Batalha de Missionary Ridge, 25 de novembro de 1863

Batalha de Missionary Ridge, 25 de novembro de 1863

Batalha de Missionary Ridge, 25 de novembro de 1863

IntroduçãoO planoSherman AloneO Milagre de Missionary RidgeRescaldoLivros

Introdução

Batalha durante a Guerra Civil Americana que encerrou o cerco confederado de Chattanooga. A cidade caiu para as forças da União em 9 de setembro após uma campanha hábil comandada pelo general William Rosecrans, mas ele foi derrotado na batalha de Chickamauga (19-20 de setembro), ao sul de Chattanooga. Uma grande parte de seu exército fugiu de volta para a cidade, enquanto o general George Thomas conseguiu reunir homens suficientes para evitar uma derrota total e infligiu danos suficientes ao exército confederado de Braxton Bragg para tirar o brilho da vitória confederada.

Após a batalha, o exército de Rosecrans foi cercado em Chattanooga. A cidade é dominada por montanhas e, ao ocupar a Montanha Lookout a oeste e a Missionary Ridge a leste, Bragg bloqueou quase todas as rotas de abastecimento para a cidade. Ele estava convencido de que as forças da União na cidade logo começariam a se render.

A resposta da União aos eventos em Chattanooga foi imediata e avassaladora. Mesmo antes de Chickamauga, ficou claro que Rosecrans era vulnerável e reforços estavam sendo enviados em sua direção. O general Sherman recebeu ordens de marchar para o leste a partir do Mississippi, enquanto outra força foi enviada para o oeste do Exército do Potomac e colocada sob o comando de Joe Hooker, recentemente afastado do comando daquele exército.

O general U. Grant foi colocado no comando geral de todas as forças da União no oeste. Seu primeiro movimento foi substituir Rosecrans por Thomas, e então ele também foi para Chattanooga (chegando em 24 de outubro). Uma vez lá, ele descobriu que o engenheiro-chefe da Rosecrans, general W. F. Smith, já havia elaborado um plano que abriria uma nova rota de abastecimento. Tudo o que faltou foi a vontade de experimentá-lo, e Grant forneceu-o.

Dois dias depois de sua chegada, o plano foi posto em prática. No final de outubro, a 'linha de biscoitos' estava firmemente estabelecida. A situação do abastecimento melhorou imediatamente. Agora Grant poderia se voltar para seu segundo problema - o exército confederado que ainda cercava Chattanooga.

Esse exército tinha uma posição muito forte. Do sopé da Montanha Lookout, sua linha de frente cruzou o Vale de Chattanooga, antes de virar para o norte para seguir ao longo do sopé de Missionary Ridge até o Rio Tennessee. A crista em si era fortemente fortificada, com três linhas de trincheiras - uma na base, uma na metade e outra no topo. Missionary Ridge era a chave para a posição. Enquanto Bragg pudesse manter sua linha no cume, ele poderia facilmente proteger suas linhas de comunicação, baseadas na Estação Chickamauga na Ferrovia Ocidental e Atlântica, e ameaçaria o controle federal de Chattanooga e o leste do Tennessee.

O plano

Grant decidiu que o centro da posição de Bragg em Missionary Ridge era forte demais para ser atacado. Em vez disso, ele planejou atacar os dois flancos da linha de Bragg ao mesmo tempo, forçando-o a enfraquecer o centro. Só então um ataque seria lançado na frente de Missionary Ridge.

Esses ataques de flanco seriam lançados pelos exércitos de Sherman e Hooker. Nenhum desses exércitos estava em Chattanooga. Tendo estabelecido a 'linha de crackers', os homens de Hooker permaneceram em Lookout Valley. Uma pequena força confederada ainda detinha a Montanha Lookout. Grant teve que decidir se Hooker deveria abrir caminho através do exército ou usar as pontes da linha de crackers para contorná-las. Sua escolha foi feita por ele no rio Tennessee. A chuva forte fez com que o rio subisse, tornando a ponte flutuante inadequada para um grande exército. Em 24 de novembro, Hooker abriu caminho ao redor da borda norte da Montanha Lookout. Na manhã de 25 de novembro, ele estava no local para marchar pelo vale de Chattanooga para atacar o flanco esquerdo de Bragg em Rossville Gap.

O exército de Sherman só começou a chegar nas proximidades de Chattanooga em 20 de novembro. Ao chegarem à balsa de Brown, eles cruzaram para a margem norte do rio Tennessee e montaram um acampamento escondido atrás das colinas ao norte de Chattanooga. Isso deixou Bragg com a possibilidade de que os homens de Sherman estivessem marchando para o norte para o relevo de Knoxville, então sendo sitiados por Longstreet. Em vez disso, eles estavam se preparando para cruzar o Tennessee ao norte da linha de Bragg em Missionary Ridge e atacar ao longo da linha da crista. Esses dois ataques forçariam Bragg a reforçar seus flancos, momento em que o exército final de Grant, o Exército de Thomas de Cumberland, seria obrigado a atacar Missionary Ridge.

Os preparativos para este plano correram bem. As primeiras jogadas aconteceram um dia antes, em 23 de novembro (Battle of Orchard Knob), depois que um desertor confederado sugeriu que Bragg estava prestes a se retirar. Isso moveu a linha de frente federal cerca de uma milha mais perto de Missionary Ridge, e deu a Grant uma posição melhor de onde observar a batalha. No dia seguinte, os homens de Hooker entraram em contato com o resto do exército (Batalha da Montanha Lookout, 24 de novembro). Eles agora estavam prontos para a marcha através do vale de Chattanooga.

Restava apenas Sherman. Ele primeiro teve que fazer uma força cruzar o rio Tennessee, então construir uma ponte flutuante para permitir que sua cavalaria e artilharia cruzassem, e então atacar o flanco direito de Bragg. Para fazer as tropas atravessarem e construir a ponte, Sherman tinha 116 barcaças, cada uma capaz de transportar trinta homens através do rio antes de se tornarem parte da ponte flutuante. Esses barcos foram escondidos no rio Chickamauga do Norte, que deságua no rio Tennessee do norte, um pouco a montante de Missionary Ridge.

Sherman começou a se mover às 02h00 do dia 24 de novembro. A primeira onda de barcos surpreendeu os piquetes confederados na margem sul do Tennessee e, à luz do dia, duas divisões completas (8.000 homens) haviam atravessado de balsa. Entre a luz do dia e o meio-dia, a ponte flutuante foi concluída e o resto de sua força atravessou. Finalmente, às 13h00 Sherman ordenou o avanço.

Seu objetivo era atacar a extremidade norte de Missionary Ridge em preparação para o ataque principal no dia seguinte. Por algum tempo, parecia que sua força havia alcançado uma vitória quase sem derramamento de sangue. A mesma névoa que restringia a visão da Montanha Lookout também impediu Bragg de ver o que estava acontecendo além de seu flanco direito.

