Eventos 2020

Eventos 2020

Foi um ano como nenhum outro. Em meio às perdas massivas infligidas por uma pandemia global, amargas divisões políticas e agitação racial que explodiram em violência, raios de luz brilharam na escuridão.

Os profissionais de saúde da linha de frente e aqueles em outras funções essenciais arriscaram sua própria segurança para ajudar os outros. Multidões de manifestantes tomaram as ruas em um protesto generalizado contra o racismo sistêmico e a injustiça. E, no final do ano, dezenas de milhões de americanos votaram em uma eleição presidencial, enviando cédulas ou indo às urnas em maior número do que nunca na história do país.






















COVID-19 mudou o mundo para sempre

Em 9 de janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que um grupo de casos misteriosos do tipo pneumonia em Wuhan, China, no final de 2019, pode ter sido causado por um coronavírus não identificado anteriormente. Até o final daquele mês, casos do novo vírus foram confirmados na Tailândia, Japão e Estados Unidos, entre outros países, totalizando 9.800 casos no total e mais de 200 mortes.

A doença respiratória causada pelo novo coronavírus, SARS-CoV-2, ganhou seu próprio nome oficial em meados de fevereiro: COVID-19, ou CO para corona, VI para vírus e D para doença. Embora uma alta porcentagem das pessoas afetadas sofra de sintomas leves de resfriado ou gripe (ou mesmo nenhum sintoma), a doença causa doenças graves em outras pessoas, particularmente em pacientes idosos ou com problemas de saúde pré-existentes.

Em 11 de março, com a Itália relatando mais de 12.000 casos e 800 mortes e aumento de casos nos Estados Unidos e em outros lugares, a OMS declarou oficialmente o COVID-19 uma pandemia. O presidente Donald Trump, que inicialmente minimizou a ameaça do vírus nos Estados Unidos, declarou uma emergência nacional em 13 de março, liberando bilhões de dólares em financiamento federal para combater a propagação da doença.

No final daquele mês, os Estados Unidos haviam ultrapassado a China e a Itália e liderado o mundo no número total de casos conhecidos de COVID-19. As escolas começaram a fechar, e muitos restaurantes e outros pequenos negócios foram forçados a fechar as portas em um futuro próximo. Cidades e estados em todo o país aprovaram pedidos de permanência em casa, mesmo quando os profissionais de saúde da linha de frente enfrentaram uma escassez de equipamentos de proteção individual (EPI) vitais para mitigar a transmissão do vírus.

A notícia da propagação da pandemia desencadeou uma recessão global, e o Congresso aprovou um pacote de estímulo de US $ 2,2 trilhões, o maior da história dos EUA. Em abril, cerca de 6,6 milhões de americanos haviam entrado com o processo de desemprego. Naquele mês, a taxa de desemprego dos EUA atingiu 14,7 por cento, a maior desde a Grande Depressão.

Enquanto o distanciamento social, o uso de máscaras e outras medidas ajudaram a reduzir o número de vírus em algumas partes do país no verão, o aumento das taxas de casos forçou o Texas, a Flórida, a Califórnia e outros estados a adiar ou interromper os planos de reabertura. No outono, vários líderes mundiais haviam contratado COVID-19, incluindo o presidente Trump, que anunciou no início de outubro que ele e a primeira-dama, Melania Trump, haviam testado positivo, junto com vários funcionários da Casa Branca.

Com tudo isso, o número de mortos aumentou: embora o Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, tenha alertado em março que os Estados Unidos poderiam ver entre 100.000 e 200.000 mortes, o número real no final do ano chegaria a mais de 300.000. Em todo o mundo, mais de 1,6 milhão de pessoas morreram de COVID-19 em 2020, com o total de casos confirmados chegando a 70 milhões.

A esperança veio à tona em novembro, quando vários fabricantes de medicamentos anunciaram que haviam desenvolvido e testado vacinas que eram mais de 90% eficazes. Depois que a Food and Drug Administration emitiu uma autorização de uso emergencial, os primeiros profissionais de saúde receberam as doses da vacina em meados de dezembro. Residentes de lares de idosos dos EUA, que sofreram uma grande parte das mortes pelo vírus, também foram priorizados, enquanto a maioria dos americanos não deveria receber a vacina até a primavera de 2021 ou mais tarde.

Política e eventos mundiais

Um ataque de drone dos EUA matou um importante general iraniano: O ataque de drones dos EUA no Aeroporto Internacional de Bagdá no início de janeiro matou o poderoso general Qasem Soleimani, considerado a segunda pessoa mais poderosa no Irã depois do aiatolá Ali Khamenei. Em resposta, o Irã lançou mais de uma dúzia de mísseis balísticos em duas bases militares no Iraque, ferindo membros do serviço militar dos EUA e, por engano, abateu um avião de passageiros ucraniano decolando de Teerã, matando todas as 176 pessoas a bordo.

As negociações sobre o Brexit continuaram: O Reino Unido retirou-se formalmente da União Europeia em janeiro, iniciando um período de transição enquanto as duas partes negociaram os termos de seu novo relacionamento. No final do ano, as relações permaneceram tensas e as negociações continuaram em um esforço para evitar um resultado de no-deal até 31 de dezembro, o final oficial da transição.

O Senado absolveu o presidente Donald Trump das acusações de impeachment: Trump se tornou apenas o terceiro presidente dos EUA na história a sofrer impeachment pela Câmara dos Representantes e ser julgado no Senado, que votou pela sua absolvição em fevereiro. As duas acusações de impeachment, abuso de poder e obstrução do Congresso, resultaram dos esforços de Trump para fazer a Ucrânia investigar o filho do vice-presidente Joe Biden, então um dos vários candidatos que disputavam a indicação presidencial democrata.

