Revisão: Volume 10 - Futebol

Revisão: Volume 10 - Futebol

O livro inclui um mapa fotográfico aéreo de cada terreno permitindo ao leitor localizar o estádio em relação ao entorno e também contém informações úteis sobre meios de transporte público, onde estacionar e também inclui plantas atualizadas do terreno identificando blocos e instalações para deficientes e também fornece um breve esboço da temporada de cada clube, o que torna este livro o guia mais bem ilustrado para o torcedor de futebol da Premier League e do campeonato de futebol na Inglaterra e no País de Gales.

É um fato pouco conhecido que dos trinta e sete clubes que jogaram na Premier League inglesa desde o início da temporada 92/93, doze podem ter sua origem diretamente em uma igreja. No entanto, muitos desses clubes de futebol famosos sabem pouco sobre suas origens ou seus fundadores. Este livro, fruto de uma pesquisa intensiva de sete anos, apresenta capítulos sobre: ​​Aston Villa, Barnsley, Birmingham City, Bolton Wanderers, Everton, Fulham, Liverpool, Manchester City, Queen's Park Rangers, Southampton, Swindon Town e Tottenham Hotspur. Este livro é uma leitura obrigatória para os fãs de futebol em todos os lugares!


Ações para o conteúdo selecionado:

Para enviar este artigo para sua conta, selecione um ou mais formatos e confirme que concorda em cumprir nossas políticas de uso. Se esta for a primeira vez que você usa este recurso, você será solicitado a autorizar o Cambridge Core a conectar-se à sua conta. Saiba mais sobre como enviar conteúdo para.

Para enviar este artigo para o seu Kindle, primeiro certifique-se de que [email protected] seja adicionado à sua Lista de e-mail de documentos pessoais aprovados em Configurações de documentos pessoais na página Gerenciar seu conteúdo e dispositivos de sua conta da Amazon. Em seguida, digite a parte ‘nome’ do seu endereço de e-mail Kindle abaixo. Saiba mais sobre como enviar para o seu Kindle. Saiba mais sobre como enviar para o seu Kindle.

Observe que você pode selecionar o envio para as variações @ free.kindle.com ou @ kindle.com. Os e-mails ‘@ free.kindle.com’ são gratuitos, mas só podem ser enviados para o seu dispositivo quando ele estiver conectado a uma rede wi-fi. Os e-mails ‘@ kindle.com’ podem ser entregues mesmo quando você não está conectado ao wi-fi, mas observe que taxas de serviço se aplicam.


Volume 62 - outono de 1988

Introdução

Indústrias baseadas em recursos

Artigos

O Desenvolvimento de Mercados Financeiros Corporativos na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, 1600–1914: Superando a Informação Assimétrica

No artigo a seguir, o professor Baskin traça a evolução das finanças corporativas, desde seu início entre as empresas comerciais britânicas até sua transformação moderna nos Estados Unidos no final do século XIX. Ele argumenta que as análises teóricas dedutivas baseadas em mercados de capitais perfeitos nem sempre podem explicar os desenvolvimentos históricos reais, e que a história financeira geralmente não tem recebido atenção suficiente de teóricos econômicos ou historiadores. O professor Baskin sugere que os mercados financeiros se desenvolveram como o fizeram, em grande parte como resultado dos esforços para minimizar os problemas criados pela assimetria de informações entre os internos da empresa e os investidores em potencial.

Contribuidores

Contribuidores

Editorial

Editorial

Artigos

Reconsideração do fracasso empresarial: o caso da indústria britânica do carvão entre guerras

Neste artigo, o professor Dintenfass reexamina a eficiência empresarial na indústria de carvão britânica entre as guerras. Usando documentos da empresa anteriormente negligenciados, ele mostra que as inovações para redução de custos e aumento de preços na extração de carvão, prática organizacional e marketing não foram amplamente difundidas, embora nem a geologia, nem as finanças, nem as relações industriais tenham inibido sua adoção. Ele conclui que a má gestão foi uma causa importante dos infortúnios da indústria do carvão britânica nas décadas de 1920 e 1930, mas que o fracasso dos proprietários de carvão em empregar as novas técnicas não pode ser atribuído à estrutura da indústria ou à sobrevivência de formas obsoletas de organização empresarial .

O declínio da caça às baleias nos EUA: o estoque de baleias estava acabando?

Ressurgindo da ruptura causada pela Revolução e a Guerra de 1812, a indústria baleeira americana cresceu para dominar os mares entre 1820 e 1860, apenas para sofrer um severo declínio durante e após a Guerra Civil. No artigo seguinte, os professores Davis, Gallman e Hutchins examinam a hipótese de que a indústria baleeira dos EUA entrou em colapso porque o estoque de baleias estava se esgotando. Depois de investigar o tamanho das populações de baleias originais, seus hábitos de reprodução e as estimativas de baleias feitas durante o século XIX, os autores concluem que a sobrepesca de baleias de várias espécies ocorreu nem um pouco ou tarde demais para ter sido um fator contribuinte no declínio da caça às baleias na América.

Introdução

Introdução

Artigos

Ciclos de negócios e o sentido do tempo na Gênova medieval

Muito já foi escrito sobre a percepção do tempo antes da invenção dos relógios mecânicos, mas a natureza das evidências levou grande parte dessa literatura a assumir um molde impressionista, até mesmo metafísico. No artigo seguinte, o professor Epstein usa dados específicos recolhidos dos cartulários dos notários genoveses do século XIII para investigar mais concretamente os usos do tempo e a estrutura do dia de negócios em Gênova. Ele conclui que, pelo menos neste centro inicial da atividade comercial ocidental, um impulso em direção a uma maior precisão na marcação da hora do dia precedeu a chegada do relógio.

The Canadian Securities Market, 1850-1914

Neste artigo, a Dra. Michie examina as origens e o desenvolvimento do mercado de valores mobiliários canadense, desde seu surgimento em meados do século XIX até a Primeira Guerra Mundial. Ele traça o crescimento da empresa canadense de ações conjuntas com sede e propriedade canadense e a ascensão de um público investidor canadense distinto, o que levou ao estabelecimento de um mercado de títulos canadense, e ele explica por que tantos negócios canadenses continuaram a ser negociados em ambas as bolsas de valores de Londres e Nova York. A Dra. Michie também discute a rivalidade entre as bolsas de valores de Montreal e Toronto e suas consequências prejudiciais para a criação de um mercado canadense forte e unificado. Finalmente, ele argumenta que, apesar do rápido crescimento de Toronto, Montreal continuou sendo o centro financeiro do Canadá durante todo esse período.

