O Conselho Provincial de Palência aloca € 35.000 para projetos arqueológicos

O Conselho Provincial de Palência aloca € 35.000 para projetos arqueológicos

É uma declaração, o Conselho Provincial de Palência anunciou que destinará 35.000 euros a projetos arqueológicos na província, que será destinado aos locais onde as intervenções tenham sido realizadas pela mesma equipa em mais de cinco campanhas, ou que tenham sido escavados nas últimas três campanhas.

O Conselho Provincial destacou que esses subsídios foram muito bem recebidos e continuarão no próximo ano. No total, 112.400 euros foram investidos no apoio a projetos arqueológicos nos últimos quatro anos.

Desta forma, eles apontam, “A instituição reafirma o seu compromisso de tornar visível e manter o património arqueológico da província naquela que é uma referência na sua gestão com as vilas romanas de La Olmeda, em Pedrosa de la Vega, e La Tejeda, situada na Quintanilla de la Cueza”.

O apoio financeiro recairá sobre os seguintes municípios e seus correspondentes projetos arqueológicos:

  • Aguilar de Campoo: Depósito Huerta Varona, 5.106,75 euros.
  • Ampudia: sítio arqueológico de Picón del Castillo, 5.106,75 euros.
  • Herrera de Pisuerga: Camino de las Ánimas, 5.073,00 euros.
  • Osorno: depósito de Dessobriga, 5.106,75 euros.
  • Paredes de Nava: Depósito La Ciudad, Intercatia, 5.106,75 euros.
  • Pomar de Valdivia: sítio do Monte Bernorio, 4.500 euros.
  • Santibáñez de la Peña: Sítio arqueológico do Cerco do Monte em Castro, 5.000 euros.

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como meio de divulgação onde você pode encontrar as notícias mais importantes sobre arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: ZONAS Y SITIOS ARQUEOLÓGICOS DE LA PROVINCIA DE ESPINAR II PARTE