Os Estados Unidos fizeram movimentos para deixar o Afeganistão: Em fevereiro, funcionários do governo Trump e líderes do grupo fundamentalista muçulmano Talibã chegaram a um acordo que marca o primeiro passo para encerrar a guerra de mais de 18 anos no Afeganistão. Segundo o acordo, todas as forças dos EUA serão retiradas até maio de 2021, desde que o Taleban atenda a certas condições, incluindo a negociação de paz com o governo afegão. Em novembro, o Departamento de Defesa dos EUA anunciou a retirada de 2.500 soldados do Afeganistão e do Iraque em meados de janeiro de 2021, uma decisão criticada por muitos em casa e no exterior devido ao aumento da violência durante as negociações Afeganistão-Talibã.

Morreu a juíza da Suprema Corte Ruth Bader Ginsburg: A notícia da morte de Ginsburg por complicações de câncer de pâncreas aos 87 anos devastou muitos americanos que a viam como um ícone liberal e defensor dos direitos das mulheres. Também desencadeou uma batalha partidária sobre a nomeação do presidente Trump de sua sucessora, Amy Coney Barrett, que foi confirmada apesar da forte oposição democrata poucos dias antes da eleição presidencial de 2020.

Joe Biden e Kamala Harris venceram uma eleição histórica: Depois de emergir de um campo primário lotado, o vice-presidente Joe Biden conquistou a indicação democrata e escolheu a senadora Kamala Harris como sua companheira de chapa, tornando-a a primeira afro-americana, a primeira asiático-americana e a terceira mulher candidata a vice-presidente nos Estados Unidos. Em novembro, Biden e Harris derrotou o presidente Trump e o vice-presidente Mike Pence em uma eleição que teve um número recorde de pessoas votando cedo e pelo correio. Ambos os candidatos receberam mais votos do que qualquer outro candidato presidencial dos EUA na história, com Trump recebendo mais de 74 milhões de votos e Biden mais de 81 milhões.

Raça e Justiça Social

A morte de George Floyd gerou protestos globais: Em 25 de maio, George Floyd foi preso pela polícia em Minneapolis por supostamente usar uma nota falsificada. O vídeo mostrou um dos policiais ajoelhado no pescoço de Floyd enquanto estava preso no chão, dizendo repetidamente que não conseguia respirar. Nas semanas que se seguiram, a indignação com o assassinato de Floyd e o apoio ao movimento Black Lives Matter alimentou protestos em massa contra o racismo sistêmico e a violência policial em mais de 2.000 cidades dos EUA e 60 países ao redor do mundo. No início de junho, cerca de 62.000 soldados da Guarda Nacional haviam sido destacados em 30 estados, e mais de 4.400 pessoas foram presas em conexão com os protestos. Mais tarde, no verão, os protestos foram renovados em muitas cidades depois que um policial atirou em Jacob Blake em Kenosha, Wisconsin, paralisando-o da cintura para baixo, e um grande júri não retornou acusações contra policiais que atiraram e mataram Breonna Taylor em sua casa em Louisville , Kentucky, no início do ano.

Os americanos contaram com a história racista da nação: Em meio aos protestos generalizados sobre a injustiça racial provocada pela morte de Floyd, muitos americanos brancos prestaram nova atenção a Juneteenth, a comemoração do fim da escravidão nos Estados Unidos em 19 de junho de 1865, bem como o 99º aniversário do Massacre da Corrida de Tulsa . Este ano, as escolas de Oklahoma anunciaram que finalmente começariam a ensinar o massacre nas escolas, após anos sem mencioná-lo. Em mais evidências da mudança de atitudes, as autoridades municipais removeram monumentos celebrando os líderes confederados em Richmond, Virgínia, Charleston, Carolina do Sul, Nashville, Tennessee, Jacksonville, Flórida e em outros lugares, depois que muitos deles se tornaram o foco de protestos.

O ícone dos direitos civis John Lewis morreu em julho: Muito antes de representar o 5º distrito congressional da Geórgia na Câmara dos Representantes dos EUA por quase 30 anos, Lewis serviu na linha de frente do movimento pelos direitos civis. Em março de 1965, ele liderou a marcha histórica em Selma, Alabama, pedindo o direito de voto dos negros em Jim Crow South, e foi espancado por soldados estaduais em um surto de violência televisionado que indignou o mundo. Diagnosticado com câncer de pâncreas avançado no final de 2019, ele viveu o suficiente para comemorar os protestos de 2020 como o tipo de "bom problema" que ele fez com que sua vida funcionasse.

Cultura e Esportes

Harry e Meghan disseram adeus à vida real: Os observadores reais ficaram chocados com o anúncio em janeiro de que o Príncipe Harry e Meghan Markle estavam deixando seus cargos como membros da realeza sênior. O duque e a duquesa de Sussex mais tarde trocaram a Grã-Bretanha pelos Estados Unidos, estabelecendo-se no sul da Califórnia com seu filho, Archie.

Um acidente de helicóptero matou Kobe Bryant e outros oito: Em 26 de janeiro, veio a notícia chocante de que a estrela da NBA Kobe Bryant, junto com sua filha, Gianna, e sete outras pessoas, morreram em um acidente de helicóptero devido ao nevoeiro em Calabasas, Califórnia.

O filme em coreano 'Parasite' ganhou um Oscar histórico: O filme do diretor coreano Bong Joon Ho, “Parasite”, fez história na noite do Oscar, tornando-se o primeiro filme em idioma diferente do inglês a ganhar o Oscar de Melhor Filme. “Parasite”, uma comédia de humor negro que trata do conflito de classes, também levou para casa os prêmios de Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Longa-Metragem Internacional.