Pesquisa e Desenvolvimento e Competição na Inglaterra e nos Estados Unidos: O Caso do Dirigível de Alumínio

Essa comparação histórica das experiências da Vickers e da Alcoa com tecnologia de dirigível alemã “emprestada” destaca a importância de estudar a forma como a P&D industrial foi organizada, tanto dentro das indústrias quanto dentro das empresas. O professor Graham mostra que a decisão da Alcoa em 1919 de organizar seu Departamento Técnico corporativo para incluir recursos balanceados de pesquisa e desenvolvimento permitiu-lhe não apenas se apropriar da tecnologia do duralumínio, mas também desenvolver essa tecnologia para que pudesse ser usada para fornecer a indústria nascente de fuselagem dos Estados Unidos . Na falta de P&D integrado no nível corporativo, a Vickers obteve apenas retornos financeiros de curto prazo sobre seu investimento em perícia em duralumínio. Este artigo sugere que as diferenças na exploração do alumínio de alta resistência derivaram em parte de diferentes climas nacionais para P&D nos Estados Unidos e na Inglaterra após a Primeira Guerra Mundial.

Pooling de ferrovias na Grã-Bretanha antes de 1900: o tráfego anglo-escocês

Neste estudo de um tópico negligenciado, o Dr. Channon examina as tentativas dos líderes ferroviários britânicos de regular a competição entre as rotas. Tirando material ilustrativo da gestão do tráfego anglo-escocês e fazendo comparações com a indústria ferroviária americana, o Dr. Channon conclui que os acordos de pooling não proporcionaram a estabilidade e economia de longo prazo que os gerentes ferroviários buscavam. Mudanças nos padrões de tráfego levaram à insatisfação com as alocações de pool e pressões competitivas de fora, bem como incertezas jurídicas e políticas, minaram a confiança nos pools. Em contraste com os Estados Unidos, onde as ferrovias foram capazes de se consolidar após o fracasso do pool, na Grã-Bretanha essa estratégia não era uma opção politicamente viável.

Parcerias familiares e comércio internacional no início da Europa moderna: comerciantes de Burgos na Inglaterra e na França, 1470–1570

Na Europa dos séculos XV e XVI, o comércio internacional era frequentemente conduzido por sociedades familiares. Comumente, um dos cônjuges permanecia na terra natal da família, enquanto um ou mais membros da família se estabeleciam temporária ou permanentemente no exterior. Neste artigo, o professor Mathers descreve a atividade mercantil de três famílias da cidade espanhola de Burgos que lucraram com parcerias familiares que ligavam o comércio do norte da Espanha à Inglaterra e França. Ela também examina as maneiras pelas quais as práticas de herança familiar e os investimentos e despesas familiares alternativos afetaram o capital e a continuidade das sociedades.

Salvando o pescador, bem como os peixes: conservação e rivalidade comercial na indústria de lagosta do Maine, 1872–1933

Os historiadores das medidas de conservação da Era Progressiva têm se concentrado nos esforços dos especialistas em recursos do governo para liberar as decisões de gestão ambiental de grupos de interesse especial. O professor Judd argumenta que essa ênfase obscureceu a importância das facções econômicas em garantir a legislação de conservação que reflete seus vários interesses. Sua análise dos esforços contínuos do Maine para administrar sua indústria de lagosta demonstra que os códigos de conservação científica receberam sanção legislativa apenas quando puderam ser feitos para atender às necessidades comerciais dos grupos concorrentes da indústria.

Corporativismo em Perspectiva Comparada: O Impacto da Primeira Guerra Mundial nas Relações Trabalhistas Americana e Britânica

Historiadores e cientistas sociais muitas vezes descreveram a América moderna como uma sociedade singularmente pluralista, na qual um modelo de negociação coletiva de relações industriais conquistou um triunfo precoce sobre outras concepções de relações de trabalho. O professor Gerber desafia essa visão tradicional. Comparando o pensamento americano e britânico e as políticas relativas às relações de trabalho durante e logo após a Primeira Guerra Mundial, o professor Gerber conclui que, em grande parte por causa do impacto da guerra, as concepções corporativistas de economia política em 1920 alcançaram um amplo apelo na Grã-Bretanha e América. Embora uma concepção pluralista de negociação coletiva possa mais tarde ter se tornado dominante nos Estados Unidos, pelo menos em 1920 existiam muitos paralelos entre o emergente “viés corporativista” do pensamento britânico sobre as relações de trabalho e o pensamento americano sobre esta questão.

A racionalidade da mecanização na indústria de conservas de salmão do Pacífico antes da Segunda Guerra Mundial

Uma indústria pode deixar de adotar ou estender uma nova tecnologia por muitos motivos, exceto a falta de visão empreendedora. No artigo seguinte, o professor Newell considera a difusão incompleta e interrompida da mecanização e da tecnologia de processo contínuo na indústria de conservas de salmão do noroeste do Pacífico. Ela mostra que o caráter frágil e cíclico do recurso natural, o sistema de trabalho empregado e as localizações remotas e isoladas de unidades de produção individuais afetaram as decisões dos operadores de enlatados sobre a adoção de tecnologia, e que a persistência do trabalho manual refletia racional, não reacionário , escolhas de negócios.

Wiley e a indústria do uísque: comportamento estratégico na passagem da lei de alimentos puros

Nas discussões sobre a luta pelo Pure Food and Drugs Act de 1906, Harvey Washington Wiley é geralmente retratado como o campeão dos consumidores, o Whiskey Trust como seu adversário. Os Srs. High e Coppin argumentam o contrário. A correspondência de Wiley de 1904 a 1906 revela uma profunda divisão entre os produtores de uísque, com os fabricantes de uísque puro alinhando-se por trás da conta de alimentos puros de Wiley e os produtores de uísque retificado lutando contra ela. Os autores argumentam que ambos os lados usaram o consumidor apenas como um foco conveniente para sua retórica. Suas atividades, portanto, fornecem outro exemplo de legislação regulatória aprovada para promover os objetivos dos interesses privados, em vez de proteger o interesse público.

“Giants of an Earlier Capitalism”: The Chartered Trading Companies as Modern Multinationals

Muito tem sido escrito sobre as multinacionais do final do século XIX e sua relação com as empresas transnacionais do presente, mas tanto historiadores quanto economistas descartaram amplamente a relevância das empresas comerciais anteriormente licenciadas para essa discussão. Em um artigo que enfatiza a análise dos custos de transação e a teoria da empresa, os professores Carlos e Nicholas argumentam que as empresas comerciais atendiam aos critérios da moderna MNE - o crescimento de uma hierarquia gerencial necessária por um grande volume de transações e de sistemas de controle esses gerentes no espaço e no tempo.


Foto

A grande tela LCD de 10,1 polegadas sempre foi um grande ponto de venda do Amazon Fire HD 10 e é exatamente a mesma aqui, com uma resolução de 1920 x 1200 pixels. O mais recente Apple iPad Mini tem uma tela de 2048 x 1536 & ndash, mas, é claro, você pagará o dobro do preço por ele.