Infelizmente, os mapas de Sherman não eram precisos. Eles mostraram Missionary Ridge como sendo contínuo, mas na verdade o cume termina em uma série de colinas. O mais ao norte deles fica mais alto do que o cume próximo e com uma queda de 200 pés entre ele e o cume principal. Foi esta colina que os homens de Sherman capturaram por volta das 15h30. Agora, finalmente, Bragg percebeu o que havia acontecido e fez duas tentativas malsucedidas de expulsar Sherman. Sherman estava pronto para lançar sua parte no ataque do dia seguinte.

Sherman luta sozinho

Os acontecimentos de 25 de novembro não seguiram o plano de Grant. Como os confederados evacuaram suas posições no vale de Chattanooga, eles bloquearam as estradas e destruíram a ponte principal sobre o riacho de Chattanooga. Embora Hooker tenha deixado suas posições na Montanha Lookout no início da manhã, ele teve que reconstruir a ponte e levou quatro horas para cruzar o riacho. Seu exército não alcançou Missionary Ridge até o final do dia.

Enquanto isso, Sherman havia lançado seu ataque a tempo. De sua posição em Orchard Knob Grant podia ver reforços confederados sendo enviados ao longo do cume para reforçar seu flanco direito. O ataque de Sherman se estendeu pela crista - uma coluna atacou ao longo do cume da crista, outra ao longo da base oriental e uma terceira ao longo da base ocidental. O ataque no flanco oriental foi o que mais avançou, ameaçando a linha de abastecimento da ferrovia de Bragg, mas, fora isso, o ataque fez pouco progresso. Estava sendo combatido pela divisão do Major General Patrick Cleburne, provavelmente a mais forte na linha de Bragg, e a última a deixar a linha no final da batalha.

No meio da tarde, ficou claro que o plano de Grant não estava funcionando como o esperado. Hooker ainda não havia aparecido na extremidade sul de Missionary Ridge. O ataque de Sherman agora havia parado e ele corria o perigo iminente de ser empurrado para trás.

O Milagre de Missionary Ridge

A resposta de Grant foi ordenar um ataque geral aos homens de Thomas, que haviam passado o dia esperando exatamente por essa ordem. A ordem de Grant era para um ataque à primeira linha de fossos de rifle confederados na base de Missionary Ridge (embora Sheridan pelo menos não estivesse claro a qual linha de rifles se referia, e enviou um mensageiro para pedir esclarecimentos).

As divisões de Woods e Sheridan, os veteranos de Orchard Knob, desempenhariam um papel fundamental no ataque, com mais duas divisões protegendo seus flancos. O pedido foi enviado às 15h30. e o ataque foi lançado logo depois.

O que aconteceu a seguir ficou conhecido como o "milagre da crista missionária". As divisões federais avançaram até a primeira linha de trincheiras confederadas, fazendo com que seus defensores fugissem morro acima. Sem esperar por nenhuma ordem, regimento por regimento, os soldados do exército de Thomas de Cumberland começaram a avançar pelo cume!

Seus oficiais foram brevemente deixados para trás por este movimento, mas rapidamente os alcançaram e começaram a organizar o ataque. De volta a Orchard Knob, um Grant furioso queria descobrir quem havia ordenado o ataque, mas rapidamente ficou claro que ninguém havia emitido tais ordens. Agora que o ataque havia começado, Wood e Sheridan receberam ordens para continuar se sentissem que poderiam capturar a crista.

Eles podiam e fizeram. Depois de uma hora de combates muito pesados, as tropas federais alcançaram o topo de Missionary Ridge em pelo menos seis posições, uma das quais estava muito perto do próprio quartel-general de Bragg. Uma vez no topo da crista, eles foram capazes de apreender as armas dos confederados e usá-las para disparar ao longo da linha. Ao longo de toda a linha confederada, os homens de Bragg entraram em pânico e fugiram. Apenas a divisão de Cleburne não participou do colapso, recuando em boa ordem, uma vez que ficou claro que, de outra forma, seria eliminada.

Embora o sucesso desse ataque tenha sido extraordinário, qualquer ideia de que foi fácil pode ser desfeita olhando os números das vítimas. Entre eles, Sheridan e Wood perderam 2.337 mortos e feridos na hora que levou para capturar Missionary Ridge. Isso representa quase metade das perdas totais da União na batalha, e foi mais homens do que Sherman perdidos em combates de dois dias inteiros (1.697 mortos e feridos). O milagre foi que o ataque foi bem-sucedido.

O motivo do sucesso tem sido objeto de debates intermináveis. O próprio Bragg sugeriu que o moral de seus homens havia sofrido como resultado de seu soberbo ponto de vista. Do topo de Missionary Ridge, eles puderam ver um vasto exército federal se preparando para atacar, e essa visão os enervou. Grant, entretanto, que o maior erro de Bragg foi enviar Longstreet com 15.000 homens para atacar Knoxville, deixando o exército em Chattanooga vulnerável.

Bragg provavelmente colocou muitos homens na base de Missionary Ridge. À medida que recuavam encosta acima, ajudaram a proteger seus atacantes do alto da colina. As linhas de Bragg podem não ter sido colocadas nas melhores posições ao longo do cume, criando pontos cegos que permitiram ao atacante federal chegar perto do cume com relativa segurança. No entanto, as altas perdas federais nas encostas de Missionary Ridge sugerem que as posições confederadas eram perfeitamente aceitáveis. Uma sugestão mais confiável é que o plano de Grant não falhou totalmente. O ataque de Sherman forçou Bragg a mover um grande número de homens para o norte para proteger seu flanco direito. Isso deixou as posições no topo do cume criticamente enfraquecidas quando o ataque final começou. Embora Bragg ordenou que as tropas voltassem da direita para o centro, eles não puderam reforçar a linha inteira a tempo de impedir que algumas forças da União chegassem ao cume.

Rescaldo

Apenas o suficiente do exército de Bragg permaneceu intacto para proteger a retirada dos demais. A divisão de Cleburne finalmente interrompeu a perseguição em Ringgold, Geórgia, em 27 de novembro. Grant voltou atrás e enviou homens para socorrer Knoxville, onde o cerco de Longstreet estava prestes a terminar em fracasso.

As perdas sindicais foram 752 mortos, 4713 feridos e 350 capturados ou desaparecidos (muitos do comando de Sherman), de um total de 60.000 homens. As baixas confederadas foram relatadas em 361 mortos, 2180 feridos e 4.146 desaparecidos ou capturados de cerca de 40.000 homens (embora o próprio Grant tenha relatado ter feito 6.000 prisioneiros).

A batalha de Missionary Ridge garantiu o controle da União de Chattanooga. Com isso, veio o controle do leste do Tennessee. Pior, uma das poucas ligações ferroviárias entre a Virgínia e o resto da Confederação passava pelo leste do Tennessee e Chattanooga. Finalmente, o exército da União de Chattanooga poderia marchar para a Geórgia e ameaçar o coração da Confederação. Vindo no final de um ano que viu a queda de Vicksburg e a derrota em Gettysburg, o fracasso dos confederados em Chattanooga passou a iniciativa de 1864 para a União.