Harvey Weinstein condenado: Em fevereiro, o ex-titã de Hollywood Harvey Weinstein foi condenado por um ato sexual criminoso e estupro em terceiro grau e um ato sexual criminoso. O veredicto de culpado e sua posterior condenação a 23 anos de prisão marcaram o fim de uma maré de décadas de alegações de má conduta sexual contra Weinstein por dezenas de mulheres, cuja revelação desencadeou o movimento global #MeToo.

COVID-19 encerrou os Jogos Olímpicos de Verão e outros eventos esportivos: Os Jogos Olímpicos de Verão, programados para ocorrer em Tóquio, Japão, foram reprogramados para julho-agosto de 2021, forçando milhares de atletas ao redor do mundo a colocar seus sonhos em espera por mais um ano. Os campeonatos de tênis em quadra de grama em Wimbledon, Inglaterra, foram cancelados pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial. Embora várias ligas de esportes profissionais dos EUA, incluindo NBA, WNBA e NHL, tenham sido capazes de operar com sucesso criando "bolhas" e observando quarentena estrita e medidas de distanciamento social, outros viram muitos jogos adiados ou cancelados quando os jogadores testaram positivo para COVID-19.

RIP Chadwick Boseman, Eddie Van Halen, Sean Connery e outros: Em agosto, veio a triste notícia de que o ator Chadwick Boseman, mais conhecido por interpretar Jackie Robinson em "42" e o super-herói titular da Marvel em "Pantera Negra", havia morrido aos 43 anos de câncer de cólon. Entre as outras celebridades notáveis ​​que morreram em 2020 estavam os grandes da música Little Richard e Eddie Van Halen, as lendas do cinema Olivia de Havilland e Sean Connery, o apresentador de “Jeopardy” Alex Trebek e o ícone do futebol argentino Diego Maradona.

Ciência e Tecnologia

Incêndios devastaram a Austrália: O ano começou com notícias de incêndios devastadores na Austrália desde dezembro de 2019. Quando foram apagados em fevereiro, os incêndios haviam queimado cerca de 46 milhões de acres de terra, matado 34 pessoas e matado ou deslocado quase 3 bilhões de animais.

A Antártica teve sua temperatura mais alta já registrada: Em fevereiro, o continente mais frio da Terra registrou uma temperatura recorde de 64,9 graus Fahrenheit. Cientistas disseram que a alta temperatura está de acordo com a tendência geral de aquecimento global nos últimos anos e pode afetar partes da enorme camada de gelo da Antártica, que contém cerca de 90% da água doce do mundo.

Incêndios florestais queimaram mais de 8,2 milhões de acres no oeste americano: Começando em meados de agosto, uma série de grandes incêndios florestais - alimentados por rajadas de vento, secas, ondas de calor, tempestades com raios e outros marcadores de mudanças climáticas - se espalharam por muitos milhões de hectares de terra a oeste das Montanhas Rochosas. A Califórnia e o Colorado viram incêndios recordes em termos de hectares queimados este ano. Em Oregon, mais de 900.000 acres (uma área maior do que o estado de Rhode Island) queimaram em apenas 72 horas em setembro, em comparação com a média de 10 anos de incêndios florestais do estado de 500.000 acres.

Os Estados Unidos deixaram oficialmente o Acordo Climático de Paris: Após um período de espera obrigatório de um ano, os Estados Unidos saíram formalmente do acordo histórico assinado em Paris em 2015. Sob a liderança do presidente Trump, cuja administração retrocedeu muitos esforços voltados para mitigar as mudanças climáticas, os Estados Unidos se tornaram o único de quase 200 países a renunciar às suas promessas de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

Os governos federal e estadual tentaram controlar os gigantes da tecnologia: O ano viu uma série de processos antitruste inovadores direcionados a poderosas empresas do Vale do Silício que cresceram a proporções gigantescas em pouco mais de uma década. Mais notavelmente, o Departamento de Justiça dos EUA entrou com uma ação há muito esperada contra o Google, de propriedade da Alphabet, Inc., em outubro, alegando que a empresa protege ilegalmente seu monopólio sobre a pesquisa online. Em dezembro, o Texas e nove outros estados entraram com outro processo maciço atacando as práticas de publicidade online do Google, enquanto dezenas de estados e o governo federal atacaram o Facebook, acusando o gigante da mídia social de comprar ilegalmente seus concorrentes para formar um monopólio.

SpaceX deu início a uma nova era de voos espaciais: Para todos aqueles que procuram um novo planeta para chamar de lar, o ano trouxe pelo menos algumas boas notícias. A SpaceX, empresa fundada pelo bilionário Elon Musk para realizar seu sonho de colonizar Marte, lançou os astronautas da NASA em órbita pela primeira vez desde que o governo dos EUA retirou o programa do ônibus espacial em 2011. A SpaceX transporta cargas regularmente para a Estação Espacial Internacional e em 2020 se tornou a primeira empresa privada a lançar astronautas lá.

Fontes

Berkeley Lovelace Jr., "WHO names the new coronavirus COVID-19." CNBC, 11 de fevereiro de 2020.

Cecilia Smith-Schoenwalder, “WHO Estimates Coronavirus Has Infected 10% of Global Population. U.S. News, 5 de outubro de 2020.

Cronograma dos Desenvolvimentos do COVID-19 em 2020. AJMC, 25 de novembro de 2020.
Donald G. McNeil Jr., "The U.S. Now Leads the World in Confirmed Coronavirus Cases." New York Times, 26 de março de 2020.

“A taxa de desemprego sobe para recorde de alta de 14,7 por cento em abril de 2020.” U.S. Bureau of Labor Statistics, 13 de maio de 2020.