Nós baixamos RuPaul’s Drag Race Reino Unido da BBC iPlayer e as cores são brilhantes, tonalmente precisas e vibrantes, enquanto os pretos são escuros, escuros e detalhados. A proporção de 16:10 da tela no modo paisagem é incrivelmente fácil de se acostumar, especialmente se você está acostumado com tablets Apple.

Há um mínimo de ruído e brilho conforme os competidores vão para a pista durante a batalha de sincronização labial e nos tornamos cientes da capacidade do Fire HD 10 durante as cenas de movimento. Não é a imagem mais limpa que vimos em um tablet, mas é nada menos que um desempenho sólido e agradável pelo dinheiro.

Experimentando a capacidade de aumento de escala de imagem do HD 10, digitamos & lsquoYouTube ’na barra de pesquisa (sem aplicativo, lembre-se) e sugerimos alguma ação da Liga dos Campeões do BT Sport. Um jogo de futebol de ritmo acelerado está entre os clipes mais desafiadores, e o Fire HD 10 se esforça para entregar em Full HD, apresentando a ação com suavidade e desfoque ocasionais. As entrevistas pós-jogo são mais claras, mas é um saco misturado. No entanto, o HD 10 não é o único tablet básico a se esforçar nesse aspecto.


Identificação e desenvolvimento de talentos no futebol masculino: uma revisão sistemática

Fundo: A perícia foi extensivamente estudada em vários esportes nos últimos anos. As especificidades de como a excelência é alcançada no Futebol Associado, um esporte praticado em todo o mundo, estão sendo investigadas repetidamente por muitos pesquisadores por meio de uma variedade de abordagens e disciplinas científicas.

Objetivo: O objetivo desta revisão foi identificar e sintetizar a literatura mais significativa sobre a identificação e o desenvolvimento de talentos no futebol. Identificamos os temas mais pesquisados ​​e caracterizamos suas metodologias.

Métodos: Uma revisão sistemática do Web of Science ™ Core Collection e bancos de dados Scopus foi realizada de acordo com as diretrizes PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-analysis). Foram utilizadas as seguintes palavras-chave: "futebol" e "futebol". Cada palavra foi associada aos termos "talento", "especialista *", "elite", "atleta de elite", "identificação", "transição de carreira" ou "progressão na carreira". A seleção foi para os artigos originais em inglês contendo dados relevantes sobre o desenvolvimento / identificação de talentos em jogadores de futebol masculinos.

Resultados: A pesquisa retornou 2.944 registros. Após a triagem de acordo com os critérios estabelecidos, um total de 70 manuscritos foram revisados ​​na íntegra. A qualidade das evidências revisadas foi geralmente excelente. Os tópicos de análise mais comuns foram (1) restrições da tarefa: (a) especificidade e volume de prática (2) restrições dos executores: (a) fatores psicológicos (b) habilidades técnicas e táticas (c) fatores antropométricos e fisiológicos (3) restrições ambientais: (a) efeito relativo da idade (b) influências socioculturais e (4) análise multidimensional. Os resultados indicam que os jogadores mais bem sucedidos apresentam vantagens técnicas, táticas, antropométricas, fisiológicas e psicológicas que mudam de forma não linear com a idade, estado maturacional e posições de jogo. Essas descobertas devem ser cuidadosamente consideradas por aqueles envolvidos na identificação e desenvolvimento de jogadores de futebol.

Conclusão: Esta revisão destaca a necessidade de treinadores e olheiros considerarem as habilidades técnicas e táticas dos jogadores combinadas com suas características antropométricas e fisiológicas adaptadas à idade. Além disso, atualmente faltam pesquisas que abordem os aspectos psicológicos e ambientais que influenciam a identificação e o desenvolvimento de talentos no futebol. As limitações detectadas nos estudos revisados ​​sugerem que pesquisas futuras devem incluir os melhores desempenhos e adotar uma perspectiva longitudinal e multidimensional.


Conteúdo

o Avaliação das dunas O Projeto de Redação foi lançado em 1996 pela poetisa, dramaturga e professora de redação local Anne-Marie Oomen. Um dos principais focos da revista foi a promoção da escrita regional e a conscientização sobre os escritores do norte de Michigan. Ele também utilizou arte de artistas locais para sua capa. [8] Foi originalmente patrocinado pela Glen Arbor Arts Association e Traverse City Arts Council com o apoio financeiro de uma mini-bolsa do Conselho de Michigan para as Artes e Assuntos Culturais. [8] Sua primeira edição foi publicada na primavera de 1997. [9]

Em 2002, ocorreu uma transição na gestão. A Glen Arbor Art Association começou a compartilhar as responsabilidades financeiras, de consultoria e de publicação com os escritores de Michigan (Traverse City). [10] Hoje, a revista enfoca os melhores escritores locais, bem como regionais e nacionais. [11] [12]

    , poeta e ganhador do Prêmio Brittingham de Poesia. [13] [14], poeta e ganhador do prêmio Whiting Writers. [15]
  • Allison Leigh Peters, poetisa e ganhadora do Prêmio da Academia de Poetas Americanos da Universidade de Michigan (graduação). [14] [16] [17], poeta e ganhador do Prêmio Gary Gildner. [14] [18]
  • Teresa Scollon, poetisa e recebedora do National Endowment for the Arts Grant for Literature. [13] [14] [19], poeta e ganhador do Prêmio Juniper. [4] [13] [14]
  • Alison Swan, poetisa / ensaísta e finalista do Prêmio Heekin. [3] [14] [20]

A revista realizou quatro concursos distintos:

  • O "Prêmio de Poesia Anne-Marie Oomen" (2003–2006), um concurso anual realizado para estudantes do ensino médio.
  • O "Prêmio Leelanau de Poesia" (1997–2001), um concurso anual de poesia.
  • O "Prêmio Memorial de Poesia William J. Shaw" (1997-presente), um concurso anual com o nome de um professor de artes literárias do Northwestern Michigan College. [1] [5] [6] [21]
  • O "Prêmio de Poesia Juvenil" (1997–2001), um concurso de poesia para poetas menores de 18 anos.

"Um grande apetite pela literatura pode ser saciado com o último jornal Dunes Review e os capítulos de 2011 de Denise R. Baker (poesia) e Joan Schmeichel (curta-metragem) - todos publicados pela Michigan Writers." -Glen Arbor Sun [22]


O que é o treinamento de volume alemão?

Popularizada pelo lendário técnico de força Charles Poliquin, a GVT envolve muito volume, pouco descanso e um período de tempo limitado. De um modo geral, os programas podem ser loucamente intensos e curtos ou mais moderados em sua intensidade e um pouco mais longos. GVT é a primeira: você fica duro por três semanas e depois não tenta de novo por pelo menos seis meses.

