt as lieutenant governor, Lehman became governor when FDR became President.

Lehman was thrice elected to two-year terms as governor (1932, 1934, 1936) and once to a four-year term (1938).

Director of the UN relief agency from 1942 through 1946, he was elected to the U.S. Senate in 1949, serving there until retirement in 1956.

Crane was born March 2, 1869 in Brooklyn. He graduated from Columbia University Law School in 1889 was admitted to the bar in 1890, and was in private practice until 1896 when he was appointed an Assistant District Attorney of Kings County.

Elected Kings County Judge in 1901, he became a State Supreme Court Justice in 1906 joined the Court of Appeals in 1917 and became its Chief Judge in 1934. Elected Delegate-at-Large to Constitutional Convention of 1938, he retired from the bench in 1939. Crane died Nov. 21, 1947 in Garden City.

Instead, he ate regular prison fare of that day: a hamburger, boiled potatoes, lima beans, and rice pudding.

He walked "the last mile" stolidly, without physical aid, behind the priest, and through "the little green door" to the execution chamber. He glanced briefly at the witnesses assembled and then sat down in the electric chair without a word. No final formal statement.

As the guards adjusted the electrical attachments and restraints, he maintained a silence that, in a sense, seemed to sum up his attitude of the moment and perhaps his abiding general mind frame throughout his short life: "What's the use?"

The current was applied at 11 p.m. Before he was pronounced dead at 11:08 p.m., the electricity passed through his body for a few minutes, including his "True Love" tattooed left hand, the hand that helped kill two True Lovers.

WEBMASTER NOTES

Their cases are explored, each in turn, in their own terms and, as this page gives ample evidence, also are explored as the means for connecting to other personages, events, developments and currents in the histories of the county, state and country.

-- The case of Alfred J. Lindsay points up the value of Daniel Allen Hearn's excellent Legal Executions in New York State.

His book's entry for the Lindsay case provided sufficient details to establish the romantic elements of the murder victims' background story, thereby helping guide the approach pursued in follow-up research. New York Times and other newspaper accounts of the discovery of the crime, capture of the suspect and his execution all amplified, enhanced and expanded that basic story line. The following are among the newspaper that carried stories on the case: Syracuse Herald, Plattsburgh Daily Press, Olean Times Herald, Oswego Palladium Times.

-- Mary Bryant's listing (on the PaintedHills.Org website) of Randolph Rural Cemetery grave stone information was most useful. While the names and dates transcribed from the tombstones do not prove beyond doubt that Bernice Kenyon was the daughter of Winfield Scott Kenyon, the proximity of their graves in the cemetery's Central Road section and proximity of the birth dates make plausible the following scenario:

Presumably named for the famous general who had fought in the Buffalo and Lake Erie region during the War of 1812 and who later played a major role in the Indian Wars, Winfield Scott Kenyon was born in December of 1843. He was about 19 when he joined the 154th, known as the Hardtrack Regiment, that mustered in 1862. After the Civil War, Winfield married Olive G., who was about two years older than he. They had three daughters, Morna G., born 1873 Dora G., born 1874, and Bernice, the youngest, born 1874. Their mother died in 1910 and their father in 1919. Bernice and her husband, Harold, were in killed in 1935 and are buried next to each other in the Central Road sector of the cemetery. Dora died in 1940 Morna, in 1962.

-- The Kenyon name goes back in Cattaraugus at least as far back as the very early 19th Century. In 1808, Benjamin Kenyon was reported to have bought Lot #63 at Cattaraugus Village, built a house there, where until his death about 1830.

In March of 1892, W. L. Kenyon of Randolph was listed as an official NYS sugar weigher for the Cattaraugus region.

According to his website, the booklet "presents a detailed account of the organization of the 112th and 154th New York Volunteer Infantry regiments in the summer of 1862, when some 2,100 recruits from Chautauqua and Cattaraugus counties converged at Camp Brown.

"This history of the rendezvous describes what the new soldiers experienced in the weeks before they were sent to the front, often using their own words.

"Long since vanished from the city scene, Jamestown's most significant Civil War site is revisited in the pages of Camp James M. Brown. Soft cover, 45 pages, four photographs and wrap-around cover photo."

Click cover image to access information about related publications.

-- A. Edward Krieger, who as Cattaraugus District Attorney prosecuted the Alfred J. Lindsay case, later went on to win the GOP nomination for County Judge, besting the then powerfully entrenched Republican establishment, and ultimately won election. But, only a few hours after conferring with DA Joseph A. Nevins about the upcoming court term and only 36 hours before he was to be sworn in as judge Jan. 1, 1950, Krieger was killed in a car crash near Salamanca. The driver of the other car and its passenger were also killed. Sheriff Morgan I. Siegel reported the Krieger car, with two passengers, and the other vehicle collided on a curve in the road between Olean and Salamanca..

-- One of Alfred J. Lindsay's two attorneys, Cornelius J. McCarthy died Jan. 5, 1978, at Olean General Hospital following a brief illness. McCarthy, 69, of Hamilton Ave., had been an attorney in Olean for 45 years.

Son of Cornelius J. and Margaret Cullinan McCarthy, he was born in Dunkirk on March 29, 1908. McCarthy Jr. married the former Mary Isabelle Krampf of Allegany on Sept. 7, 1939 at St. Bonaventure Church, Allegany, He was in business with G. Sidney Shane of Salamanca under the firm name Shane & McCarthy, Solicitors.


The Great Meadows Conservation Trust, Inc.

o Great Meadows Conservation Trust was incorporated in 1968 by concerned citizens of Wethersfield, Rocky Hill and Glastonbury as a non-profit tax exempt land trust to protect and preserve the Great Meadows. We wish to save the floodplain's vital agricultural, scenic, archeological and wetland resources, and are committed to working with like-minded groups and landowners.


A lone heron warms in the afternoon sun south side of Crow Point


Assista o vídeo: Great Meadows Wildlife Utube took off original music


Comentários:

  1. Elye

    Eu acho que você está enganado. Vamos discutir isso.

  2. Napayshni

    Você está cometendo um erro. Eu posso provar. Mande-me um e-mail para PM, vamos conversar.

  3. Churchill

    Eu acho que esse é o erro. Eu posso provar.

  4. Linwood

    Não se aproxima absolutamente de mim. Quem mais, o que pode solicitar?

  5. Orville

    Sou muito grato por sua ajuda neste assunto, talvez também possa ajudá -lo com alguma coisa?

  6. Mezishakar

    Esta mensagem é incrível))), eu gosto :)

  7. Paxtun

    Esta é uma ótima idéia. Estou pronto para apoiá-lo.



Escreve uma mensagem