Philip Ewing, “'Not Guilty': Trump Acquitted On 2 Articles Of Impeachment As Historic Triales.” NPR, 5 de fevereiro de 2020.

“Tropas dos EUA no Afeganistão: aliados e republicanos alarmados com plano de retirada.” BBC News, 18 de novembro de 2020.

Sophie Lewis, “Joe Biden quebra o recorde de Obama para o maior número de votos já lançados para um candidato à presidência dos EUA.” CBS News, 7 de dezembro de 2020.

Alexandra Sternlicht, “Over 4.400 Arrests, 62,000 National Guard Troops Deployed: George Floyd Protests By the Numbers.” Forbes, 2 de junho de 2020.

Christina Maxouris, “O Massacre da Corrida de Tulsa de 1921 logo fará parte do currículo das escolas de Oklahoma.” CNN, 20 de fevereiro de 2020.

Alisha Ebrahimji, Artemis Moshtaghian e Lauren M. Johnson, “Estátuas confederadas estão caindo após a morte de George Floyd. Aqui está o que sabemos. ” CNN, 9 de junho de 2020.

Katharine Q. Seelye, "John Lewis, Towering Figure of Civil Rights Era, Dies at 80." New York Times, 17 de julho de 2020.

Colin Dwyer, "Harvey Weinstein Sentenced To 23 Years In Prison For Rape And Sexual Abuse." NPR, 11 de março de 2020.

Kate Baggaley, “A bolha da NBA foi uma história de sucesso única no COVID-19.” Popular Science, 15 de outubro de 2020.

Jack Guy, “Quase três bilhões de animais mortos ou deslocados pelos incêndios na Austrália.” CNN, 28 de julho de 2020.

Derrick Bryson Taylor, “Antarctica Sets Record High Temperature: 64.9 Degrees.” New York Times, 8 de fevereiro de 2020.

Diana Leonard e Andrew Freedman, "Western wildfires: An‘ unecedented ’change Climate Change, experts dizem.” Washington Post, 11 de setembro de 2020.

“Record-Setting Fires in Colorado and California.” NASA Earth Observatory, 16 de outubro de 2020.

Rebecca Hersher, “U.S. Saindo oficialmente do Acordo Climático de Paris. ” NPR, 3 de novembro de 2020.

Cecilia Kang e Mike Isaac, “EUA e os Estados dizem que o Facebook foi ilegalmente esmagado. ” New York Times, 9 de dezembro de 2020.

Bobby Allyn, Shannon Bond e Ryan Lucas, “Google Abuses Its Monopoly Power Over Search, Justice Department Says In Lawsuit.” NPR, 10 de outubro de 2020.

Kenneth Chang, "SpaceX Lifts NASA Astronauts to Orbit, Launching New Era of Spaceflight." New York Times, 30 de maio de 2020.


Como um livro de história descreveria 2020 até agora

Um historiador imagina o capítulo que os alunos do ensino médio podem ler um dia sobre esse momento importante.

A história nunca termina. Mas os livros de história devem. À medida que os prazos para novas edições se aproximam, cada redator de livros didáticos dá uma guinada para uma parada repentina. O último capítulo sempre termina em incerteza: inacabado e não resolvido. Eu mesma já experimentei isso muitas vezes, como co-autora de vários livros de história.

A esta altura, parece claro que todos vivemos um importante ponto de inflexão na história, que será estudado por muitos anos. Os futuros autores de livros didáticos escreverão entradas no ano de 2020, revisá-las-ão e revisá-las-ão um pouco mais a cada nova edição. O que se segue é uma tentativa - literalmente - de um primeiro rascunho de história: o que eu escreveria se estivesse encerrando o último capítulo de um livro de história do ensino médio agora.


Número recorde de desastres de bilhões de dólares atingiu os EUA em 2020

Foi um ano extraordinário para eventos meteorológicos e climáticos nos EUA: A nação sofreu desastres sem precedentes de 22 bilhões de dólares em 2020.

Um número recorde de tempestades tropicais nomeadas se formou no Atlântico, com um recorde de 12 aterrissando. O país também teve seu ano mais ativo de incêndios florestais já registrado, devido às condições muito secas no oeste e às temperaturas excepcionalmente altas que atingiram grande parte do país.

Aqui está uma recapitulação do clima e dos eventos climáticos extremos nos EUA em 2020, de acordo com cientistas do NOAA & rsquos National Centers for Environmental Information.

Clima pelos números

Desastres de bilhões de dólares em 2020

No ano passado, os EUA experimentaram um recorde de 22 desastres climáticos e meteorológicos que mataram pelo menos 262 pessoas e feriram mais:

1 evento de incêndio florestal (incêndios florestais ocidentais com foco na Califórnia, Colorado, Oregon e Washington)

1 evento de seca e onda de calor (verão / outono no oeste e centro dos EUA)

3 surtos de tornado (incluindo o tornado de Nashville e o surto de Páscoa)

7 ciclones tropicais (Hanna, Isaias, Laura, Sally, Delta, Zeta e Eta) e

10 eventos climáticos severos (incluindo o derecho do meio-oeste e tempestades de granizo no Texas)

Os danos causados ​​por esses desastres ultrapassaram US $ 1 bilhão cada e totalizaram aproximadamente US $ 95 bilhões para todos os 22 eventos.

Os ciclones tropicais de sete bilhões de dólares foram o máximo em um ano desde que a NOAA começou a rastrear desastres de bilhões de dólares em 1980. A extremamente ativa temporada de furacões no Atlântico de 2020 produziu 30 tempestades nomeadas sem precedentes, com 12 atingindo o continente nos Estados Unidos. O custo dos sete sistemas tropicais foi de aproximadamente US $ 40,1 bilhões, mais de 42% do preço total do desastre de US $ 1 bilhão em 2020.