“Quando eu era criança, percebi que, no mundo ocidental, os levantadores de peso alemães eram provavelmente os mais avançados em resultados de treinamento”, disse Poliquin, que morreu em 2018, anteriormente BarBend. “Então fui ao centro de treinamento nacional em Leimen, e o então técnico nacional de levantamento de peso Rolf Feser explicou como eles fariam a periodização com 10 séries de 10, 10 séries de cinco e 10 séries de três. Eles acreditavam muito na lei dos esforços repetidos: uma das razões pelas quais as pessoas não ficam fortes é porque elas simplesmente não fazem séries suficientes ”.

Veja como funciona o treinamento de volume alemão. Você realiza três treinos ao longo de cinco dias e repete esse ciclo seis vezes para um programa de 30 dias. (Estagiários mais avançados podem ser aconselhados a fazer o programa por três ciclos.)

Cada treino tem quatro exercícios em dois superconjuntos, A e B. Ambos os exercícios “A” são realizados com 10 séries de 10 a 60 por cento do seu uma repetição máx., com 90 segundos entre as séries : A1, descanso 90 segundos, A2, descanso 90 segundos, repetir 10 vezes. Sessenta por cento de seu máximo de uma repetição pode parecer frustrantemente leve nas primeiras séries. Não vai até o final.


The North Carolina Historical Review

The North Carolina Historical Review é o jornal da história da Carolina do Norte, publicado pela Comissão Histórica da Carolina do Norte.

História da Publicação

A North Carolina Historical Review começou a publicar em 1924. Nenhuma emissão ou renovação de direitos autorais de contribuição foi encontrada para esta série. (Mais detalhes) Ainda é publicado hoje.

Arquivos persistentes de problemas completos

  • 1924-1967: O Departamento de Recursos Culturais da Carolina do Norte tem os primeiros 44 volumes que podem ser lidos gratuitamente online.
  • 1924: O Internet Archive tem o volume 1.
  • 1925: O Internet Archive tem o volume 2.
  • 1926: O Internet Archive tem o volume 3.
  • 1927: O Internet Archive tem o volume 4.
  • 1928: O Internet Archive tem o volume 5.
  • 1929: O Internet Archive tem o volume 6.
  • 1930: O Internet Archive tem o volume 7.
  • 1931: O Internet Archive tem o volume 8.
  • 1932: O Internet Archive tem o volume 9.
  • 1933: O Internet Archive tem o volume 10.
  • 1934: O Internet Archive tem o volume 11.
  • 1935: O Internet Archive tem o volume 12.
  • 1936: O Internet Archive tem o volume 13.
  • 1937: O Internet Archive tem o volume 14.
  • 1938: O Internet Archive tem o volume 15.
  • 1939: O Internet Archive tem o volume 16.
  • 1940: O Internet Archive tem o volume 17.
  • 1941: O Internet Archive tem o volume 18.
  • 1942: O Internet Archive tem o volume 19.
  • 1943: O Internet Archive tem o volume 20.
  • 1944: O Internet Archive tem o volume 21.
  • 1945: O Internet Archive tem o volume 22.
  • 1946: O Internet Archive tem o volume 23.
  • 1947: O Internet Archive tem o volume 24.
  • 1948: O Internet Archive tem o volume 25.
  • 1949: O Internet Archive tem o volume 26.
  • 1950: O Internet Archive tem o volume 27.
  • 1951: O Internet Archive tem o volume 28.
  • 1952: O Internet Archive tem o volume 29.
  • 1953: O Internet Archive tem o volume 30.
  • 1954: O Internet Archive tem o volume 31.
  • 1955: O Internet Archive tem o volume 32.
  • 1956: O Internet Archive tem o volume 33.
  • 1957: O Internet Archive tem o volume 34.
  • 1958: O Internet Archive tem o volume 35.
  • 1959: O Internet Archive tem o volume 36.
  • 1960: O Internet Archive tem o volume 37.
  • 1961: O Internet Archive tem o volume 38.
  • 1962: O Internet Archive tem o volume 39.
  • 1963: O Internet Archive tem o volume 40.
  • 1964: O Internet Archive tem o volume 41.
  • 1965: O Internet Archive tem o volume 42.
  • 1966: O Internet Archive tem o volume 43.
  • 1967: O Internet Archive tem o volume 44.

Site Oficial / Material Atual

Este é um registro de um arquivo serial importante. Esta página é mantida para a página de livros online. (Veja nossos critérios para listar arquivos em série.) Esta página não tem afiliação com o periódico ou seu editor.


A Revisão Mensal

A Revista Mensal começou em 1749. A primeira série teve 81 volumes. Uma segunda série começou em 1790 e teve 108 volumes. Uma terceira série começou em 1826. Em 1831, a numeração dos volumes reiniciou em 1 no início de cada ano, isso às vezes é considerado uma quarta série (com os volumes em algumas bibliotecas numerados continuamente a partir de 1831). A Revista Mensal deixou de ser publicada em 1845.