Livros



Missionary Ridge

Em 25 de novembro de 1863, mais de 50.000 soldados da União invadiram as defesas confederadas ao longo de Missionary Ridge, a leste de Chattanooga. O ataque se estendeu de Rossville Gap, na fronteira com a Geórgia, até Tunnel Hill, no extremo norte de Missionary Ridge. No final do dia, o Exército Confederado do Tennessee estava recuando em direção a Dalton, Geórgia e Chattanooga estava firmemente nas mãos da União. Foi, como um oficial confederado descreveu mais tarde, & quotA sentença de morte da Confederação. & Quot.

Ao longo da crista de Missionary Ridge há uma série de oito reservas e monumentos que preservam e contam a história das principais áreas da Batalha de Missionary Ridge. A maioria dessas reservas e monumentos está localizada em bairros residenciais ao longo de uma estrada estreita na crista do cume. Vários comprimidos e canhões estão localizados em propriedades privadas nos quintais dos residentes. Respeite esses residentes e não bloqueie ou estacione em calçadas privadas, ou entre em propriedades privadas sem o consentimento do proprietário.

Todas as propriedades do parque ao longo de Missionary Ridge estão abertas diariamente do nascer ao pôr do sol.

Mapa de Missionary Ridge

Reserva de Iowa em Rossville

Localizado em Rossville Gap, a apenas cinco quilômetros ao norte do campo de batalha de Chickamauga, o Monumento de Iowa é a reserva mais ao sul do Parque Militar Nacional de Chickamauga e Chattanooga em Missionary Ridge. Durante a batalha, as tropas da União do comando do General Joseph Hooker, recém-saído de sua vitória na Montanha Lookout no dia anterior, atacaram o flanco sul das posições confederadas ao norte daqui. Mas seriam outros soldados da União que deixariam sua marca permanente na paisagem. Após a Batalha de Missionary Ridge, milhares de Iowans celebraram sua vitória com uma grande revisão em Rossville Gap. Embora esses homens não tenham lutado na lacuna durante a batalha, suas boas lembranças da marcha comemorativa os inspiraram a colocar um grande monumento no local. O monumento está localizado na interseção da Rodovia 27 com a West Crest Road em Rossville, Geórgia.

Na South Crest Road, a apenas alguns quilômetros ao norte do Monumento de Iowa em Rossville, fica a Reserva Bragg. Esta reserva preserva a localização do quartel-general do General Confederado Braxton Bragg durante a Batalha de Missionary Ridge. Esta área é onde o Exército de Cumberland do General George Thomas quebrou o centro da linha Confederada em Missionary Ridge. Há um pequeno estacionamento na Reserva de Bragg, que consiste em vários canhões e tablets. A maior característica aqui é o Monumento de Illinois.

Na South Crest Road, ao norte da Reserva Bragg, fica a Reserva de Ohio. Foi aqui que os soldados da União da Divisão do IV Corpo de exército de Thomas Wood atacaram Missionary Ridge. Entre esses homens havia muitos Ohioans. Após a guerra, Ohio ergueu um grande monumento aos homens que lutaram aqui. Em 2014, alunos do ensino fundamental de Reynoldsburg, Ohio levantaram o dinheiro necessário para consertar a estátua do menino baterista neste monumento de Ohio, que havia sido danificado anos antes. O monumento está localizado entre várias casas particulares. Por favor, estacione apenas em áreas designadas e não caminhe em propriedades privadas.

Na época em que o general John Turchin liderou suas tropas encosta acima de Missionary Ridge, ele era um soldado experiente. Nascido na Rússia, Turchin foi educado na Academia Militar Imperial de São Petersburgo e serviu vários anos no Exército Russo em toda a Europa antes de imigrar para os Estados Unidos. Defendendo esta área contra os homens de Turchin estavam os alabamianos e carolinianos do sul de Arthur Manigault. Há um tablet e dois canhões na Reserva Turchin. Esteja ciente de que não há estacionamento público aqui e a North Crest Road é muito estreita para estacionar no acostamento neste local. Para estacionar, vire em uma rua lateral ou estacione na Reserva DeLong e caminhe de volta. Não bloqueie ou estacione em calçadas privadas.

Na reserva DeLong na North Crest Road, ao norte da reserva Turchin, está um monumento à 2ª Infantaria de Minnesota que lutou nesta área. Além do 2º Monumento de Minnesota, há várias tábuas e canhões.

O coronel Edward Phelps conduziu pessoalmente sua brigada encosta acima de Missionary Ridge. Assim que ele alcançou a crista, ele foi atingido e morto por uma bala confederada neste local. O monumento é um canhão voltado para cima. Não há estacionamento neste local. Por favor, não bloqueie ou estacione em calçadas privadas.

73ª Reserva da Pensilvânia

Enquanto as forças da União foram amplamente bem-sucedidas em seus ataques ao longo de Missionary Ridge, a Confederação manteve a vantagem ao longo das colinas do norte. A 73ª Pensilvânia sofreu muito durante o noivado. Esses homens, parte do XI Corpo de exército do general Oliver Howard, eram veteranos de muitos dos principais combates do teatro de guerra oriental, tendo lutado em Second Manassas, Chancellorsville e Gettysburg. Enquanto eles atacavam os poços de rifle dos confederados nas colinas ao norte de Missionary Ridge em Chattanooga, a unidade foi isolada do resto da brigada. Como resultado, quase todo o regimento foi morto, ferido ou capturado. Apenas vinte e cinco homens evitaram a captura. Hoje existe um monumento à 73ª Pensilvânia, bem como várias tabuinhas explicando as operações militares na área. O 73º Monumento da Pensilvânia está localizado no cruzamento da Glass Street com a Campbell Street, próximo à North Crest Road. Não há estacionamento neste local. Para visitar estacione em um espaço público na área comercial da Glass Street e caminhe, ou estacione na Reserva Sherman e caminhe por uma trilha curta que conecta a Reserva Sherman à 73ª Reserva da Pensilvânia.

Os visitantes se reúnem para uma excursão guiada por um guarda florestal à Reserva Sherman, no extremo norte de Missionary Ridge.

Localizada no extremo norte da North Crest Road, fica a reserva Sherman. Com cinquenta acres, esta é a maior das reservas em Missionary Ridge e preserva a área onde as tropas do general William T. Sherman atacaram as defesas confederadas em Tunnel Hill. O general Patrick Cleburne rechaçou com sucesso os homens de Sherman, mas acabou sendo forçado a recuar enquanto o resto do Exército Confederado recuava para o leste, ao largo de Missionary Ridge. Há uma pequena área de estacionamento no cruzamento da Lightfoot Mill Road com a North Crest Road. Uma pequena trilha leva até a reserva, que contém vários monumentos, tabuinhas e canhões. Há também uma trilha de conexão que permite aos visitantes caminhar entre a reserva Sherman e a 73ª Reserva da Pensilvânia, descendo a colina ao longo da Glass Street.

