A réplica da gruta do Risco Caído já esboça as suas primeiras peças

A réplica da gruta do Risco Caído já esboça as suas primeiras peças

o Trabalho de criação da réplica do templo dos antigos canários avançam e já oferecem resultados visíveis.

Leste exposição fac-símile da caverna que se insere na Paisagem Cultural do Risco Caído e na Serra Sagrada de Gran Canaria, recentemente declarado Patrimônio Mundial, será instalado no centro de interpretação localizado no município de Artenara no final do ano.

Uma equipa multidisciplinar de profissionais do Cabildo de Gran Canaria e da empresa Factum Arte, autora do reprodução da tumba de Tutancâmon, trata das diferentes fases do projeto em que primeiro foi necessário coletar os dados da própria caverna, uma etapa anterior à confecção das diferentes peças.

O trabalho de digitalização foi realizado usando diferentes técnicas digitais não invasivas para documentar a cor, a superfície e as dimensões da caverna.

A próxima fase do processo consiste em materialização e construção da reprodução. Através de uma combinação de sistemas e procedimentos digitais e manuais, toda a superfície da caverna está sendo esculpida digitalmente para depois ser tratada manualmente e montada por especialistas da Factum que darão o caráter final à reprodução.

A réplica irá recriar a experiência emocional e sensorial de estar fisicamente dentro do Santuário do Penhasco Caído, criando um ambiente em grande escala, indistinguível da caverna original, totalmente acessível a todos os públicos.

Paralelamente, o Cabildo de Gran Canaria está a proceder à remodelação do Centro de Interpretação da Artenara para adequar o espaço que acolherá esta reprodução.

Este centro, que está aberto ao público desde julho passado, recria com instrumentos multimídia a existência de uma desaparecida cultura insular que evoluiu isolada ao longo dos séculos e cujos vestígios sobrevivem até hoje, bem como os atributos e características do Paisagem cultural de Risco Caído e a Serra Sagrada de Gran Canaria declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 7 de julho.

Via: Cabildo de Gran Canaria


Vídeo: Especialistas en Risco Caído. Sergio Ortega Muñoz