Arquivos persistentes de problemas completos

  • 1749: O Google Books tem o volume 1 da primeira série, cobrindo de maio a outubro de 1749.
  • 1749-1750: O HathiTrust tem o volume 2 da primeira série, abrangendo novembro de 1749 a abril de 1750.
  • 1750: O Google Books tem o volume 3 da primeira série, cobrindo de maio a outubro de 1750.
  • 1750-1751: O HathiTrust tem o volume 4 da primeira série, abrangendo novembro de 1749 a maio de 1750.
  • 1751: O HathiTrust tem o volume 5 da primeira série, cobrindo junho a dezembro de 1751.
  • 1752-1825: HathiTrust tem os volumes 6-81 da primeira série e a segunda série completa, digitalizados em Harvard, Indiana e Princeton.
  • 1826: O Google Books tem o volume 1 da terceira série, abrangendo janeiro a abril de 1826.
  • 1826: O Google Books tem o volume 2 da terceira série, que cobre de maio a agosto de 1826.
  • 1826: O Google Books tem o volume 3 da terceira série, cobrindo setembro a dezembro de 1826.
  • 1827: O Google Books tem o volume 4 da terceira série, cobrindo de janeiro a abril de 1827.
  • 1827: O Google Books possui o volume 5 da terceira série, abrangendo de maio a agosto de 1827.
  • 1827: O Google Books tem o volume 6 da terceira série, cobrindo setembro a dezembro de 1827.
  • 1828: O Google Books tem o volume 7 da terceira série, abrangendo janeiro a abril de 1828.
  • 1828: O Google Books possui o volume 8 da terceira série, abrangendo de maio a agosto de 1828.
  • 1828: O Google Books tem o volume 9 da terceira série, cobrindo de setembro a dezembro de 1828.
  • 1829: O Google Books tem o volume 10 da terceira série, abrangendo janeiro a abril de 1829.
  • 1829: O Google Books possui o volume 11 da terceira série, abrangendo de maio a agosto de 1829.
  • 1829: O Google Books tem o volume 12 da terceira série, cobrindo setembro a dezembro de 1829.
  • 1830: O Google Books tem o volume 13 da terceira série, abrangendo janeiro a abril de 1830.
  • 1830: O Google Books tem o volume 14 da terceira série, cobrindo de maio a agosto de 1830.
  • 1830: O Google Books tem o volume 15 da terceira série, cobrindo setembro a dezembro de 1830.
  • 1831: O Google Books tem o primeiro volume de 1831 (também conhecido como o primeiro volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1832: O Google Books tem o segundo volume de 1831 (também conhecido como o segundo volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1831: O Google Books tem o terceiro volume de 1831 (também conhecido como o terceiro volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1832: O Google Books tem o primeiro volume de 1832 (também conhecido como o 4º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1832: O Google Books tem o segundo volume de 1832 (também conhecido como o 5º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1832: O Google Books tem o terceiro volume de 1832 (também conhecido como o 6º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1833: O Google Books tem o primeiro volume de 1833 (também conhecido como o 7º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1833: O Google Books tem o segundo volume de 1833 (também conhecido como o 8º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto (embora a página de título indique abril a julho).
  • 1833: O Google Books tem o terceiro volume de 1833 (também conhecido como o 9º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1834: O Google Books tem o primeiro volume de 1834 (também conhecido como o 10º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1834: O Google Books tem o terceiro volume de 1834 (também conhecido como o 12º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1835: O Google Books tem o primeiro volume de 1835 (também conhecido como o 13º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1835: O Google Books tem o segundo volume de 1835 (também conhecido como o 14º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1835: O Google Books tem o terceiro volume de 1835 (também conhecido como o 15º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1836: O Google Books tem o primeiro volume de 1836 (também conhecido como o 16º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1836: O Google Books tem o segundo volume de 1836 (também conhecido como o 17º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1836: O Google Books tem o terceiro volume de 1836 (também conhecido como o 18º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1837: O Google Books tem o primeiro volume de 1837 (também conhecido como o 19º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1837: O Google Books tem o segundo volume de 1837 (também conhecido como o vigésimo volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1837: O Google Books tem o terceiro volume de 1837 (também conhecido como o 21º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1838: O Google Books tem o primeiro volume de 1838 (também conhecido como o 22º volume da 4ª série), cobrindo janeiro a abril.
  • 1838: O Google Books tem o segundo volume de 1838 (também conhecido como o 23º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1838: O Google Books tem o terceiro volume de 1838 (também conhecido como o 24º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1839: O Google Books tem o primeiro volume de 1839 (também conhecido como o 25º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1839: O Google Books tem o segundo volume de 1839 (também conhecido como o 26º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1839: O Google Books tem o terceiro volume de 1839 (também conhecido como o 27º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1840: O Google Books tem o primeiro volume de 1840 (também conhecido como o 28º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1840: O Google Books tem o segundo volume de 1840 (também conhecido como o 29º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1840: O Google Books tem o terceiro volume de 1840 (também conhecido como o 30º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1841: O Google Books tem o primeiro volume de 1841 (também conhecido como o 31º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1841: O Google Books tem o segundo volume de 1841 (também conhecido como o 32º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1841: O Google Books tem o terceiro volume de 1841 (também conhecido como o 33º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1842: O Google Books tem o primeiro volume de 1842 (também conhecido como o 34º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1842: O Google Books tem o segundo volume de 1842 (também conhecido como o 35º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1842: O Google Books tem o terceiro volume de 1842 (também conhecido como o 36º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.
  • 1843: O Google Books tem o primeiro volume de 1843 (também conhecido como o 37º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril.
  • 1843: O Google Books tem o segundo volume de 1843 (também conhecido como o 38º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1843: O Google Books tem o terceiro volume de 1843 (também conhecido como o 39º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro (embora a página de título indique setembro a agosto).
  • 1844: O Google Books tem o primeiro volume de 1844 (também conhecido como o 40º volume da 4ª série), cobrindo de janeiro a abril (embora a página de título indique de janeiro a maio).
  • 1844: O Google Books tem o segundo volume de 1844 (também conhecido como o 41º volume da 4ª série), cobrindo de maio a agosto.
  • 1844: O Google Books tem o terceiro volume de 1844 (também conhecido como o 42º volume da 4ª série), cobrindo setembro a dezembro.

Recursos Relacionados

  • Também listamos um índice para os primeiros 70 volumes (1749-1784), preparado por Samuel Ayscough.
  • Outra revista mensal com sede em Londres foi publicada de 1900 a 1907.

Este é um registro de um arquivo serial importante. Esta página é mantida para a página de livros online. (Veja nossos critérios para listar arquivos em série.) Esta página não tem afiliação com o periódico ou seu editor.


GLOBALIZAÇÃO, COMÉRCIO E SALÁRIOS: O QUE A HISTÓRIA NOS DIZ SOBRE A CHINA?

Envie a correspondência para: Kris James Mitchener, Departamento de Economia, University of Warwick, Coventry, CV4 7AL, Reino Unido Telefone: + 44-24-7615-0045. E-mail: [email protected] Pesquise mais artigos deste autor

CAGE, NBER, Universidade de Pequim, China

Agradecemos a John Brown, Carolyn Evans, John Ifcher, Wolfgang Keller, Naomi Lamoreaux, Kevin O'Rourke, Larry Qiu, Alan Taylor e Bin Xu, bem como aos participantes do seminário e da conferência na UC Santa Cruz, Carlos III, IMT Lucca e as reuniões anuais da ASSA e do CNEH para comentários e sugestões úteis. Mitchener reconhece o apoio financeiro do Global Fellows Program, International Institute, UCLA e Hoover Institution, Stanford University. Yan agradece o apoio financeiro da Fundação Nacional de Ciências Sociais da China (Grant 09CJL009).

Universidade de Santa Clara, EUA

Envie a correspondência para: Kris James Mitchener, Departamento de Economia, University of Warwick, Coventry, CV4 7AL, Reino Unido Telefone: + 44-24-7615-0045. E-mail: [email protected] Pesquise mais artigos deste autor

CAGE, NBER, Universidade de Pequim, China

Agradecemos a John Brown, Carolyn Evans, John Ifcher, Wolfgang Keller, Naomi Lamoreaux, Kevin O'Rourke, Larry Qiu, Alan Taylor e Bin Xu, bem como aos participantes do seminário e da conferência na UC Santa Cruz, Carlos III, IMT Lucca e as reuniões anuais da ASSA e do CNEH para comentários e sugestões úteis. Mitchener reconhece o apoio financeiro do Global Fellows Program, International Institute, UCLA e Hoover Institution, Stanford University. Yan agradece o apoio financeiro da Fundação Nacional de Ciências Sociais da China (Grant 09CJL009).