Monumento a Nova York em Ringgold Gap, Geórgia

Vinte milhas a leste do campo de batalha de Chickamauga e aninhado ao lado da estação de tratamento de águas residuais de Ringgold está um monumento erguido pelo estado de Nova York. No rescaldo da Batalha de Missionary Ridge, os Confederados recuaram para o sul com o Exército da União em sua perseguição. Em 27 de novembro de 1863, uma pequena força confederada sob o comando do general Patrick Cleburne se posicionou em Ringgold Gap.

Apesar de estarem em grande desvantagem numérica, eles infligiram enormes baixas às forças da União, muitas das quais eram de Nova York. A vitória dos confederados deu ao exército tempo suficiente para recuar e se reorganizar em preparação para a campanha de verão na Geórgia. Este pequeno monumento é dedicado aos nova-iorquinos que lutaram e morreram neste vale. Ele está localizado no extremo sul da Depot Street em Ringgold, Geórgia.


Batalhas por Chattanooga: Antecedentes

Após a vitória dos confederados em Chickamauga, no noroeste da Geórgia, em setembro de 1863, o exército da União recuou para o entroncamento ferroviário vital de Chattanooga, Tennessee. O general confederado Braxton Bragg (1817-76) rapidamente sitiou a cidade, cortando o acesso aos suprimentos da União. Em resposta, o presidente Abraham Lincoln (1809-65) ordenou que o major-general Ulysses S. Grant (1822-85) fosse a Chattanooga. Grant, que chegou em outubro, logo refortificou a cidade, abrindo uma linha de abastecimento desesperadamente necessária, e começou a manobrar para suspender o cerco.

Você sabia? O nome & # x201CChattanooga & # x201D é derivado de uma palavra do índio Creek que significa & # x201Crock chegando a um ponto & # x201D uma referência à Lookout Mountain.


Segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Sherman repelido pelos homens de Cleburne em Missionary Ridge, 1863

Na noite do dia 24, o major-general da União Ulysses S. Grant erroneamente acreditava que o major-general William T. Sherman havia conquistado Tunnel Hill na extremidade norte de Missionary Ridge na batalha no início daquele dia. 1 Com base nessa suposição, à meia-noite ele emitiu uma ordem para Sherman atacar os confederados em sua frente na manhã da data de hoje em 1863. O objetivo de Sherman era virar o flanco de Bragg, o que significava tomar a posição de South Chickamauga Creek até Tunnel Hill . Ao mesmo tempo, ele deu ordens ao major-general George Thomas para atacar simultaneamente o centro dos confederados em Missionary Ridge. O major-general Joseph Hooker se juntaria ao ataque de sua posição recém-conquistada na montanha Lookout, mover-se-ia para a extremidade sul do cume perto de Rossville e então avançaria para o norte em Missionary Ridge.

Ao meio-dia na extremidade norte de Missionary Ridge, onde o bisavô Nathan R. Oakes estava lutando na Brigada da Divisão de Patrick Cleburne de Mark P. Lowrey, os confederados repeliram todos os ataques das tropas de Sherman. Sherman agora tinha 6 divisões sob seu comando & # 8212 quase um terço da força do exército em Chattanooga. Antes do meio-dia, Sherman recebeu outra divisão, a de Baird, para garantir. No total, Sherman tinha quase 30.000 soldados à sua disposição. Confrontando Sherman estavam apenas 6 brigadas de cerca de 4.000 confederados: Smith's, Govan's e Lowrey's da Divisão de Cleburne Brown's e Cummings's da Divisão de Stevenson e Maney's da Divisão de Walker.

Até aquele momento, a maioria dos confederados no topo de Missionary Ridge não poderia ter imaginado que soldados inimigos tentariam escalar, especialmente sob incríveis tiros de canhão e rifle. Mas, surpreendentemente, foi exatamente isso que os homens de Thomas fizeram. Os confederados ficaram simplesmente chocados e oprimidos. As baterias não conseguiam pressionar suas armas o suficiente para atirar nos invasores. Bragg não tinha reservas para enviar para fortalecer as posições que estavam sendo invadidas. Centenas de confederados simplesmente se renderam enquanto milhares fugiam. Em menos de uma hora e meia do momento em que o avanço começou, os Federados estavam no controle da maior parte da posição do cume que os Confederados haviam mantido nos últimos 2 meses. Nem Grant nem Thomas poderiam ter imaginado que o ataque de Thomas & # 8212, que foi projetado para ser secundário ao de Sherman & # 8212, seria realmente o ataque decisivo hoje. Na verdade, foi o momento decisivo da batalha.

Na extremidade sul da cordilheira, Hooker finalmente avançou com seus homens da Montanha Lookout, e as unidades começaram a chegar a Rossville Gap na extremidade sul de Missionary Ridge. Por volta das 4 da tarde, eles começaram o ataque. Com pouca resistência do corpo do major-general John C. Breckenridge 2, suas tropas moveram-se para o norte ao longo do topo e de ambos os lados do cume até se encontrarem com os homens de Thomas. Na noite do dia 25, as forças de Hooker e Thomas mantiveram as extremidades do meio e sul de Missionary Ridge, e os confederados estavam em retirada. Exceto pela porção norte do cume, onde as Divisões de Hardee de Cleburne e Cheatham ainda se mantinham, Missionary Ridge estava inteiramente sob controle federal.

Essa carga rebelde começou às 16h e, junto com a luta corpo a corpo, fez os Federais fugirem. Em menos de uma hora, outra carga foi organizada para expulsar as forças restantes da base da Colina do Túnel. No geral, foi uma luta magnífica, que resultou na captura de vários estandes de cores e muitos prisioneiros. Mais importante. tratando das tentativas de Sherman de capturar Tunnel Hill, deixando sua força fora de ação pelo resto da batalha.

Por 7 horas, e contra probabilidades de quase 7 para 1, os homens de Cleburne mantiveram Tunnel Hill contra forças determinadas. 3 Mas o sucesso dos confederados custou muito em termos de bravas vidas perdidas. O trabalho de Cleburne não foi em vão, embora ele estivesse prestes a receber notícias desanimadoras mais adiante. Mesmo enquanto seus homens comemoravam o triunfo à direita, a esquerda da linha confederada havia entrado em colapso e estava sendo carregada. Por volta das 18h, apenas as tropas de Hardee e Cleburne estavam no caminho de uma varredura federal completa de Missionary Ridge.

Na retirada geral do exército de Bragg naquele dia, a Divisão de Cleburne e # 8217, a única força confederada organizada que restou, serviu como retaguarda. Cleburne fará tudo ao seu alcance para salvar o exército. Ele imediatamente ordenou Brig. Gen. States Rights Gist, comandando a divisão de Walker & # 8217s, para formar suas tropas através do cume. Em seguida, ele ordenou que todos os veículos que pudessem ser poupados cruzassem o riacho Chickamauga. Ele enviou ordens a Lucius Polk para enviar uma força para a ponte Shallow Ford e mantê-la a todo custo. Ele também enviou a brigada de Govan & # 8217s para enfrentar o avanço inimigo & # 8217s na Shallow Ford Road.