O ano passado também foi o ano de incêndio florestal mais ativo já registrado em todo o Ocidente. Os três maiores incêndios florestais da história do Colorado ocorreram em 2020, com a Califórnia registrando cinco dos seis maiores incêndios florestais de sua história. Em todos os EUA, os incêndios florestais queimaram quase 10,3 milhões de acres durante 2020, excedendo a média de 2000-2010 em 51%. Esta foi a maior área plantada consumida nos EUA desde pelo menos 2000.

Desde 1980, os EUA sofreram 285 desastres climáticos e climáticos de bilhões de dólares que ultrapassaram US $ 1,875 trilhão em danos totais até o momento.

Ano inteiro de 2020

A temperatura média nos EUA contíguos em 2020 era de 54,4 graus F (2,4 graus acima da média do século 20), tornando 2020 o quinto ano mais quente já registrado. Todos os cinco anos mais quentes nos EUA ocorreram desde 2012, de acordo com os cientistas da NOAA do NOAA & rsquos National Centers for Environmental Information.

Dez estados em todo o Sudoeste, Sudeste e Costa Leste tiveram seu segundo ano mais quente já registrado. Não houve áreas com temperaturas anuais abaixo da média observadas nos 48 estados do Baixo durante 2020. No Alasca, apesar das temperaturas de 1,5 graus F acima da média de longo prazo, o estado viu seu ano mais frio desde 2012.

A precipitação através dos EUA contíguos totalizou 30,28 polegadas (0,34 de uma polegada acima da média), o que colocou 2020 no terço médio do recorde climático de 126 anos.

Nevada e Utah foram os mais secos já registrados, com o Arizona e o Colorado em segundo lugar. Por outro lado, a Carolina do Norte registrou seu segundo ano mais chuvoso, com a Virgínia tendo o terceiro ano mais chuvoso.

De acordo com o Monitor de Secas dos EUA, 2020 terminou com condições de seca extremas e excepcionais envolvendo cerca de 22% da área contígua dos EUA e a maior extensão desde agosto de 2012.

Mais & gt Encontre os relatórios climáticos da NOAA & rsquos e baixe as imagens do site de monitoramento climático do NCEI.


O potencial para lavagem verde é um problema com o qual os organizadores do Dia da Terra há muito lutam

“O primeiro Dia da Terra foi irrepetível. Foi sem precedentes ”, diz Adam Rome, historiador do movimento ambientalista da Universidade de Buffalo e autor do livro The Genius of Earth Day. Naquela época, os organizadores estavam focados em uma transformação radical da sociedade, diz ele, mas essa atitude mudou por volta dos anos 1990. “Na maioria dos lugares, na maioria dos anos, ou tem sido uma espécie de feira, onde você pode ver os produtos verdes mais recentes ou, para as crianças, é um dia para plantar árvores ou coletar lixo. O próprio Dia da Terra não trata tanto de ação coletiva para lidar com grandes problemas como era em 1970 ”.

O potencial para greenwash é um problema com o qual os organizadores do Dia da Terra há muito lutam. Enquanto o movimento é liderado pela Rede do Dia da Terra, empresas e marcas usam regularmente a celebração anual como uma forma de promover seus produtos e serviços “verdes”. “Eu me preocupo com isso, mas somos incrivelmente ativistas quanto a tentar conter isso. Esse é o nosso jogo de bastidores todos os anos ”, diz Kathleen Rogers, uma ex-advogada que agora lidera a Rede do Dia da Terra. “Mas eles continuam tentando fazer isso. Esse é apenas o nome do jogo. ”

O Dia da Terra se adaptou aos arredores em muitos países, desde atividades com o tema dos golfinhos no Havaí até limpeza completa de praias em Mumbai (Crédito: Getty Images)

Nelson, que morreu em 2005, adotou uma atitude pragmática em relação a qualquer cooptação corporativa da marca do Dia da Terra. Ele reconheceu que todos os problemas do mundo não podem ser resolvidos por uma celebração que ocorre uma vez por ano e que havia a necessidade de se envolver com os negócios e a indústria. “Se uma empresa deseja parecer verde para o reconhecimento público ou por razões perfeitamente honestas, não importa. O fato é que estamos ganhando ”, escreveu ele em Além do Dia da Terra.


Protestos BLM entram na 100ª noite

Em 6 de setembro, pelo menos 50 manifestantes foram presos em Portland, quando a cidade entrou em sua centésima noite consecutiva de protestos. Os protestos começaram após a morte de George Floyd. A polícia afirmou que as prisões foram feitas depois que várias bombas incendiárias foram lançadas na multidão, colocando fogo em um membro da comunidade. (CNN)

Fonte da foto: AP Photo / Andrew Selsky


Em 28 de julho de 1866, o Trigésimo Nono Congresso aprovou a lei para aumentar e consertar o estabelecimento de paz militar dos Estados Unidos, portanto, o governo federal criou seis regimentos de exército totalmente coloridos. As unidades identificadas como o 9º e o 10º Regimentos de Cavalaria Colorida e o 38º, & hellip Leia mais Formação dos Soldados Búfalo, 1866

O motim de corrida de Tampa Bay foi uma das dezenas de motins raciais que ocorreram em cidades dos Estados Unidos durante a primavera e o verão de 1967. O motim ocorreu entre 11 de junho e 14 de junho de 1967, depois que Martin Chambers, de dezenove anos, era um suspeito em the & hellip Leia mais Tampa Bay Race Riot (1967)


História cultural fascinante da Ásia e # 39

Grandes líderes e guerras, terremotos e tufões - essas coisas são interessantes, mas e as vidas das pessoas comuns na história asiática?