Resumo

Newly assembled data show that, as China opened up to global trade during the early 20th century, its exports became more unskilled-intensive and its imports more skill-intensive. Difference-in-differences estimates show that World War I dramatically increased Chinese exports, raising the relative demand for the unskilled workers producing them. When the war ended, trade costs declined and China's terms of trade increased, further stimulating exports. A simulation of a dynamic general equilibrium model demonstrates that the effects of the war on China's terms of trade produces a decline in the skill premium similar to what China experienced in the 1920s.


FuboTV Inc. (FUBO)

FuboTV (NYSE:FUBO) is a bros’ cable replacement service, top-heavy with sports. Source: Lori Butcher/ShutterStock.com It’s a cable replacement. It competes with Alphabet’s (NASDAQ:GOOGL) YouTube TV, Dish Networks’ (NASDAQ:DISH) Sling, ViacomCBS’ (NASDAQ:VIAC) Pluto, Walt Disney’s (NYSE:DIS) Hulu + Live TV, Warner-Discovery’s AT&T (NYSE:T) TV and Philo, owned by a collection of cable operators. Notice anything about that list? Only one is independent: Fubo. That makes it a pearl of great price, w

Coloque uma bolsa no espelho do carro ao viajar

Brilliant Car Cleaning Hacks que os revendedores locais gostariam que você não soubesse

FuboTV Inc. (FUBO) Stock Sinks As Market Gains: What You Should Know

FuboTV Inc. (FUBO) closed at $32.30 in the latest trading session, marking a -0.86% move from the prior day.

This Part of fuboTV's Business Could Get Bigger in 2021

Overall revenue more than doubled in the first quarter for fuboTV, and advertising revenue grew even more.

FuboTV to Join Russell 3000: What Investors Should Know

Leading sports-first live-streaming service fuboTV (NYSE: FUBO) is joining the broad-market Russell 3000 Index later this month, the company announced on Tuesday morning. With over $10 trillion of assets benchmarked against Russell's indexes, the inclusion may result in greater demand for the stock. The move to include the tech company in the index less than a year after the stock was listed on the New York Stock Exchange (NYSE) highlights how quickly fuboTV has managed to establish itself as an important company in streaming TV.

FuboTV Set to Join Russell 3000® Index

NEW YORK, Jun 22, 2021--fuboTV Inc. (NYSE: FUBO), the leading sports-first live TV streaming platform, is set to join the broad-market Russell 3000® Index at the conclusion of the 2021 Russell indexes annual reconstitution, effective after the U.S. market opens on June 28, according to a preliminary list of additions posted June 4.

Retorno da mãe e do # x27s - Ela comprou a propriedade do vizinho e do # x27s

Depois de tanto drama e muitas visitas da polícia, ela levou a melhor. Quem diria que um pequeno pedaço de papel tem tanto poder?

If You Had Bought fuboTV (NYSE:FUBO) Stock A Year Ago, You Could Pocket A 172% Gain Today

Unfortunately, investing is risky - companies can and do go bankrupt. But if you pick the right stock, you can make a.

FuboTV Inc. (FUBO) Stock Moves -0.91%: What You Should Know

FuboTV Inc. (FUBO) closed the most recent trading day at $29.26, moving -0.91% from the previous trading session.

Why Has fuboTV Soared 95% in Five Weeks?

A lot of things are going right for the live TV streaming service since it hit a year-to-date low just last month.

Former Penn National Gaming, Inc. Executive Carl Sottosanti Appointed to Fubo Gaming’s Board of Directors

NEW YORK, Jun 16, 2021--Fubo Gaming, a subsidiary of leading sports-first live TV streaming platform fuboTV Inc. (NYSE: FUBO), has appointed former Penn National Gaming, Inc. executive Carl Sottosanti to its board of directors and as chairman of its gaming compliance committee effective immediately.

Start Speaking A New Language In Just 7 Days

All you need is your phone.

3 Top Hot Stocks to Watch In June

June may be a fairly quiet month for investors because of a low volume of earnings reports, but some companies are stirring up serious news in this quiet period. Let me show you why investors should keep a close eye on FuboTV (NYSE: FUBO), Nintendo (OTC: NTDOY), and Amazon.com (NASDAQ: AMZN) in the second half of June 2021. Video gaming legend Nintendo takes the stage later today at the annual E3 conference.

Is fuboTV at Risk From This World Cup Controversy?

As the exclusive rights holder to livestream the 70 soccer matches of the South American Football Confederation, also known as CONMEBOL, the sports livestreaming platform has an opportunity to get tens of millions of new fans to sign up for its service. With fuboTV's plans to launch a new sports betting platform later this year and seamlessly blend the two operations into a cohesive whole, the qualifying matches represent a huge revenue opportunity. Copa America is the oldest and arguably most prestigious football competition of national teams.

FuboTV Expands to LG, But Outlook Not Yet Carefree

A streaming service with a strong focus on sports, FuboTV (FUBO) recently announced it would be offered on LG SmartTV’s in the U.S., increasing its customer base and brand awareness. (See FUBO stock analysis on TipRanks) Publishing on a report on the matter, Darren Aftahi of Roth Capital Partners wrote that integration with LG “should help it grow top of funnel consumer awareness.” Aftahi maintained a Buy rating on the stock, and declared a price target of $42. Aftahi explained that consumers wi

FuboTV: A Monster Streaming Service in the Making?

Shares of fuboTV (NYSE: FUBO), provider of a sports-focused live streaming service, soared on Monday. Shares of the growth stock are up 77% over the past 30 days. The stock's move on Monday came as fuboTV announced that its streaming channel would now be available on LG Smart TVs in the United States.

Why fuboTV Stock Popped on Monday

Shares of fuboTV (NYSE: FUBO) popped today, rising by 15% as of 12:15 p.m. EDT, after the company launched its app on LG Electronics' webOS smart TV platform in the U.S. It's also possible that a short squeeze is amplifying the gains, as fuboTV is heavily shorted. LG smart TVs that have been released since 2018 can now download the fuboTV app directly to stream sports, news, and entertainment channels. The news is a win for fuboTV, as LG is one of the most popular TV brands in the U.S. with an estimated 12% market share in 2020.

Should You Buy fuboTV Stock Right Now?

From a consumer's perspective, fuboTV's service offers a significant convenience advantage over its competitors in cable or satellite TV packages. With advantages like these working in its favor, this streaming service is attracting new customers. At the end of its first quarter, fuboTV had 590,000 subscribers, and that was up by 105% from the year prior.