Batalha de Missionary Ridge, 1863

Estereógrafo do Panorama da Batalha de Missionary Ridge, Sede do General Confederado Braxton Bragg, pintado em 1885. Foi pintado pela empresa de panorama de Eugen Bracht em Berlim e exibido pela primeira vez em Kansas City em 1886. Foi destruído por um tornado em Nashville, Tennessee. Da série de Bennett "Andando entre as maravilhas e belezas do cenário ocidental". Veja o documento original: WHI 25891

Papel de Wisconsin

Quatorze unidades de Wisconsin - sete regimentos de infantaria de Wisconsin e sete baterias de artilharia leve - participaram da quebra do cerco em Chattanooga. Os 15º e 24º regimentos de infantaria de Wisconsin estavam entre as forças que atacaram Missionary Ridge, romperam as fileiras confederadas e tomaram a localização estratégica.

Entre os homens subindo a encosta naquele dia estava Arthur MacArthur, de 18 anos, ajudante da 24ª Infantaria de Wisconsin. Quando o porta-cores do regimento foi baleado, ele pegou a bandeira do regimento. Ele o carregou pelo resto do caminho encosta acima e o plantou na crista. Por seu desempenho nesta batalha, McArthur recebeu uma Medalha de Honra, foi promovido de primeiro-tenente a major e recebeu o comando do regimento. Ele era o pai do famoso líder da Segunda Guerra Mundial, General Douglas MacArthur.

Links para aprender mais
Leia mais sobre a batalha
Ver um mapa de batalha
Ver Imagens Relacionadas
Ver Documentos Originais

[Fonte: Relatório sobre os campos de batalha da Guerra Civil da Nação (Washington, 1993) Estabrook, C. Registros e Esboços de Organizações Militares (Madison, 1914) Love, W. Wisconsin na Guerra da Rebelião (Madison, 1866).]


O último homem a ser linchado em Chattanooga, Ed Johnson cresceu em Missionary Ridge em uma família negra pobre. Seu primeiro trabalho quando criança foi na mina de fertilizantes em Ridge.

Nevada Taylor era a bela loira de 21 anos, filha do zelador do cemitério principal de Chattanooga & # 8217s no início dos anos 1900 e # 8217, Forest Hills Cemetery, localizado em St. Elmo perto do sopé da Incline Railway.

Em uma noite particularmente escura em 23 de janeiro de 1906, por volta das 18h, Nevada estava voltando para casa depois de seu trabalho como contadora na W.W. Mercearia Brooks na Market Street. Ela tinha acabado de descer do ônibus. Enquanto caminhava em direção à casa de seu pai através das lápides, ela foi atacada por trás, sufocada por uma tira de couro e estuprada. Quando mais tarde questionado pelo xerife, Nevada não teve certeza no início se o atacante era negro ou branco. Então ela disse que era um homem negro com grandes músculos e & # 8220 uma voz suave e gentil. & # 8221

É difícil avaliar a indignação pública que esse incidente causou. No mês anterior (dezembro de 1905), um homem negro havia estuprado uma garota branca de 15 anos que vivia no Orfanato da Rua Vine. Uma semana depois, uma menina de 16 anos foi severamente esfaqueada por um ladrão negro em fuga. No dia seguinte, um homem negro atacou uma estudante branca no centro de Chattanooga. Em seguida, um policial de Chattanooga foi baleado por um infame jogador negro.

Os dois jornais locais, o Morning Times e o Vespertino News, competiam entre si pela retórica inflamada e indignada sobre esses incidentes, como se tentassem ser mais provavelmente citados nos bares locais. & # 8220Desperadoes Run Rampant in Chattanooga & # 8221 berrou nas manchetes.

O sentimento predominante apresentado era que uma mensagem precisava ser enviada à população negra ou nenhuma mulher branca em Chattanooga estaria segura. O xerife Joseph F. Shipp, um ex-capitão da Confederação, se candidatou à reeleição em breve.

Ed Johnson, de 24 anos, foi identificado por um homem branco depois que uma recompensa de US $ 375 por informações foi postada. As várias testemunhas que o viram em outro lugar naquela noite foram denegridas no tribunal como indignas de confiança por serem negras ou em um salão onde Ed estava trabalhando naquela noite. Nevada Taylor foi inicialmente incapaz e mais tarde muito relutante em identificá-lo como seu agressor. Os registros do tribunal refletem um processo contaminado e tendencioso.

Naquela época, ser branco e discordar da culpa de Ed Johnson era um convite à violência contra você mesmo. Ser negro e dizer qualquer coisa sobre o incidente era fazer o mesmo. Mesmo assim, os cidadãos e seus jornais se opuseram veementemente à ideia de que qualquer julgamento local poderia ser tudo menos justo.

Dois advogados locais negros apelaram da condenação da Johnson & # 8217s primeiro para o estado e depois para os tribunais federais. A Suprema Corte analisou o caso e emitiu uma suspensão da execução para revisão posterior. Para os residentes locais, apenas desencorajados de uma tentativa anterior de linchamento de Johnson, isso era demais.

Auxiliado por medidas de segurança intencionalmente fracas na prisão, na noite de 19 de março de 1906, uma turba de linchamento invadiu a prisão do condado no centro de Chattanooga, arrastou Ed Johnson para a ponte da Walnut Street, espancou-o, enforcou-o e atirou nele (em essa ordem) até que ele estivesse morto. Eles o penduraram na segunda grade transversal do lado da ponte da cidade porque outro preto havia sido linchado na primeira grade da ponte quase nova, com a intenção, gritou um homem, de abrir caminho através da ponte.

Despite the beatings and threats and promises of leniency if he would confess his crime, Ed Johnson’s last words were, “God bless you all. I am an innocent man.” Those were the words placed on his tombstone.

The Pleasant Garden Cemetery, established in 1891 as one of the first black cemeteries in the state of Tennessee, is located on the southeast side of Missionary Ridge, just below the crest, in the community of Ridgeside, not far from Shallowford Road. Ed Johnson’s grave is there.

Burials at Pleasant Garden continued into the late 1960’s. The property is now privately owned. Although it includes hundreds, probably thousands of graves, it fell into such neglect that it was practically unrecognizable as a cemetery by the late 1990’s. Efforts are now underway to at least stop further decay of the grounds.

(Much of this information is from the book, "Contempt of Court" by Mark Curriden and Leroy Phillips, 1999.)