As culturas dos países asiáticos são variadas e fascinantes. Você pode mergulhar tão fundo quanto quiser, mas algumas peças são particularmente notáveis.

Entre eles estão mistérios como o Exército de Terracota de Xian da China e, é claro, a Grande Muralha. Embora as roupas asiáticas sejam sempre fantasiosas, os estilos e os cabelos das mulheres japonesas ao longo dos anos são de particular interesse.

Da mesma forma, a moda, as normas sociais e os modos de vida do povo coreano levam a muitas intrigas. Muitas das primeiras fotos do país contam a história do país com muitos detalhes.


Eventos de 2020 - HISTÓRIA

& # 39Little Sister & # 39 para se juntar à Estátua da Liberdade em N.Y. Harbor
22 de junho de 2021
Lady Liberty está ganhando um irmão menor. A França enviou uma réplica menor da Estátua da Liberdade aos Estados Unidos. Os dois se enfrentarão no dia 4 de julho. Petite Soeur (& # 34Little Sister & # 34), como é conhecido, é uma réplica de um décimo sexto do famoso estátua de aço e cobre que a França enviou como um presente aos Estados Unidos no final do século XIX.

2 Reivindicar o Primeiro Ministro na Crise Constitucional de Samoa
24 de maio de 2021


Fiame

Tuilaepa

Questões de incerteza e legitimidade cercam o governo de Samoa, já que dois legisladores afirmam ser o líder parlamentar do país. Tuilaepa Sailele Malielegaoi, líder do Partido de Proteção dos Direitos Humanos (HRPP), é o primeiro-ministro desde 1998. O Supremo Tribunal decidiu recentemente sobre os resultados das recentes eleições, dando a maioria a Fiame Naomi Mata & # 39afa e seu Fa & # 39atuatua i festa le Atua Samoa ua Tasi (FAST). Tuilaepa e seus aliados do HRPP se recusaram a permitir que Fiame e seus aliados FAST entrassem no prédio do parlamento, e Fiame fez o juramento durante uma cerimônia sob uma tenda do lado de fora.

UofC mostra ACT, SAT the Door
16 de maio de 2021
Não se preocupe mais com o ACT ou SAT no Golden State. A Universidade da Califórnia, um dos maiores sistemas de ensino superior dos EUA, interrompeu a prática de levar em consideração os resultados dos dois maiores exames de admissão ao colegiado ao considerar a aceitação de alunos que solicitam admissão. Os exames, especialmente o Scholastic Aptitude Test (SAT), foram criticados nos últimos anos por críticos que acusaram os exames de prejudicar alunos não brancos e / ou com deficiência. Uma coalizão de grupos de defesa e o Compton Unified School District em 2019 entraram com um processo nesse sentido. O anúncio da Universidade da Califórnia fez parte do acordo desse processo. Esse acordo exige que todas as 10 escolas no sistema da UofC ignorem as pontuações do American College Test (ACT) e / ou SAT se eles acompanharem os pedidos de admissão e não exijam tais pontuações se um aluno não as fornecer. O cronograma para essa ação é o outono de 2021 e a primavera de 2025. O sistema UofC já havia concordado em eliminar gradualmente a exigência de tais pontuações nos testes e, de fato, tornou a realização desses testes opcional para os candidatos a partir de 2020. A ação judicial visava a aceitação de tais pontuações de teste em tudo.

A restauração da capela medieval inclui a figura de pedra mascarada
10 de maio de 2021
A restauração agora concluída de um santuário de uma capela centenária inclui uma atualização: uma figura de pedra mascarada. O Santuário de St. Amphibalus fica na Catedral de St. Albans, em Hertfordshire, Inglaterra. A catedral em si data da época dos normandos e é o local mais antigo de culto cristão contínuo no Reino Unido. Uma combinação de dinheiro público e privado (incluindo uma contribuição do Lottery Heritage Fund) financiou a restauração, que começou em 2019, mas foi interrompida por vários meses pela pandemia COVID-19. A retomada dos trabalhos de restauração incluiu a adição de uma figura de pedra com máscara facial.

Poeta Angelou, Astronauta Ride 1st U.S. Women on Quarter Coins
10 de maio de 2021

A autora Maya Angelou e a astronauta Sally Ride serão as duas primeiras mulheres apresentadas no Programa American Women Quarters, aparecendo no verso das moedas de 25 centavos, anunciou a Casa da Moeda dos EUA. Angelou foi uma poetisa e ativista dos direitos civis, talvez mais conhecida por sua autobiografia de 1969, Eu sei porque o pássaro enjaulado canta. Ride foi a primeira mulher americana a voar para o espaço, a bordo do ônibus espacial Desafiador em 1983. Esses dois conjuntos de moedas entrarão em circulação a partir de 2022. Um total de 20 mulheres aparecerá da mesma forma durante os próximos quatro anos.

A construção italiana desenterra o chefe de mármore de Augusto
6 de maio de 2021
Arqueólogos na Itália descobriram uma cabeça de mármore de Augusto datada da época em que o primeiro imperador governava Roma. Enquanto trabalhava para consertar uma parede medieval na cidade de Isernia em Molise, o arqueólogo Francesco Giancola encontrou a cabeça de 35 centímetros de altura, que provavelmente fazia parte de uma grande estátua representando o jovem Otaviano, que se tornou Augusto. Os arqueólogos descobriram dezenas de bustos e estátuas do famoso Augusto ao longo dos anos. Giancola e outros na equipe combinaram seu rosto e penteado de descoberta & # 39 com outras representações conhecidas de Augusto para fazer suas conclusões.