6 Reasons Why fuboTV Can Keep Growing

The signing-up process at fuboTV compared to a cable TV or satellite TV provider is easier, faster, and almost without friction. To sign up for fuboTV, it takes a few clicks and a payment option and within a few minutes, you can start watching programming.

FuboTV Launches On LG Smart TVs In U.S.

LG Electronics announced the launch today of the fuboTV (NYSE: FUBO) app on its webOS Smart TVs (2018-2021 models) in the U.S., including its award-winning, best-in-class LG OLED TV lineup.

Why fuboTV Is Running 15% Higher This Week

Shares of fuboTV (NYSE: FUBO) were running over 15% higher this week as the live-streaming sports platform enjoyed momentum from being both a so-called "meme stock" that's heavily shorted and having positive developments in its business. Meme stocks like fuboTV (which has 21% of its outstanding shares sold short), AMC Entertainment Holdings, GameStop, and Sundial Growers were all running higher this week, but fuboTV actually offered long-term investors something more than merely a rally point for taking on the monied interests. Ahead of the holiday weekend last week, it announced its programming lineup for the upcoming Qatar World Cup qualifying matches for the South American Football Confederation, called CONMEBOL, and followed that up with an announcement earlier this week that it was upgrading its app dashboard with enhancements for user engagement, such as streaming live sports data during an event and quizzes for viewers to win prizes.

10 Best Stocks to Buy According to David Einhorn’s Greenlight Capital

In this article we will take a look at the 10 Best Stocks to Buy According to David Einhorn’s Greenlight Capital. You can skip our detailed analysis of Einhorn’s history, hedge fund performance, and investment philosophy, and go directly to the 5 Best Stocks to Buy According to David Einhorn’s Greenlight Capital. Greenlight Capital is […]

Why FuboTV Stock Was 17% Higher Today

What happened Shares of fuboTV (NYSE: FUBO) were 17% higher on Wednesday as so-called meme stocks went airborne, with AMC Entertainment Holdings' shares doubling in value So what Whether it was mo' (momentum) or FOMO (fear of missing out) that drove shares higher today, Reddit traders were rallying around stocks that are heavily shorted.

FuboTV Prepares for Betting on Sports Through Your TV

Live-streaming sports platform fuboTV (NYSE: FUBO) continues its preparations to offer sports betting as it upgrades its app dashboard to feature live stats and chances to win a year's free subscription to its service. Tech website Fast Company reports the live-streamer is using the upgrade to enhance user engagement at the moment, but sees it as an opportunity to gauge how much interest there would be to place bets through a TV. While fuboTV intends to launch sports betting later this year, it will first test the waters during the World Cup soccer qualifying matches for the South American Football Confederation.

Is the Worst Over for fuboTV?

The live TV streaming service is growing quickly, but its stock is still far below its all-time high.

3 Most-Shorted Stocks Positioned to Buy

They’re back! And quite simply, that’s popcorn style action featuring fast drawing bulls and vilified, deeper pocketed bears in high-profile, most-shorted stocks. But what should investors expect from next week’s show? If we’re to trust the price charts, three other supporting cast members should find stock performances worth today’s price of admission. A sequel to this year’s short-squeeze production of “the quick and the dead” co-created by Reddit’s Wallstreetbets has been under redevelopment rights this week with star power from AMC (NYSE:AMC) in the spotlight. And for exceptionally good reason. Shares surged by as much as 200% in the last five sessions.InvestorPlace - Stock Market News, Stock Advice & Trading Tips Behind AMC ‘s bullish theatrics some are once again crediting hungry Redditors in need of new spots to place their buy orders. And to be sure, heavy speculation in cryptocurrencies Bitcoin (CCC:BTC-USD), Ethereum (CCC:ETH-USD) and Dogecoin (CCC:DOGE-USD) turning south of late does support the idea of a rotation going on. Arguably though, there is more to the story. 7 Best Stocks for Upcoming Grads to Buy and Hold Forever This week’s triumphant stock returns, figuratively and literally, also feature heavyweight most-shorted stock’s GameStop (NYSE:GME) and Beyond Meat (NASDAQ:BYND). What’s more, there are bullish reports ranging from AMC’s capital raising efforts, GameStop’s Ethereum news and BYND stock’s latest marketing exploits for bulls other than Redditors to graze on. Direito? Blink Charging (NASDAQ:BLNK) Root (NASDAQ:ROOT) fuboTV (NYSE:FUBO) Who’s next within today’s universe of most-shorted stocks to deliver breaking news that can stir more than just the imagination? We won’t know until after the fact of course. But right now three diverse market companies with bears wagering against them are hinting the end may be near in a particularly good sort of way for bullish investors. Most-Shorted Stocks to Buy: Blink Charging (BLNK) Source: Charts by TradingView The first of our most-shorted stocks to buy are shares of Blink Charging. Short interest in BLNK stock come in at a hefty 36%. What does the resident bear population know? Optimistically and in bulls’ defense of this leading EV charging play, maybe as much as they thought they knew about AMC stock. Technically, a weekly double-bottom pattern off 62% support has been confirmed over the past two weeks by price follow-through and a bullish stochastics crossover. Today and based on the size of the corrective formation, a successful move into the right side of this base and relative to risk, still looks ripe for playing. To better position for the upside possibilities while keeping the downside exposure contained, I’d suggest structuring a July $35/$45 collar combination around this most-shorted stock. Root (ROOT) Source: Charts by TradingView Root is the next of our most-shorted stocks to buy. Root is a technology-based disruptor of insurance products operating a direct-to-consumer model and “usage-based” telematics. It sounds promising, but ROOT doesn’t have a first-mover advantage as other established competition is working those angles. Nevertheless, today conditions on the price chart are shaping up for investors other than ROOT stock’s bearish short interest of 32%. Technically, the weekly chart of ROOT reveals a stock that’s caught in a downtrend. However, the bearish cycle may have finally met its match. A Fibonacci-based two-step or mirror move pattern wherein leg AB matches CD completed last month. And it could be the start for a new bullish cycle. Thus far, this most-shorted stock has faltered beneath the pattern’s initial hammer at point D. But a second hammer formed two weeks ago. And with improved flattening stochastics at oversold levels, the signs for a new uptrend to emerge are looking decent. 7 Best Stocks for Upcoming Grads to Buy and Hold Forever Right now and for those that enjoy insurance for investments other than for homes and autos, a rally back above the hammer high of $10.13 looks worthy of writing a July $10/$12.5 collar policy on. Most-Shorted Stocks to Buy: FuboTV (FUBO) Source: Charts by TradingView The last of our most-shorted stocks to buy is FuboTV. Earnings this month from this streaming sports upstart has drawn the increased attention of bears with short interest rising from the mid-teens to just over 21%. But could this be another instance of the naysayers having it all wrong? It appears so. Off the price chart, FUBO delivered street-beating triple-digit subscriber and revenue growth. Of course, investors drawn to shorting the stock after the report could be focused on other line items or something management did or didn’t state, right? It’s always a convoluted possibility. Still, it’s also a fact those bearish positions are getting sacked. And today bulls are in strong position to take further control of this most-shorted stock on the price chart. Technically and as the provided weekly view shows, FUBO stock has successfully completed a two-step pattern at point D2 following a failed first attempt. And reinforced by a bullish stochastics setup, I’m a fan of a much stronger second half in 2021 for this most-shorted stock. To make a play toward an eventual challenge of FUBO’s midfield line near $39, investors may wish to suit up with an August $25/$35 collar combination for solid profit potential and protection. On the date of publication, Chris Tyler holds (either directly or indirectly) positions in Beyond Meat (BYND), Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) and Grayscale Ethereum Trust (ETHE). The opinions expressed in this article are those of the writer, subject to the InvestorPlace.com Publishing Guidelines. Chris Tyler is a former floor-based, derivatives market maker on the American and Pacific exchanges. For additional market insights and related musings, follow Chris on Twitter @Options_CAT and StockTwits. More From InvestorPlace Stock Prodigy Who Found NIO at $2… Says Buy THIS Now It doesn’t matter if you have $500 in savings or $5 million. Do this now. Top Stock Picker Reveals His Next Potential 500% Winner The post 3 Most-Shorted Stocks Positioned to Buy appeared first on InvestorPlace.