Conteúdo

After their disastrous defeat at the Battle of Chickamauga, the 40,000 men of the Union Army of the Cumberland under Maj. Gen. William Rosecrans retreated to Chattanooga. Confederate General Braxton Bragg's Army of Tennessee besieged the city, threatening to starve the Union forces into surrender. Bragg's troops established themselves on Missionary Ridge and Lookout Mountain, both of which had excellent views of the city, the Tennessee River flowing through the city, and the Union's supply lines. The only supply line that was not controlled by the Confederates was a roundabout, tortuous course nearly 60 miles long over Walden's Ridge from Bridgeport, Alabama. Heavy rains began to fall in late September, washing away long stretches of the mountain roads. On October 1, Maj. Gen. Joseph Wheeler's Confederate cavalry intercepted and severely damaged a train of 800 wagons—burning hundreds of the wagons, and shooting or sabering hundreds of mules—at the start of his October 1863 Raid through Tennessee to sever Rosecrans's supply line. Toward the end of October, Federal soldiers' rations were "four cakes of hard bread and a quarter pound of pork" every three days. ΐ] The Union Army sent reinforcements: Maj. Gen. Joseph Hooker with 15,000 men in two corps from the Army of the Potomac in Virginia and Maj. Gen. William T. Sherman with 20,000 men from Vicksburg, Mississippi. On October 17, Maj. Gen. Ulysses S. Grant received command of the Western armies, designated the Military Division of the Mississippi he moved to reinforce Chattanooga and replaced Rosecrans with Maj. Gen. George H. Thomas. Α] Thomas launched a surprise amphibious landing at Brown's Ferry on October 27 that opened the Tennessee River by linking up his Army of the Cumberland with Hooker's relief column southwest of the city, thus allowing supplies and reinforcements to flow into Chattanooga over what was called the "Cracker Line". In response, Bragg ordered Lt. Gen. James Longstreet to force the Federals out of Lookout Valley. The ensuing Battle of Wauhatchie (October 28󈞉) was one of the war's few battles fought exclusively at night. The Confederates were repulsed, and the Cracker Line was secured. & # 914 e # 93

Sherman arrived with his 20,000 men of the Army of the Tennessee in mid-November. Grant, Sherman, and Thomas planned a double envelopment of Bragg's force, with the main attack by Sherman against the northern end of Missionary Ridge, supported by Thomas in the center and by Hooker, who would capture Lookout Mountain and then move across the Chattanooga Valley to Rossville, Georgia, and cut off the Confederate retreat route to the south. Γ]

On November 23, Sherman's force was ready to cross the Tennessee River. Grant ordered Thomas to advance halfway to Missionary Ridge on a reconnaissance in force to determine the strength of the Confederate line, hoping to ensure that Bragg would not withdraw his forces and move in the direction of Knoxville, Tennessee, where Maj. Gen. Ambrose Burnside was being threatened by a Confederate force under Lt. Gen. James Longstreet. Thomas sent over 14,000 men toward a minor hill named Orchard Knob and overran the Confederate defenders. Grant changed his orders and instructed Thomas's men to dig in and hold the position. & # 916 e # 93

Surprised by Thomas's move and realizing that his center and right might be more vulnerable than he had thought, Bragg quickly readjusted his strategy. Bragg assigned Col. Warren Grigsby's brigade of Kentucky cavalry to picket the Tennessee river northeast of Chattanooga and ordered Brig. Gen. Marcus Joseph Wright to bring his brigade of Tennessee infantry from Cleveland, Tennessee, by train to Chickamauga Station. He recalled all units he had recently ordered to Knoxville if they were within a day's march. Maj. Gen. Patrick R. Cleburne's division returned after dark from Chickamauga Station, interrupting the process of boarding the trains. Bragg began to reduce the strength on his left by withdrawing Maj. Gen. William H. T. Walker's division from the base of Lookout Mountain and placing them on the far right of Missionary Ridge, just south of Tunnel Hill. He assigned Lt. Gen. William J. Hardee to command his now critical right flank, turning over the left flank to Maj. Gen. Carter L. Stevenson. Bragg's concern for his right proved justified and his decisions were fortuitous. In the center, Maj. Gen. John C. Breckinridge ordered his men to begin fortifying the crest of Missionary Ridge, a task that Bragg had somehow neglected for weeks. Unable to decide whether to defend the base or the crest of the Ridge, the divisions of Brig. Gens. William B. Bate and J. Patton Anderson were ordered to move half of their divisions to the crest, leaving the remainder in the rifle pits along the base. James L. McDonough wrote of the upper entrenchments, "Placed along the physical crest rather than what is termed the military crest . these works severely handicapped the defenders." & # 917 e # 93

November 24 was dark, with low clouds, fog, and drizzling rain. Sherman's force crossed the Tennessee River successfully in the morning then took the set of hills at the north end of Missionary Ridge, although he was surprised to find that a valley separated him from the main part of the ridge. Alerted by Grigsby's cavalry that the enemy had crossed the river in force, Bragg sent Cleburne's division and Wright's brigade to challenge Sherman. After skirmishing with the Confederates, Sherman ordered his men to dig in on the hills he had seized. Cleburne, likewise, dug in around Tunnel Hill. & # 918 e # 93

At the same time, Hooker's command succeeded in the Battle of Lookout Mountain and prepared to move east toward Bragg's left flank on Missionary Ridge. The divisions of Stevenson and Cheatham retreated behind Chattanooga Creek, burning the bridges behind them. & # 919 e # 93

On the night of November 24, Bragg asked his two corps commanders whether to retreat or to stand and fight. Cleburne, concerned about what Sherman had accomplished, expected Bragg to retreat. Hardee also counseled retreat, but Breckinridge convinced Bragg to fight it out on the strong position of Missionary Ridge. Accordingly, the troops withdrawn from Lookout Mountain were ordered to the right wing to assist in repelling Sherman. ⎖]


The Battle of Chattanooga:

By 23 November 1863, 70,000 Federal troops were amassed in battle of Chattanooga. The Federal breakout began with General Thomas seizing Orchard Knob from the Confederates, and driving the Confederate line back. The next day, Joseph Hooker led the Federal attack at the Battle of Lookout Mountain, known as the “The Battle above the Clouds,” and used his six-to-one advantage in men to defeat the Confederates.

But the key battle was the Battle of Missionary Ridge. It was begun on 24 November and engaged with a fury on 25 November. Again the Federals had six to one odds in their favor, but the three Confederate lines ascending the steep ridge threw back Federal attacks all day—at times in hand to hand combat.

General Thomas, however, refused to be denied victory. He brought up 23,000 Federals on a two mile-long line and sent them charging a full mile under fire. The bluecoats crashed into and overwhelmed the 3,200 Confederates in the rifle pits at the base of the ridge. As retreating Confederates scrambled out of the way, fire poured down on the Federals from the Confederate second line: artillery fire, musket fire, an inferno of blazing fire. The Yankee junior officers on the spot thought they had no choice: they had to charge straight up the mountain through that avalanche of artillery shells and bullets.

Grant, seeing the blue uniforms move up, thought it was suicide and demanded to know who had given the order to attack up the ridge. No one knew, but the bluecoats kept moving, dodging behind whatever cover they could find as they made their ascent. Soon they had captured the second line of Confederate rifle pits, the defenders scrambling higher to the final line. Though the fire remained fierce and deadly, the Union troops got a break. As the Federals ascended, the Confederate artillery‘s field of fire diminished to nothing, it being impossible to depress the barrels any farther. The Confederate gunners were reduced to lighting fuses on canister shells and rolling them and cannon balls down the ridge.