Fazendeiro move pedra, alterando a fronteira entre a Bélgica e a França
4 de maio de 2021
A pedra separou a Bélgica da França por mais de 200 anos, então ela se foi. Na verdade, ele foi movido. A pedra, com a data de 1819 gravada nela, fazia parte da fronteira franco-belga estabelecida em 1820. Um fazendeiro belga descobriu que a pedra estava no caminho de seu trator e moveu a pedra, e com ela, a fronteira entre o dois países.

1,200-year-old Mayan Children's Hand Prints Found in Cave
May 4, 2021
An archaeologist has found on a Mexican cave wall dozens of 1,200-year-old hand prints, many made by children. The archaeologist, Sergio Grosjean, announced the discovery of 137 prints, in red and black, in a cave in the northern part of the Yucatan Peninsula. Grosjean said that the children would made the wall prints as part of a coming-of-age ceremony. The date when the prints were made corresponds to the waning days of the Mayan settlements in Central America. Scientists also found in the cave carvings and sculptures from the same time period, 800�.

Colosseum Refit to Restore Center Stage
May 1, 2021
Restoration is coming to the Colosseum. The most popular of landmarks in Rome (with an estimated 7.6 million visitors in 2019, the last pre-COVID-19 year), the Colosseum had, for many years, a showcase floor that covered underground chambers inhabited by gladiators and opponents waiting for their time in the arena. Archaeologists in the 19th Century removed that floor in order to excavate beneath it. Visitors today can stand nearly anywhere in the giant amphitheater and see the remains of those underground chambers. Roman officials, however, wanted a floor again and so launched a competition, which Italian engineering consulting company Milan Ingegneria won, and the result, after an expected price tag of 15 million euros (US$18 million), is planned to be a high-tech retractable floor.

Archaeologists Find First-ever Pregnant Mummy
May 1, 2021
In a first, archaeologists have found a pregnant mummy from Ancient Egypt. The remains are one of 40 at the National Museum of Poland, in Warsaw. The museum launched a large-scale of the mummies in 2015. While double-checking the pelvis area of the mummy in focus, scientists found an anomaly that they, after further testing, concluded was the leg of a fetus. Even more testing confirmed that the fetus was from 26 to 30 weeks old and that the mother had been from 20 to 30 years old when she died, in the 1st Century B.C.

Census changes House representation for 13 states
April 27, 2021
As a result of the latest U.S. Census, six states will gain and seven states will lose seats in the House of Representatives. The House has 435 seats, all of which are apportioned among the 50 states based on population. The higher a state's population, the higher the percentage of seats in the House that state gets. Texas will gain two seats. Gaining one seat will be Colorado, Florida, Montana, North Carolina, and Oregon. Losing one seat will be California, Illinois, Michigan, New York, Ohio, Pennsylvania, and West Virginia. (California lost a seat for the first time since it became a state, in 1850.) The initial results were for state-level apportionment only. Census officials said that they would release full data in September.

Archaeologists Find Cabin Lived in by Harriet Tubman
April 21, 2021
Archaeologists are confident that they have found a cabin once lived in by famed Underground Railroad 'conductor' Harriet Tubman. Tubman, once a slave herself, helped hundreds of others escape the bonds of slavery by traveling along the Underground Railroad, a network of safe houses and protected passages designed to shepherd African-Americans from slavery in the South to safe havens in the North. Tubman learned many outdoor skills from her father while living in a cabin in the woods. She would have used those skills to help her charges travel on the Underground Railroad to freedom in the 1850s and 1860s. Now archaeologists say they have found that long-lost cabin.

Softball Pitcher Records Perfect Game, All on Strikeouts
April 12, 2021
Hope Trautwein made history by striking out every batter she faced, the entire game. Trautwein, who plays softball for the University of North Texas, pitched a complete seven-inning game against the University of Arkansas–Pine Bluff and struck out all 21 batters, without allowing a hit or a walk and her team made no errors. It was the first time in NCAA Division I history that a softball pitcher had achieved such a feat. Her team won the game, 3𔂾.

Archaeologists Find 3,400-year-old 'Lost City' in Egypt
April 12, 2021
Egypt has announced the discovery of what officials say is the largest ancient city ever found in the country. The 3,400-year-old city, termed the "The Rise of Aten," dates to the reign of Amenhotep III. Well-known archaeologist and former antiquities minister Zahi Hawass said that the city is near Luxor and the famed Valley of the Kings, the final resting place of so many of Egypt's pharaohs.

Prince Philip, the husband of Queen Elizabeth II, has died. He was 99. Philip, whose title was the Duke of Edinburgh, had in the past few years suffered through a handful of illnesses, some of which resulted in his being hospitalized. He was in the hospital in February of this year, undergoing treatment for a pre-existing heart condition. He died peacefully at Windsor Castle, on April 10. He and his wife had been married for 73 years.

4,000-year-old Burial Slab a 3D Map: Archaeologists
April 8, 2021
A Bronze Age slab hidden away for decades is one of the world's oldest 3D maps, scientists say. The 5-foot-by-6.5-foot rock first came to light in 1900, during excavations of a 4,000-year-old burial ground in western Brittany, in the Finist#&233re area, in northwest France. In recent years, a team of scientists have studied the slab in cutting-edge detail, using photogrammetry and taking high-resolution 3D scans in order to glean as much of the original details as possible.

