Eles destroem parcialmente o sítio arqueológico ‘Cerro Centinela’ no Peru

Eles destroem parcialmente o sítio arqueológico ‘Cerro Centinela’ no Peru

As autoridades peruanas detiveram duas pessoas acusadas de destruir parcialmente o sítio arqueológico ‘Cerro Centinela’, no norte do país, que continha túmulos com múmias e cerâmicas de cultura pré-hispânica, informou o Ministério da Cultura (MINCUL) no último domingo.

«O Ministério, em coordenação com a zona arqueológica de Caral, interrompeu a destruição de uma parte do sítio arqueológico Cerro Centinela, localizado na província de Huaura, na região de Lima.«, Indica um Declaração MINCUL. A entidade explicou que arqueólogos da área informaram à polícia que dois fazendeiros retiraram o terreno com máquinas e destruíram completamente uma área com vestígios arqueológicos.

Após reclamação, a polícia capturou os dois fazendeiros Eles foram levados para a delegacia de Huaura, cerca de 150 quilômetros ao norte de Lima. «Esta ação ilegal danificou e destruiu irreparavelmente este site protegido«Disse o ministério.

«Como resultado da remoção do terreno, uma grande quantidade de cerâmicas destruídas, cadáveres humanos mumificados de tumbas, tecidos, uma grande quantidade de restos de habitações pré-hispânicas pertencentes a uma população da cultura Huaura foram encontrados na superfície, que datam de 1200 - 1470 DC ", detalhou a entidade.

o Sítio arqueológico Cerro Centinela Situa-se na margem direita do rio Huaura, a uma distância de 20 metros do mar e ocupa uma área de 60 hectares.


Vídeo: La Molina: skaters arriesgan su vida practicando Downhill en el Cerro Centinela