Grabbing the flag of the 24th Wisconsin from an exhausted color sergeant, eighteen-year-old Lieutenant Arthur MacArthur (father of future general Douglas MacArthur) led the final charge: “On Wisconsin!” he cried. Soon the Federals were over the top, and as MacArthur planted his regiment’s colors in front of what had been Braxton Bragg’s headquarters he was greeted with the sight of Confederate uniforms melting away down the reverse slope of the ridge.

Phil Sheridan led the Federals’ pursuit, which continued the next day. Only the fighting courage of Patrick Cleburne’s shielding division (Cleburne was known as “the Stonewall Jackson of the West”) allowed the Confederates to escape. The charge up Missionary Ridge had decided the contest. Told that Confederate generals had considered Missionary Ridge impregnable, Grant replied, “Well, it was impregnable.”4 But the bravery of men like Arthur MacArthur and Phil Sheridan had changed that.


Missionary Ridge

The Battle of Missionary Ridge was fought on November 25, 1863, as part of the Chattanooga Campaign of the American Civil War. Following the Union victory in the Battle of Lookout Mountain on November 24, Union forces under the command of Major General Ulysses S. Grant assaulted Missionary Ridge and defeated the Confederate Army of Tennessee, commanded by General Braxton Bragg — forcing the Confederate forces to retreat to Georgia.

George L. Banks

Rank: Sargento

Organization: U.S. Army

Company: Company C, 15th Indiana Infantry

Nascer: October 13, 1893, Lake County, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: As color bearer, led his regiment in the assault, and, though wounded, carried the flag forward to the enemy’s works, where he was again wounded. In a brigade of 8 regiments this flag was the first planted on the parapet.

James B. Bell

Rank: Sargento

Organization: U.S. Army

Company: Company H, 11th Ohio Infantry

Nascer: August 9, 1835, Branot, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Though severely wounded, he was the first of his regiment on the summit of the ridge, planted his colors inside the enemy’s works, and did not leave the field until after he had been wounded 5 times.

Henry V. Boynton

Rank: Lieutenant Colonel

Organization: U.S. Army

Company: 35th Ohio Infantry

Nascer: July 22, 1835, West Stockbridge, Massachusetts

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Led his regiment in the face of a severe fire of the enemy was severely wounded.

Charles W. Brouse

Rank: Capitão

Organization: U.S. Army

Company: Company K, 100th Indiana Infantry

Nascer: December 30, 1839, Indianapolis, Indiana

Place / Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: To encourage his men whom he had ordered to lie down while under severe fire, and who were partially protected by slight earthworks, himself refused to lie down, but walked along the top of the works until he fell severely wounded.

Robert B. Brown

Rank: Privado

Organization: U.S. Army

Company: Company A, 15th Ohio Infantry

Nascer: October 2, 1844, New Concord, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Upon reaching the ridge through concentrated fire, he approached the color bearer of the 9th Mississippi Infantry (C.S.A.), demanded his surrender with threatening gesture and took him prisoner with his regimental flag.

Freeman Davis

Rank: Sargento

Organization: U.S. Army

Company: Company B, 80th Ohio Infantry

Nascer: February 28, 1842, Newcomerstown, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação:This soldier, while his regiment was falling back, seeing the 2 color bearers shot down, under a severe fire and at imminent peril recovered both the flags and saved them from capture.

George Green

Rank: Corporal

Organization: U.S. Army

Company: Company H, 11th Ohio Infantry

Nascer: July 16, 1840, England

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Scaled the enemy’s works and in a hand-to-hand fight helped capture the flag of the 18th Alabama Infantry (C.S.A.).

Thomas Graham

Rank: Segundo tenente

Organization: U.S. Army

Company: Company G, 15th Indiana Infantry

Nascer: September 16, 1837

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Seized the colors from the color bearer, who had been wounded, and, exposed to a terrible fire, carried them forward, planting them on the enemy’s breastworks.

Philip Goettel

Rank: Privado

Organization: U.S. Army

Company: Company B, 149th New York Infantry

Nascer: September 2, 1840, Syracuse, New York

Place/Date: At Ringgold, Georgia, November 27, 1863

Citação: Capture of flag and battery guidon.

Hiram R. Howard

Rank: Privado

Organization: U.S. Army

Company: Company H, 11th Ohio Infantry

Nascer: February 17, 1843, Urbana, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Scaled the enemy’s works and in a hand-to-hand fight helped capture the flag of the 18th Alabama Infantry (C.S.A.).

Simeon T. Josselyn

Rank: First Lieutenant

Organization: U.S. Army

Company: Company C, 13th Illinois Infantry

Nascer: January 14, 1842, Buffalo, New York

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: While commanding his company, deployed as skirmishers, came upon a large body of the enemy, taking a number of them prisoner. Lt. Josselyn himself shot their color bearer, seized the colors and brought them back to his regiment.

Leverett M. Kelley

Rank: Sargento

Organization: U.S. Army

Company: Company A, 36th Illinois Infantry

Nascer: 1841, Schenectady, New York

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Sprang over the works just captured from the enemy, and calling upon his comrades to follow, rushed forward in the face of a deadly fire and was among the first over the works on the summit, where he compelled the surrender of a Confederate officer and received his sword.

John S. Kountz

Rank: Musician

Organization: U.S. Army

Company: Company G, 37th Ohio Infantry

Nascer: March 25, 1846, Richfield, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Seized a musket and joined in the charge in which he was severely wounded.

Arthur MacCarthur, Jr.

Rank: First Lieutenant/Adjutant

Organization: U.S. Army

Company: 24th Wisconsin Infantry

Nascer: Springfield, Massachusetts

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Seized the colors of his regiment at a critical moment and planted them on the captured works on the crest of Missionary Ridge.

Axel H. Reed

Rank: Sargento

Organization: U.S. Army

Company: Company K, 2d Minnesota Infantry

Nascer: March 13, 1835, Hartford, Maine

Place/Date: At Chickamauga, Georgia, September 19, 1863 At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: While in arrest at Chickamauga, Ga., left his place in the rear and voluntarily went to the line of battle, secured a rifle, and fought gallantly during the 2-day battle was released from arrest in recognition of his bravery. At Missionary Ridge commanded his company and gallantly led it, being among the first to enter the enemy’s works was severely wounded, losing an arm, but declined a discharge and remained in active service to the end of the war.

William Schmidt

Rank: Principal Musician

Organization: U.S. Army

Company: Company G, 37th Ohio Infantry

Nascer: July 10, 1846, Tiffin, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: Rescued a wounded comrade under terrific fire.

John J. Toffey

Rank: First Lieutenant

Organization: U.S. Army

Company: Company G, 33d New Jersey Infantry

Nascer: June 1, 1844, Pawling, New York

Place/Date: At Chattanooga, Tennessee, November 23, 1863

Citação: Although excused from duty on account of sickness, he went to the front in command of a storming party and with conspicuous gallantry participated in the assault of Missionary Ridge was here wounded and permanently disabled.