22 Mummies Go on Parade in Move to New Museum
April 5, 2021
Nearly two dozen royal mummies moved to a new home in the Egyptian capital. Egyptian officials moved 22 royal mummies from one Cairo museum to another, from the Egyptian Museum to the newly opened National Museum of Egyptian Civilization. Transportation was via specially designed vehicles that looked like winged boats, echoing the method by which the remains of the pharaohs of old made their way to their final resting place after being excavated in the 19th Century. Officials placed the mummies in climate-controlled cases for the Pharaohs' Golden Parade, which was televised. Marching soldiers accompanied manned horse-drawn chariots in providing tight security for the parade.


2020 Events - HISTORY

The Feel-Good Guide to Sports, Travel, Shopping & Entertainment

Fun Facts About Leap Year

When is the next leap year? 2020.

A leap year is any year with 366 days instead of the usual 365 days. Portanto, leap day in 2020 will fall on Saturday, February 29th.

It was the ancient Egyptians who first figured out that the solar year and the calendar year didn't always match up.

That's because it actually takes the Earth a little longer than a year to travel around the Sun — 365 days, 5 hours, 48 minutes, and 46 seconds, to be exact.

Therefore, as hours accumulated over the centures, an extra day was occasionally added to the calendar, and over time the practice became more or less official.

The Romans first designated February 29 as leap day, but a more precise formula (still in use today) was adopted in the 16th century when the Gregorian calendar fine-tuned the calculations to include a leap day in years only divisible by four - 2012, 2016, 2020, 2024, etc.

Thankfully, all this intricate plotting will continue to keep us in tune with the seasons over the next several thousand years.

Leap Day Delivery

Free donuts to hospital staff
who deliver 2020 leap day babies.

In 2020, leap year lines happens to perfectly line up the major holidays so that Valentines Day lands on date night Friday and Cinco de Mayo lands on (Taco) Tuesday.

Christmas 2020 and New Year's Day 2021 are also on a Friday, meaning a leisurely 3-day weekend to kick off both holidays!

Meanwhile, watch for February 29th to suddenly appear on the radar of marketers who are known to jump on the bandwagon by offering Leap Day sales and specials.

For example, Krispy Kreme is introducing delivery service on leap day 2020. To mark the occasion, the chain is delivering free donuts to dozens of hospitals to celebrate the medical staff and all the babies born February 29. At Denny's, there's an offer for a free Grand Slam at all locations nationwide to anyone born on February 29 &mdash all you have to do is show your ID to redeem it that day.

If you've got the early spring travel bug, you can book a room at Great Wolf Lodge on February 29 for $29 per person with code LEAPYEAR. The offer is good for Family Suites bookings between April 13 and May 21, 2020 with a minimum of two guests per room.

Shop at Bare Necessities on Leap Day 2020 and get 29% off thousands of styles plus free 2-day shipping on orders over $70. Reebok is also offering $29.99 Leap Year specials with code LEAP when you visit the site on February 29.

Like lobster? Legal Sea Foods is offering two one-pound steamed lobsters and a choice of two sides for $29 (except airport locations) on February 29.


Leap Day babies: Antonio
Sabato Jr. and rapper Ja Rule.

Anyone born on a leap day is known as a "leapling".

According to astrologers, you were born under the sign of Pisces on February 29. Owing to the unique day on which you arrived into the world, like other leap day babies you are more apt to go your own way and exhibit an independent streak and optimistic spirit.

While they have to wait every four years to "officially" observe their birthdays, leap year babies typically choose either February 28 or March 1 to celebrate in years that aren't leap years.


Some famous people born on February 29

Born 1976 - Ja Rule, rapper
Born 1972 - Anthonio Sabato Jr., model & actor
Born 1916 - Dinah Shore, singer
Born 1904 - Jimmy Dorsey, bandleader.
Born 1792 - Gioacchino Rossini, Italian opera composer


Leap Day traditions - no man is safe!

While leap day helped official timekeepers, it also resulted in social customs turned upside down when February 29 became a "no man's land" without legal jurisdiction.

As the story goes, the tradition of women romantically pursuing men in leap years began in 5th century Ireland, when St. Bridget complained to St. Patrick about the fair sex having to wait for men to propose. Patrick finally relented and set February 29 aside as the day set aside allowing women the right to ask for a man's hand in marriage.

The tradition continued in Scotland, when Queen Margaret declared in 1288 that on February 29 a woman had the right to pop the question to any man she fancied. Menfolk who refused were faced with a fine in the form of a kiss, a silk dress, or a pair of gloves that were given to the rejected lady fair.

A similar modern American tradition, Sadie Hawkins Day, honors "the homeliest gal in the hills" created by Al Capp in the cartoon strip Li'l Abner. In the famous story line, Sadie and every other woman in town were allowed on that day to pursue and catch the most eligible bachelors in Dogpatch. Although the comic strip placed Sadie Hawkins Day in November, today it has become almost synonymous with February 29.


A leap year poem to remember it by

Thirty days hath September,
April, June and November
All the rest have thirty-one
Save February, she alone
Hath eight days and a score
Til leap year gives her one day more.


June 1, 2020 Popular Holidays & Observances Worldwide

Most liked, retweeted and popular Tweets

They arrested thousands of people to avoid arresting four. Let that sink in.

&mdash Jerrica Long (@Jerricalong_) May 31, 2020

I almost can’t believe what I’m seeing. POTUS just walked out the front door of the White House and into Lafayette Square - the epicenter of the DC protests - to visit historic St. John’s Church, which was set on fire last night. https://t.co/XueoF2RC6z

&mdash Kristin Fisher (@KristinFisher) June 1, 2020

Your raggedy white supremacist president and his cowardly enablers would rather kill everybody than stop killing black people.

&mdash Issa Rae (@IssaRae) June 1, 2020

Assista o vídeo: Polsat Wydarzenia Czołówka 2020