All Bets are Off Whether FuboTV Stock Can Bounce Back

Following its strong quarterly results, is FuboTV (NYSE:FUBO) stock a buy? Yes and no. On one hand, it’s clear that this sports streaming/wagering play is showing signs it can live up to the sky-high expectations investors once had for it. Source: Tada Images / Shutterstock.com On the other hand, even with its strong recent numbers, it still has its work cut out for it. When it comes to streaming, it’s competing with larger, better capitalized rivals in big media and big tech. These competitors could make it tough for the company to acquire popular sports programming. When it comes to sports wagering, it must contend with first movers in the space, like DraftKings (NASDAQ:DKNG), as well as casino giants like Caesars Entertainment (NASDAQ:CZR), which again are more established, and have deeper pockets.InvestorPlace - Stock Market News, Stock Advice & Trading Tips Said competition could limit how far it can grow. Add in concerns about its potential profitability, and the stock’s still rich valuation. Put it all together and it’s questionable whether shares, trading for around $25 per share today, won’t pull back further. Remember, FUBO stock was trading at $50 per share in February. FUBO Stock and Its Recent Quarterly Results Since its most recent quarterly earnings release, FuboTV shares have started moving back in the right direction. Taking a look at its results, it’s clear why we may be seeing signs of renewed optimism. 7 Cheap Stocks With Dividends for Both Returns and Cash Flow For the quarter ending March 31, revenue rose 135% year-over-year, and handily beat analyst expectations. On top of these strong financial results, the company upped its guidance as well. For the current quarter ending June 30, it projects revenue of between $120 million and $122 million. That’s more than 20% above Wall Street’s current estimates. In the spring, investors wrote this off as an over-hyped “story stock.” But it now appears there’s some steak to go with that sizzle. The question though, is whether it’s enough to give FUBO stock another major boost. Sure, the company is clearly still in growth mode. But while the numbers by themselves look impressive, many challenges remain on its plate. Trying to become profitable in a low-margin business with heavy competition, it’s questionable whether its streaming business can someday become a cash cow. As for its sports wagering business? That’s way behind its rivals, so it may be too late for it to build up a substantial customer base. High Competition Remains a Key Risk Its recent results may look solid, but existing issues are still on the table with FUBO stock. As our own Matt McCall discussed in April, streaming is a low-margin business that doesn’t scale well. Not only that, competition runs high when it comes to acquiring the rights to stream sporting events. Big media companies are still willing to treat sports as a loss leader for their broadcast and cable television networks. And they’re willing to continue paying up in order to attract audiences to their own streaming services. Big tech, looking to bolster subscriber numbers for their streaming services, has been paying up for sports as well. For example, Amazon’s (NASDAQ:AMZN) recently signed a $10 billion, 10-year deal with the NFL. Outbid for the A-list programming, FuboTV may be stuck with streaming marginally popular sports. That’s not good for its long-term prospects. Sure, perhaps it can make up the difference with its budding sportsbook operations. However, competition runs high in this space as well. While it’s only getting started with its sportsbook, DraftKings, Caesars, along with Flutter Entertainment’s (OTCMKTS:PDYPY) FanDuel and Penn National’s (NASDAQ:PENN) Barstool Sportsbook have built up tremendous user bases. By the time it’s finally rolled out its sports wagering app across the U.S., there may not be enough of the market left for it to capture. Putting it simply, it makes sense why investors became more skeptical about FUBO stock over the past few months. Recent results may be strong. But the jury’s still out whether its streaming and wagering services can give the established names a run for their money. The Bottom Line Another key issue with FuboTV is valuation. Given its high growth, it makes sense why it still trades at a fairly high price-sales multiple (around 6.3). But given the questionable prospects of its eventual profitability, coupled with the concerns that the larger names in gambling, media, and tech crowd it out, it becomes even harder to assess whether shares can hold steady at today’s prices, much less rally back towards their “meme stock” highs. So, what’s the best move with FUBO stock right now? Even if you still think the company has potential, wait for another pullback before initiating a position. On the date of publication, Thomas Niel did not have (either directly or indirectly) any positions in the securities mentioned in this article. The opinions expressed in this article are those of the writer, subject to the InvestorPlace.com Publishing Guidelines. Thomas Niel, a contributor for InvestorPlace.com, has been writing single-stock analysis for web-based publications since 2016. More From InvestorPlace Stock Prodigy Who Found NIO at $2… Says Buy THIS Now It doesn’t matter if you have $500 in savings or $5 million. Do this now. Top Stock Picker Reveals His Next Potential 500% Winner The post All Bets are Off Whether FuboTV Stock Can Bounce Back appeared first on InvestorPlace.

Why fuboTV Is Soaring 16% Higher Today

Shares of fuboTV (NYSE: FUBO) were surging 16% higher in afternoon trading Wednesday although there was no big news surrounding the sports live-streaming platform. It did, however, announce its programming lineup for the upcoming Qatar World Cup qualifying matches for the South American Football Confederation. Also, fuboTV's stock is heavily shorted at the moment with some 21% of its float sold short, the largest percentage since January when retail traders piled into so-called "meme stocks" to drive up the sharp price and hammer the hedge funds shorting the stocks.


Assista o vídeo: GOL, O GRANDE MOMENTO DO FUTEBOL DE MESA 9ª EDIÇÃO