James C. Walker

Rank: Privado

Organization: U.S. Army

Company: Company K, 31st Ohio Infantry

Nascer: November 30, 1843, Harmony, Ohio

Place/Date: At Missionary Ridge, Tennessee, November 25, 1863

Citação: After 2 color bearers had fallen, seized the flag and carried it forward, assisting in the capture of a battery. Shortly thereafter he captured the flag of the 41st Alabama and the color bearer.


The battle

Prior to this battle, the morale of the Confederates was high as they had bested the Union army at the Battle of Chickamauga (September 19�, 1863). The Union army had retreated to Chattanooga. They were pursued by the Confederate army who succeeded in bottling up the Union army in a tight semicircle. General Grant took over command of the Union army in October and shored up the defenses. His coming had a significant effect on morale as he decided to go on the offensive.

He started by opening a supply route to the beleaguered Union army by driving the Confederate army from the Tennessee River. He now planned for a major offensive in November. On 23 November he instructed his assistant General George Thomas to launch a probe against the Confederates on Missionary Ridge. This was an important landmark as its control gave the army a clear view of the countryside as well as Chattanooga.

The morale of the rebel soldiers had been slowly ebbing and a simple maneuver turned into a significant win for the Union army. The Confederate force retreated and went up the strategic ridge, leaving the lower areas in control of the Union army.

The stage was now set for the battle as the Union army captured Lookout Mountain on one side of the Confederate force. This was on 24 November. General Joseph Hooker under the overall command of Gen. Ulysses S. Grant&aposs with about 56,000 men, captured Lookout Mountain. The disheartened Confederate troops who had held it since the Battle of Chickamauga for the last 2 months simply caved in. This left the Confederate left wing dangerously weak. Hooker&aposs troops captured the mountain and drove off the Confederates and now he was ready for the battle at Missionary Ridge.

Grant now planned a threefold assault on the Confederate positions on Missionary Ridge. From the left, General Sherman attacked with his troops. While from the right an attack was mounted by the Union army under General Joseph Hooker. Both these elements of the Union army made heavy weather against strong resistance. There was severe fighting but the confederates held on.

As per the plan, Grant now ordered the Central thrust. The Union army now launched an offensive to relieve the forces of Sherman and hooker. This was the most significant phase of the battle as the Union forces made excellent headway against the Confederate force. Many factors went against the Confederate army one of which was a poor generalship. This had resulted in defensive trenches being dug which did not serve their purpose. The result was that the center of the Confederate force collapsed like a house of cards. General Bragg the confederate general sounded the bugle of retreat and pulled his troops away from Chattanooga. It was a colossal defeat for the Confederates and it had its repercussions as general Bragg resigned soon after.

Braxton Bragg (1817-1876) was a U.S. Army officer who was called from retirement and became a general during the Civil War (1861-65). He was promoted to full general after General Albert Sidney Johnston’s death at the Battle of Shiloh in 1862. He was captured by the Union forces in 1865 but paroled. His plantation was captured and he had to look for civil employment. He died in 1876 aged 59. His opponent Ulysses Grant became the 18th president of the USA. One must remember the winner takes all and the loser gets nothing.


Dead Confederates, A Civil War Era Blog

Bloggers really are a shameless bunch, snatching an idea from one of their colleagues, and running off on a new tangent with it.

Keith Harris, who blogs at Cosmic America, got the ball rolling this time by posting a video clip of Grant author Joan Waugh, discussing the persistent rumors of drunkenness that swirled around Grant throughout the war and after. Waugh’s own position on the subject is not entirely clear, but she describes the sort of “default” position taken by many historians — that his drinking didn’t interfere with his abilities “when it counted,” — and follows up by explaining that she admonishes her students to be “mature about judging our presidents and other leaders,” recognizing their human foibles, and asking rhetorically whether Lincoln, after suffering through a series of failed Union generals, would “appoint a raging drunk to lead the Union army?”

Professor Brooks D. Simpson, himself a Grant biographer, takes strong exception to the notion that Grant only drank when nothing much was going on. He outlines three specific occasions when Grant had what appears to have had serious alcohol-related incidents when engaged in active military operations, one of which — a fall from his horse at New Orleans in October 1863 — put him effectively out of action for weeks. “When you are a general in command of an army,” Simpson writes, “something important is always going on, and it would be bad business for a general to assume a lull in the fighting to relax before being surprised. Think Shiloh.”

Simpson doesn’t discuss Grant’s drinking at Chattanooga, but it was attested by Ambrose Bierce, at the time a staff officer under General William Babcock Hazen. Bierce thought well of Grant, but as Simpson himself noted in a 2007 piece for the Ambrose Bierce Project, the writer chafed mightily at the fatuous accolades and near-deification of the man that followed Grant’s death in July 1885. Among the things that stirred Bierce’s ire — and it didn’t take much, truly — were the general’s eulogists who built complex rationalizations around his imbibing or, worse, averred he never touched the bottle. A few months after Grant’s passing, Bierce set out his own, utterly unapologetic perspective on the subject:

For my part, I know of nothing in great military or civic abilities incompatible with a love of strong drink, nor any reason to suppose that a true patriot may not have the misfortune to be dissipated. Alexander the Great was a drunkard, and died of it. Webster was as often drunk as sober. The instances are numberless. When the nation’s admiration of Grant, who was really an admirable soldier, shall have accomplished its fermentation and purged itself of toadyism, men of taste will not be ashamed to set it before their guests at a feast of reason. . . .

My own observation – take it for what it is worth – is that it was some time afterward. As late as the battle of Mission[ary] Ridge (November 25,1863) it was my privilege to be close to him for six or seven hours, on Orchard Knob – him and his staff and a variable group of other general and staff officers, including Thomas, Granger, Sheridan, Wood and Hazen. They looked upon the wine when it was red, these tall fellows – they bit glass. The poisoned chalice went about and about. Some of them did not kiss the dragon my recollection is that Grant commonly did. I don’t think he took enough to comfort the enemy- not more than I did myself from another bottle but I was all the time afraid he would, which was ungenerous, for he did not appear at all afraid I would. This confidence touched me deeply.

Many times since then I have read with pleasure and approval the warmest praises of Grant’s total abstinence from some of the gentlemen then and there present.

Such virtues as we have
Our piety doth grace the gods withal.

These gentlemen were themselves total abstainers from the truth.

One wonders whether, 125 years after his death, the fermentation of Grant’s legacy in this regard is even yet accomplished. Not quite yet, for some.

Bierce excerpt from David J. Klooster and Russell Duncan, eds., Phantoms of a Blood-Stained Period: The Complete Civil War Writings of Ambrose Bierce (University of Massachusetts, 2002). Image: Chromolithograph of a painting by Thure de Thulstrup, “Battle of Chattanooga” (depicting the Battle of Missionary Ridge) of the Chattanooga Campaign. Biblioteca do Congresso.


Assista o vídeo: Gettysburg in Color: Iconic Images Like Youve Never Seen Them Before