Um menino descobre uma tábua de argila de 3.500 anos com a imagem de um homem nu preso

Um menino descobre uma tábua de argila de 3.500 anos com a imagem de um homem nu preso

Um menino de seis anos encontrado no sítio arqueológico israelense de Tel Gema, uma tábua de argila de 3.500 anos com a imagem de um homem cativo.

O achado foi anunciado na segunda-feira pela Autoridade de Antiguidades de Israel.

É um prato decerca de três centímetros quadrados, provavelmente do final da Idade do Bronze, com uma figura esculpida representando dois homens, um conduzindo o outro com as mãos amarradas nas costas.

"O artista que criou este tablet parece ter sido influenciado por representações semelhantes conhecidas na arte do antigo Oriente Próximo", disseram os arqueólogos. Além disso, consideram que o autor quis enfatizar ohumilhação de prisioneiro sendo carregada nua.

Os pesquisadores estimam que a cena representa simbolicamente as lutas de poder da antiga região de Cannaan com seus vizinhos. Eles até sugerem que a imagem poderia descrever odiferenças étnicas entre os dois sujeitos, e é por isso que o sujeito homem parece magro e tem um rosto comprido.

O mais jovem que encontrou a imagem, identificado como Imri Elya, oencontrado por acaso Enquanto ele caminhava com sua família em março passado por aquele lugar. Ele imediatamente a entregou às autoridades e em troca recebeu um certificado de boa cidadania.

«Isso abre umjanela visual entender a luta pelo domínio do sul do país durante o período cananeu ”, destacaram os pesquisadores, após explicarem que a tabuinha contribui para as pesquisas arqueológicas e históricas da região.

Através da RT.


Vídeo: Peladão agride entregador e foge da polícia